YouTube apresenta novo logo | ExameCanal Jornal de Saúde Leia o blog do Jornal de SaúdeAnuncie no Jornal de Saúde - classificadosOuça a Rádio Jornal de Saúde -Outorgado pela Anatel para o SCM-Sistema de Comunicação Multímidia

Bhte, 18/11/2021 - Jornal de Saúde informa - 3a. Edição - 10h58

 

ARTIGOS

Violência contra a mulher, idoso e criança precisa de Campanha ampla para aplicar controle eficaz, em crises ou sem crises

A violência contra a mulher e o idoso que se estende até às crianças é preocupante no Brasil e deve ser tratado como problema público, de saúde e psicológico coletivo. E, implica, até mesmo Projetos de intervenção na educação e reeducação, tanto na inicial como em outros cursos de formação. O tema violência hoje em nossa sociedade abrange várias facetas ou segmentos, que está se tornando mais endêmico do que muitas doenças. E, as vítimas, precisam se tratar quando escapam com vida. As sequelas vão desde mortes, estupros, lesões físicas, lesões psicológicas, as mais difíceis, uma trauma, às vezes pode ser para sempre e se reproduzir na vida adulta. E, sabemos, muito bem, o país não está preparado, ainda para tratar de sua sociedade neste aspecto.
Origem da violência

Agressão e silêncio: a rotina de violência doméstica contra uma mulher com  deficiência - Ponte Jornalismo


Uma das origens, que ao parece ser diverso e inata ao homem e também, menor grau, na mulher são as instituições públicas: "O problema da violência no Brasil está relacionado à falência e corrupção das instituições públicas, principalmente a educação e a segurança. Também enfrentamos problemas relacionados à falha do sistema judiciário, que não consegue manter um sistema rígido de punição aos crimes violentos.". Essa, talvez seria, a definição genérica. Mas, se compreender a violência como algo que eclode na sociedade e principalmente individualmente por motivos enes, desejos contrariados, vontades reprimidas e entra um leque enorme, desde a comida, o sexo, moradia, educação, lazer e outros. Por isso, é Problema de Saúde Pública e Educional ao vislumbrar a solução e a amenização do problema, a curto e longo prazo, com Campanhas de Conscientização nas Escolas, Praças, Viadutos, Metrôs e qualquer lugar que possa a pessoa ler e até debater o assunto, porém de forma abrangente, não apenas a violência contra a mulher, o idoso e à criança. As mais preocupantes e recorrente no Brasil, mas no geral e especificando, sim e identificando quando possível para o tratamento adequado como forma de prevenção e até mesmo para evitar a prisão coercitiva do infrator.


No Brasil o judiciário pune sim, principalmente, o abadono do lar, de incapaz, da criança sem os recursos econômicos para sua sobrevivência digna e social. No entanto, possui poucos recursos para punir amplamente e a todos os casos de violência e isso seria contraproducente, o melhor caminho são as campanhas de conscientização onde elas mesmo serão identificadoras de violadores(as) de direitos individual em amplo sentido e o caminho seria o tratamento porque é Distúrbio e até mesmo pode se colocar a violência como Síndrome, ela se repete, e não sai do tecido social que oscila com crises de todos os níveis, seja social, econômico ou política. Com isso, a sociedade brasileira, talvez, não progrida e tenha como recalquer e "desculpa" essa repetição da violência contra a mulher, principalmente, agredida por recusar a fazer sexo, a voltar relacionamento, a sair com o parceiro. Enfim, qualquer negativa da mulher é motivo de briga, discussão, espancamento e assassinato.

