VÍDEOS

Março 30, 2017


Divulgando o IX Fórum Brasileiro e IV Encontro Catarinense de Educação Ambiental. 

Entrevista no Painel Univali.


https://www.youtube.com/watch?v=Lynx-PYPKEs&app=desktop


Prof. Dr Antonio Fernando S. Guerra

IX Fórum Brasileiro de Educação Ambiental
"Nenhum de nós é tão bom quanto todos nós juntos"
17 a 20 de setembro, Balneário Camboriú - SC

 


 

Fevereiro 12, 2017

 


A volta de Anderson Silva, o Spider Man

 


O comentarista ou crítico, se for crítico cuidado, se quiser inventar a roda do UFC. Primeiro você precisa saber que a regra é diferente de boxe e outras modalidades iguais. O Anderson Silva, não menino para lutar, mas oito anos de diferença não é tão grande para que nutre e treina constantemente e quem domina técnicas refinadas como ele leva muita vantagem. Os mais de 100 golpes desferidos pelo adversário foram no vazio, tentativas de golpes frustrados e todas as tentativas de levar Anderson Silva, o aranha ao chão ele levantou com agilidade, rapidez que muitos lutadores não conseguem.


 Exceto no último round ele ficou numa posição confortável, onde encaixou somente um golpe do adversário que esteve sem iniciativa, estudou demasiado, não entrou, não trocou e até correu quando levou a pior nos sopapos que sobrou para ele no segundo round e no primeiro também onde não se enfrentarem devidamente e faltou ao meu ver o juiz mandar que combatessem, se estudaram demais e prejudicaram o show que já estava pago.

 


Como já pratiquei algumas modalidades para manter o físico e a saúde a luta de Anderson foi estudada e os árbitros viram nele e na sua vitória um lutador igual, mas diferente, sem guarda aberta, sem ironia, sem provocação, sem preocupação de agradar e de dar show, focado no adversário. Com muita malícia, com seus truques e técnicas como a copoeira, a falta de jiujitsu, que parece não é muito seu forte, aliás nos USA, são mais broncos gostam de finalizar no murro ou no mata leão.

 


Por último, me pareceu que se Anderson Silva veio para reescrever a lenda do boce, em relação a idade, chamada George Foreman, podemos cantar para ele a canção, Oooooooo Campeão voltou, se continuar com estilo, sério, compenetrado, ouvindo o técnico e jogando para ganhar mesmo que seja nos míseros pontos, é este o caminho de mais vitórias e reconquista do cinturão, mesmo que ele mesmo, se ache velho demais. 

 


O que volta a repetir, quem se cuida com moderação na comida, álcool e outros vícios, dez anos não é diferença que decida luta, jovialidade, agilidade.

 

Janeiro 26, 2017

A Prefeitura de Belo Horizonte/MG abandonou o Mercado Distrital da Lagoinha há mais de cinco anos. Mato, pixação e destruição é o lema assista.

 

 

 

 

Sobre o nosso trabalho de mais de 25 anos

O Jornal de Saúde surge em 1989 fundado por Marcelo dos Santos, jornalista profissional - MTb 16.539 - SP/SP e hoje possui outorga de SCM-Sistema de Comunicação Multimídia pela Anatel - Agencia Nacional de Telecomunicações. Também somos credenciados ao CREA - Conselho Regional de Engenheiros e Agronômos.

O Jornal de Saúde circulou como jornal tablóide durante mais de 80 edições, depois como estandarte e em várias capitais e cidades importantes do interior de São Paulo, como Campinas foi um trabalho árduo e gratificante fez com que a marca ou logo Jornal de Saúde ganhasse o Brasil, praticamente, muito importante para a conquista de novos leitores aqueles que se preocupam com a saúde e investem para aprender e colocar em prática aquilo que o Jornal sempre transmitiu como muito respeito ao leitor, pois o jornal era comprado em Bancas de Jornais e Revistas, o que mantinha as edições e dava orgulho ao leitor em ter informação de qualidade e ética.

A partir do ano de 2008 o Jornal de Saúde entrou na internet, já havia entrado em 1999 como iniciou a internet no Brasil, ficou no registro no Registro.BR apenas.

Lançamos o site jornaldesaude.com.br sempre preocupados com a notícia e na pauta entrevistas com médicos, enfim profissionais de saúde, formados, professores, militantes e sempre com ética, matérias pagas como informe publicitário e científico. Agora informação e publicidade aliados ao ingrediente da internet muita informação e de graça, ou seja, muda a forma de captar e publicara notícias muito mais veloz e instântanea.

Bem, essa é nossa história, que lhe chamamos também para reiniciar essa conquista com artigos, entrevistas, reportagens em geral para a sua informação, pesquisa, formação e ousar um pouco a sua cultura mais ampla, e com ética e qualidade, é tudo venha e faça parte do Jornal de Saúde.

Obrigado.

Marcelo dos Santos