O que está totalmente errado, dentro do contexto, das liberdades individuais, consagradas em todas as Constituições do mundo que preza o cidadão, o indivíduo como ser e parte da física e da natureza, seria, bem simples, todos ocupam um espaço e todos possuem seus corpos, surge daí a consciência de espaço e tempo, ocupação e de domínio e de saber lidar com esse espaço-tempo, bem simples, como alguns falam, não funciona, por isso é preciso reeducar com Campanhas e tudo quanto puder explicar e reesplicar para as pessoas, principalemnte os homens. Talvez, hoje nos cursinhos para casar, nos cartórios haja alguma coisa a respeito, até mesmo para evitar tantas separações e tantas brigas conjugais. Não se pode pensar ao simplismo extremo que essa ações sociais vão evitar discussões, brigas e que tudo vai ficar na escala do paraíso, mas é dever das gerações preparar outras gerações, melhor do que ele encontrou, e com isso pode, sim diminuir em níveis tolerávéis, ou até mesmo, se sonhar, em zerar esses episódios de agressões à mulher, idoso e criança. Esses porque se mostram pelos atos e fatos, serem os mais vulneráveis e até a Lei assim os tratam diantes de agressores potentes que usam de ardilosidades como de armas para extrema violência. Como homem que sabe lutar e usa socos e chutes certeiros e eficazes contra a mulher, que mesmo tendo algum tipo de treino, na maioria das vezes não consegue sucesso contra um homem, armado então, é perda de tempo e risco de vida, certeiro.


Recentes pesquisas revelam que a violência em nosso país está ligada a vários fatores, alguns que estamos contantentemente vivendo no Brasil, como: "violência e da criminalidade está ligado a uma multiplicidade de fatores que perpassam o social, político, ético, cultural e econômico além da crise de valores que vive, atualmente, a sociedade.". Essas palavras resumem tudo, agora, estamos numa crise Sanitária sem precedentes na História recente, somente o Séc. XX, em 1918 a 1920 com a gripe espanhola. No entanto, não pode o cidadão se abrigar nisso sua consciência de cidadão, de classe, de homem e mulher, precisa ser melhorada e ele superar essas crises da maior maneira possível como ele supera o maior mal ou o medo de morrer, que todos nascem, ou sentem, desde a gestação até o final dos dias na terra. Essas passagens levam sim para depressão, que quando estudada, pode ter origem até mesmo na gestação e por causa de falhas de gerações anteriores. Entramos no corredor, quase, parece, sem saída da evolução do homem primata ou das cavernas como alguns antroprólogos chamaram, a evolução do homem e da mulher, em termos de compreensão e capacidade evolutiva em usar a inteligência e das ferramentas que ela dispõe para sua melhora em todos os níveis. A violência não somente física, muita das violências físicas podem ser produzidas pela violência mental, por métodos subreptícios, que ficam recaldados, durante anos e explodem, não justifica a violência, o ser humano preparado pode evitar. Mesmo assim, existe a violência planejada, executada e o produto é muita das vezes, distúrbios em atos e fatos e os mesquinhos, violência doméstica, com abuso de mulheres e crianças, violência contra idosos em casa, em asilos, nas ruas, praças e nos golpes financeiros.


Essa pesquisa de com números percentuais registra o que acontece no país, "A estimativa é da Secretaria de Direitos Humanos da Presidência da República. A negligência é o crime mais registrado, correspondendo a 74% dos casos. Em seguida, estão a violência psicológica, 49%; violência física, 43%; e violência sexual, 25%.". Nessa entra mulher, idoso, criança e o homem ou homossexual, que ainda no Brasl sofrem, todos os tipos de violência, da discriminação ao preconceito, as agressões físicas e psicólgicas. Tanto que na Lei do Feminicídio, o homossexual é colocado como feminino e a pena é a mesma pelo crime de morte contra a mulher, começa a contar com a condenação de 12 anos de pena.


Outra pesquisa rocomenda coisas simples, mas que no país se tornam difíceis, e jogo político e econômico intenso: "O que é preciso fazer para diminuir a violência?
Diversos trabalhos científicos relacionam a diminuição da violência a investimentos em saúde, educação, moradia, cultura e emprego". Podem então pensar, nossa! Envolve tudo, sim, mas isso nos lembra a criminalidade, furtos e roubos, homicídios. Então, isso é tratar a violência como crime e não como algo é algo inato ao ser humano e começar a tratar a raiz. Talvez, seja, comparável, isso precisaria de estudos novos com pesquisa, aos fenômenos que levaram o homem adorar o Sol e a Luz, e o fizeram crer em algo superior às suas forças, e até mesmo justificar as religiões que servem ao Deus da comida, como antigamente, ao Deus do ouro e hoje com Deus do dinheiro e do dízimo para prosperar a Igreja e os fiéis. A frase violência não justifica a violência, a premissa, das mais verdadeiras, porque a violência é inata no homem universal não que dizer que deva ser e executar violência quando ele ou ela querem ou necessitam para obter objetos desejados, perdidos ou que poderiam ser conquistados de outro modo ou até mesmo renunciados.
Estamos acostumados e a ver e a recriminar a violência. Mas, quanto outros tipos de volência que assistimos e admitimos e pode esses tipos de violências serem contributivos para outro. Os preços dos combustíveis, o que provoca no trânsito, alteração de comportamento na direção para economia, desrespeito aos semáforos e faixas de segurança, assim coloca em risco a própria vida e da do pedestre.


A violência econômica e social, diferenças de padrões sociais, muito altas, é de cera forma violentamente um aviso para o cérebro "da sociedade" que algo não vai bem, porque poucos, tão poucos, possuem muito e muitos possuem tão pouco, até mesmo para comer e sobreviver decentemente. No Brasil há 20 milhões de pessoas que passam fome e sem solução, fantasmas, 14 milhões de desempregados, sem solução aparente, imediata e as autoridades apenas usam ou de paliativos ou de mentiras mesmo e empurram para debaixo do tapete ou para outro governo a solução e a sociedade se pega, se esbarra, se choca e muitos que perdem o pouco de consciência que havia construído no sei familiar, ou onde viram e reproduzem a violência contra o seu semelhante, sendo mulher, idoso e a criança os mais fragilizados pela nossa sociedade atual. E, olha, existem sociedades primtivas, até mesmo de animais, onde o respeito é permanente e visto de geração a geração, nos animais por instinto, no ser humano, também, em certa parte. A fraqueza do ser humano mulher, criança e idoso, é visível, não precisa ficar evidenciando, por isso torna-se covarde aquele que transgride, e criminoso, aquele que comete repetidamente e vai ao extremo.

Marcelo dos Santos -(MTb 16,539 -SP/SP) jornalista, terapeuta e libre pensador.

Artigo


O que você quer ouvir dos candidatos à presidência do Brasil, mais excrementos do que o Bolsonaro, ou promessas vazias e achismos

Nossa coitado do Ciro Gomes ele não ouve e não lê e tampouco estuda mais, faz apenas média de esquerda, com a esquerda e para a esquerda petista, que ainda acha que manda no feudo político conquistado e devorado pelos mandatos de Lula e Dilma, pela corrupção que enodearam a política pública brasileira com processos do Mensalão e depois Petrolão, Construtoras, Rei da Proteína, JBS e expuseram o Congresso e Senado, e todos os partidos que ainda estão ai no Centrão, exceto o novo do Kassab, PSD que já aparece, surpreendetemente, graças à corrupção e conchavos do Toma Lá da Cá, de PECs e agora os Precatórios. Ao invés dele fazer política transparente e de nível ele prefere atacar em todos os flancos como se fosse o nosso eleitorado inspirado e educado pela esquerda progressista e ideológica. O PT tinha voto é nas favelas, nos aglomerados - onde fez a política que endividou a todos, comprismo, ou consumerismo porque não pode dar Ensino Público de qualidade para todos e criou mais um vestibulinho e muitos que passaram e foram fazer faculdades com o FIES devem hoje verdadeiras "fortunas", que não vão pagar nada... é tudo free... Pois essa é uma Sociedade Alternativa...


Como economista de Harvard deveria estar massacrando é a Economia do país e com um Plano nas mãos e o discutindo com a população, ponto a ponto, mas não pode porque a esquerda pensa assim: "Se divulgar um Plano Econômico" vai eleger o Bolsonaro, então vamos para a pedagogia da demagogia, prometer e não cumprir é Lei de político brasileiro.
Queria ouvir da boca dos candidatos a reempregabilidade através do Meio Ambiente que poderia se tiver investimento, abranger um 2 a 3 ou mais de desempregados. Através do Saneamento Básico desde os municípios brasileiros até os distritos que jogam esgoto in natura nos rios estão apodrecendo rios e nascentes maravilhosos de vida e de alimentação ao ser humano.


Queria ver registrado e ouvir, que a reurbanização das favelas, começando com a maior do Rio de Janeiro e de São Paulo, abrangesse mais 10 milhões de trabalhadores, engenheiros, técnicos e outros. Queria ouvir de um programa de recolocação e treinamento de mão de obra de albergados, alcoolistas e drogados, jovens e velhos e com salários dignos, com moradia digna, onde eles poderiam comprar seu pedacinho de terra para morrer que todos os brasileiros tem direito e isso não existe nem na morte...O Brasil é de quem do dinheiro, de quem souber roubar mais, tirar mais proveito da natureza, ela está se vingando e vai cobrar nas outras gerações.
Queria ler do inteligente Ciro Gomes e de seu clã, sobre um sonho, o de respeito ao Direito Humano, respeito a Lei, a Justiça e principalmente não a bala, a arma, mas sim à Constituição, ao pai, a mãe e ao filho. Está difícil, acredito que não ver e nem ouvir, tampouco sonhar...


Isso se faz para todos os candidatos o generalismo se estende nas campanhas políticas e não firmam nada, iludem a população com Bolsa Municipal da Prefeitura de Belo Horizonte, Bolsa Auxílio do Estado de Minas Gerais e bradeam que isso é Distribuição de Renda. E, essa somente se faz, em todos os países do mundo, até mesmo a Revolução Industrial descobriu e implantou isso quando começou a investir para acabar com o escravagismo, porque ele enriqueceu os senhores fazendeiros que morriam de tão gorda a porca já não anda mais...(Apud Chico Buarque de Hollanda). Assim de escravo, não foi fácil, a empregado, assalariado, precisa de sal, precisa de salário para comprar sal, sapato, chinelo, material escolar, material de construção, tinta e muito mais coisa.
Nosso país precisa é dessa distribuição de renda, empregar se preciso for treinar novamente a mão de obra e começar a melhorar para depois desenvolver e prosperar o país de dentro para fora, como fizeram e fazem, fazem de fora para dentro, não aproveitam o capital humano dos brasileiros que não possum nem um lote de 250 mts2 para morrer e são brasileiros e brasileiras, precisam pagar por cubículos milhões pela vida toda.


E, os que escolhem comprar e morar longe mas no pedacinho que é seu, que não perdem tempo com novelas, televisão, o negócio é Bíblia e igreja, e aponta o dedo para todos e se benze jazem horas e horas nos transportes coletivos ruins e pegando tudo quanto é tipo de vírus, bactérias e transmitindo e batendo do peito pelo Senhor e o Senhor ou o sinhózinho enchendo o bolso de dinheiro público em conluio com todos do Transporte Público pelo Brasil afora e não constroem metros, não há a mímina possibilidade de trens velorezes para viajar pelo Brasil afora. Não se empregam os brasileiros abastados e nem os miseráveis, os abastados preferem ir estudar inglês ou francês, alemão e lavar privada lá fora e não ajudam seus irmãos brasileiros e ainda apontam, criticam, "Brasileiro não tem jeito, não, você dá uma mão e quer outra. Essa coisa de Auxílio, Bolsa.". Que país mais engraçado que virou música e piada, se emprega chineses e coreanos, comprando os celulares de ponta e se desempregam os brasileiros, famintos, estudados porque não tem como empregar, o cara passou tanta fome e o curso dele foi tão ruim que ele não nada de tecnologia e não consegue fazer nada certo, então investir é melhor comprar da China e da Córeia, uma máscara de nalprene ou propileno, sofisticada, avental para sanitaristas do que produzir aqui, sabe porque, porque vendemos frango, carne, hortifrutigranjeiros para eles a preço quase banana como o de minério e fica no Brasil, o bagaço da laranja, como faziam para com os escravos os "inventores da feijoada".


O país é rico, o mais rico do planeta, o que ainda não está explorada pela ganância desenfreada do homem e pelo escragismo negro moderno, o continente africano é rico em tudo, como o Brasil, mas se preservaram pela ganância do homem que ainda diz que floresta preservada é pobreza aumentada, absurdo do nosso ministro Joaquim, infeliz porque a orientação é de Jair Bolsonaro que comanda tudo no país e diz que não entende nada e ainda faz política eleitoral em plena vigência do mandato uma sacanagem que somente ocorre em países onde populistas e ditadores se perpetuam no poder mandando prender seus inimigos, quando não os mandando matar, a todos os amigos e inimigos, que se opuserem.


Mas, a maior riqueza de um país é seu povo unido, é sim em todas as economias que cresceram e conseguiram unir o cidadão pobre, ao chamado classe médica, ao classe B ou A e assim formaram um interesse maior onde poderiam ganhar seu sustento e progredir na vida, tanto material quanto espiritualmente, formar um corpo com uma alma. Muito difícil, e ainda ouvimos, não é tão simples assim, nada é simples, precisa de dinheiro, tudo precisa de dinheiro, muito dinheiro. A política brasileira hoje para presidente valem bilhões de reais, o próprio governo admite investir na político, no último pleito R$ 1,8 bilhões de reais. Para a demoracia continuar e vir uns tantos achincalhar com tudo. Seria melhor ter distribuídos aos pobres como dizia Judas Escariotes quando com ciúme ou injeja viam que enfeitavam e lavavam os cabelos de JC com água perfumada. Mas, isso é religião e européia, mas tem de matriz afro, asiática e até mesmo, dos primos dos judeus, árabes. Por isso que o mundo não funciona, não fala a mesma língua, as religiões, quem fala muito diz um provérbio tacanho e de pouca credibilidade dá Bom Dia a cavalo ou é maluco e tantas outras considerações, um país que vê o outro passar fome e se drogar, se "consdera" melhor do que o outro, cristão e que vai para o céu ao lado de Deus Pai.
Em todas as guerras a população civil passou fome, porque pararam de trabalhar e economia do dia a dia. Em todas as guerras se trabalha para sustentar o exército, comprar ou produzir pólvora e armas. Em todas as guerras há vencedores e perdedores, ou somente, perdedores se considerarmos, o efeito nefastos de ambos os lados. Em todas as guerras tiveram que lutar pela Paz, pelo Pão e pelo trabalho. É o único caminho da humanidade, seguro, eficaz e que traz qualidade de vida para todos, pode ser comunista, pode ser capitalista, menos nas ditaduras ferrenhas elas não se baseiam em princípios simples, porque precisam manipular e a manipulação se faz quando se erige inimigos que estão enterrados e não existem mais, como ideologias fascistas, comunista de nomenclatura e fascista tal qual o fascismo.


O difícil é que estes países são todos europeus e muitos já sabiam ler e escrever, quase nem tinha analfabetos, isso há uns 2 séculos, havia exploração desumana até de criança nas minas de carvão inglesas, vergonhamente. Mas, podiam pensar, falar e lutar pelas suas convicções. No Brasil se formou uma elite da exploração do trabalho escravo perpetuado até aos dias de hoje com salários tacanhos e de fome e ainda essa mesma elite explora esse exército faminta de empregados de baixos salários e sub-empregados, com juros altos, inflação e toda a maracutaia que eles possam engendrar para fazer com que o cidadão, analfabeto, semi-analfabeto ou informal, que escreve o nome e sabe de cor onde nasceu, o dia e declara para fazer documento e não ser um fantasma dentro do Brasil S/A., que ainda não é e nunca será dos brasileiros.

Marcelo dos Santos - jornalista- 16.539 SP/SP -, terapeuta e pensador livre.

 

O suicida pensa que se matar é a solução para seus problemas e muitos fazem isso sem assistência

Suicídio não interessa para a sociedade ou coletividade, até mesmo a palavra traz esse isolacionismo; sui, indicando a si mesmo, e o sufixo -cidium, que representa um. E, ainda há Lei 13.819 que Institui a Política Nacional de Prevenção da Automutilação e do Suicídio, a ser implementada pela União, em cooperação com os Estados, o Distrito Federal e os Municípios; e altera a Lei nº 9.656, de 3 de junho de 1998.


O mais difícil então é entrar na mente e coração das pessoas com problemas insolúveis para elas e que não se desmancham e retornam e feri os sentidos. Há perda de quase tudo, o começo é apontado como desânimo, depois ansiedade, e quando a pessoa começa a ser notada a depressão. Bem antes, o comportamento alimentar já se alterou, com trocas de períodos de sono, noite pelo dia, ou, poucas horas de sono e nutrição, quase nula e espaçada e muitas horas, podendo até mesmo ser jejum de 17 ou mais horas. Tudo aumenta mais ainda a intensidade do ato suicida.


O suicida conhece a morte como todos conhecemos. Como todos sabemos que nascemos e morremos, dentro do quadro de expectativa de vida. Isso nos remete para pensarmos que de maneira consciente o suicida sabe que vai se matar e muitos se matam mesmo. Existe o suicídio coletivo, em massa, ocorre mais frequentemente em grupos religiosos ou políticos, perseguidos, inseguros ou como meio de reivindicação. Há ainda, até mesmo a chantagem, mas estes são menos letais e pode levar a desacreditação da pessoa pelos familiares, profissionais que atuam em seu tratamento. O suícidio coletivo mais conhecido foi o de Jonestown onde 916 perderam a vida induzidas por um pastor chamado Jim Jones que misturou cristianismo com socialismo e seus seguidores perdiam a liberdade, bens e consta que ele começou a ter fundos de financiamento ceifados e tudo isso provocou mais desequílibrios ainda na organização. Mas, não se sabe que ele enganou essas pessoas que tomaram suco com veneno e não resistiram. Muitas pessoas foram mortas com tiros e facadas e as restantes foram obrigadas a tomar ponche de frutas com veneno. O que desacredita, que tenha sido suícidio coletivo, planejado e aceito, conscientemente por todos os adeptos da seita Pentecostal.

As religiões, todas, sérias e bem estruturadas, proíbem e colocam lado a lado com o homicídio. Sim o suicida que tenta contra a a própria vida comete "tentativa de assassinato" e há ainda Lei 798 onde o suicida não recebe Seguro de Vida se houver a prova de que ele tirou a sua vida. Como as seguradoras poderiam se favorecer demais com essa Lei, há ainda a exigência de o segurado tenha ao menos 24 contribuições ou dois anos para ter direito a receber a apólice ou indenização por morte. Obviamente, o suícida não teria tempo de planejar durante dois anos a própria morte.


Os Espíritas tratam o suícidio de forma bastante rígida e afirmam que o espírito da pessoa não evolui e fica no Umbral, onde vagam por muito e muito tempo até passar o período em que ele começa a ser perdoado ou purificado. Dentro dessa visão é possível pensar que todo o ser humano é um assassino em potencial visto que todos possuem pensamentos que atentam contra a vida de pessoas, quando dirige um carro e com excesso de álcool, mesmo sem bebida, excesso de velocidade e muitas outras formas. Quando a pessoa coloca em risco sua própria vida e a de outros, é meio suícida esse ato. Em termo material teríamos muito e muitos exemplos e aprofundar ser exaustivo e enfadonho. Exposto assim, parece que se matar é o jeito mais fácil de resolver o problema que se repete e incomoda.


O pensamento é material também, mas já está no campo da mente e é produzido e desaparece e vai e vem, pode ser pela leitura, pelas lembranças, pela memória remota, recente, pela cor, cheiro, sensações várias, sonhos ao dormir e sonhos acordados, como a expressão: "sonhando de olhos abertos" e aparece muito em filmes e romances, quando um homem ou mulher estão apaixonados e distantes. Como nossas células possuem memória poderíamos afirmar então que informação podem ser de pai e de mãe, dos avós e até bisavós e pode sim, como a psicologia, já estuda e resolve muito dos casos, que se cronificaram, criaram, o que eles chamam de couraças, capas duras, como a que reveste o rinoceronte, exemplo, mais prático, na pessoa e isso para ser debatido e amolelcido, é trabalho árduo para o terapeuta, psicólogo, psiquiatra ou profissional em saúde. Sendo que o tradicional era o neurologista, ou médico, clínico geral, depois com a advento da psicologia Freudiana, é que se separou em especialidades, psicologia e psiquiatria, psicanálise.
Recentemente, duas décadas, Bert Hellinger lança a terapia mais conhecida como Cosntelação Familiar, que faz parte da psicologia sistêmica e que foca não apenas o suícidio, não é específico, mas trata o pensamento, as histórias de vida, o sofrimento silencioso que a pessoa consegue varrer para debaixo do tapete ou sufoca com outros métodos, como o álcool e dorgas lícitas ou ilícitas.
Iniciei propositalmente estes pensamentos com uma Lei, materializada para tratar deste grande problema mundial que está, talvez, aumentado pela Pandemia por Covid 19, no qual o planeta passa e a contaminação deixou muitos órfãos e outros, os amigos, com receio ou pesarosos pelas perdas.


Embora, dura essa realidade para o suicida, tirar a vida, se suicidar parece que é a única solução dos diversos problemas que o suicida enfrenta. Desde a pobreza material, a falta de perspectiva, e o campo de visão, mais amplo, o lhe restringe em tudo, em liberdade, a relativa, porque não há liberdade total e nenhum parte, o suicida em potencial se sente preso e pode ser um dos motivos de que ele mesmo com ideais suicidas não se isole e não se mate, por mais contraditório ou paradoxal que seja. O ato de se matar é a solução para o suicida, mas ele não pensa nisso, talvez na mente, já doente, cansada dos problemas recorrentes e de soluções momentâneas às quais não consegue lidar todas as vezes que voltam e revoltam, não é a morte que vai lhe consolar ou confortar, talvez sim é a resposta aos seus problemas, todos solucionáveis, que envolvem pessoas, próximas e distantes, parentes e pessoas que se amou ao longo da vida. Os amores, os desamores, infortuitos que todos padecem. Os Espíritas, com suas teorias Kardescistas, nada contra ou em desacordo, pensam e pontuam que "...Nós é que escolhemos as famílias das quais nasceremos..." Pense bem dentro desse projeto de vida consciente, onde teríamos contato e suporte, com atrocidades e benignidades. Embora a vida não seja fácil para ninguém, os Santos, quase todos foram mártires e seu martírio lhes serviu de ascensão e até de santificação.


Existem muitas maneiras de a pessoa se suicidar e ainda mais, há ainda pessoas que podem ser induzidas ao suicidio devido a filmes mal feitos e produzidos, livros, romances e muitos outros. Há sim, vertente que defende o suicidio, até mesmo em massa, como o supracitado Tim Jones.

Marcelo dos Santos - jornalista -(MTb 16.539 - SP/SP- pensador - terapeuta )


Abaixo publicação que os alunos do Dr. Reginaldo Teixeira Coelho, de Brasília lhes dedicou em relação ao setembro amarelo, leia, pense e analise:

Em janeiro João tinha toc, foi chamado de bobo.
🎗Em fevereiro Paula era bipolar, e a chamaram de doida.
🎗Em março Júlia tinha crises de ansiedade, e diziam para ela se focar no presente.
🎗Em abril Leandra tinha anorexia, e ouvia as pessoas rindo e falando dela.
🎗Em maio Maria teve síndrome do pânico, e disseram que era frescura.
🎗Em junho Paulo teve depressão, e foi chamado de fraco.
🎗Em julho Lucas descobriu a esquizofrenia, e disseram que era invenção da cabeça dele.
🎗Em agosto Daniel teve transtorno da personalidade borderline, e falavam que ele queria chamar atenção.
🤔Em setembro tudo ficou Amarelo, as pessoas começaram a entender todos os problemas e nos estenderam a mão, nos medicaram e postaram textos em suas redes sociais para nos apoiar.
🎗Porém em outubro continuaram a nos chamar de loucos, fracos, e diziam que nos faltava fé. "Sua vida é tão boa!", "Como pode reclamar?", eles diziam.
😔Em novembro Paulo se matou, "Mas era tão jovem!", "Era uma boa pessoa", porém tudo que Pedro queria era que todos os meses fossem amarelos também, que os julgamentos acabassem e que as pessoas realmente entendessem que os problemas psicológicos não são escolha nossa, e que nós precisamos de ajuda não só em setembro, mas em todos os meses.
🎗🎗🎗Então a partir de hoje faça o Setembro Amarelo ser presente em todos os dias do ano, pois agora mesmo você pode estar ao lado de um Pedro e não sabe.

 

O mercado legal e ilegal de drogas existe em grande parte do mundo


A indústria farmacêutica no mundo sofrem com a medicação ilegal de drogas, prescritas por profissionais da saúde, e no mercado paralelo, comprados sem receitas e sem a certeza da eficácia. Sendo os falsificados, os mais perigosos e nocivos para quem faz uso de drogas, as psiquiatras, são as mais comercializadas, sendo para AIDS e doenças reumáticas, contando até com drogas novas que servem para Covid 19.


No Sul da Flórida várias pessoas foram presas e algumas se declararam culpadas por este tipo de comércio que rendia milhões de dólares, a soma primária, girou em U$$ 78 milhões, com particularidade, era dorgas desviadas de comerciantes legais e este desvio fez com que as drogas aumentassem o seu valor. Aqui no Brasil um destes medicamentos chegou a custar no Acre R$ 3 mil e desabasteceu o mercado. Na Flórida foi desmantelada quadrilha de comércio ilegal de drogas, com todo o esquema legal e ilegal, porque parte da carga era, literalmente, roubada, como faziam aqui no Basil, principalmente nas rodovias do Rio de Janeiro, São Paulo e Minas Gerais. Talvez o controle tenha aumentado.
Não se refere mais como mercado de cor que for, errado sociologicamente. O que se sabe e pensa é que este tipo de crime existe, é criminalizado em toda a parte do mundo civilizado. Na Rússia é mais dura ainda, recentemente um brasileiro que levava um pet com extrato de certa planta, como ela é considerada tóxica, ele foi detido e preso, este homem era terapeuta e foi libertado depois de anos na prisão.


Na internet se encontram ofertas de drogas lícitas, obviamente o controle é rígido e foge do controle da autoridade alfandegária, a pergunta é de onde vem essas drogas que chegam nas maõs de seleto e diversificado público que faz uso contínuo de fármacos. A cannabis sativa, ou maconha com THC e sem THC é das mais procuradas com bastante controle em sua produção. O uso como cigarro, longe de fazer apologia ao crime e ao uso, indiscriminado em muitos países, quase que legalizaram, totalmente, ressalta-se, mais como remédio para doenças diagnosticadas e prescritos por profissionais de saúde, que sabe a dosagem, o efeito e o tempo de uso, e o desmame, termo usado por terapeutas para a pessoa não se tornar dependente químico de drogas, a mente e o corpo, viciam. No pode remeter para a droga que aumentou sua produção, mesmo que ilegal. No Brasil é proibido plantar, comprar e fumar, mas já há distinção para o usuário e quem vende. O pensamento é essa droga tão alardeada como pura e menos tóxica, hoje pelas grandes quantidades produzidas e prensadas. Há uma gama enorme de conservantes, acidulantes, estupefaziante e os produtos químicos que se usa no cigarro. Parece ingênuo pensar assim para aumentar o temor e controle, mesmo o não uso, da cannabis sativa, somente quando em medicamentos de laboratórios e prescritos, corretamente.


No Brasil, como no Uruguai, muitos plantariam sua produção para consumo e xaxins e teriam uso controlado desse canhamo tão procurado e cultuado por muitos que se dizem ou possuem mesmo problemas psicológicos e correm todos os riscos.
Fica a lembrança para os fitoterápicos e os homeopáticos, estes perderam grande percentual de mercado, há sim uma procura do usuário pelo efeito imediato e este tipo de medicamento ou drogas, são mais fracos, os fitoterápicos e demoram mais, como na homeopatia, que aguarda a exoneração de dentro para fora, é bastante complicado e complexo a discussão que rende calorosos debates. É sem dúvida tratamentos longos e não viciantes, que nem sempre, ainda deixa a pessoa eufórica. Nestes não há controle muito rígido e timidamente na fitoterapia começa o Brasil a pesquisar e autorizar pela Anvisa-Agencia Nacional de Vigilância Sanitária, mais de 76 tipos de plantas para uma série de doenças infeciosas e contagiosas. A população ainda faz pouco uso e muitos raizeiros, idosos guardam essa sabedoria oral, visual e muitos cultivam suas hortas medicinais de remédios apelidados de caseiros, muitos até levam o nome de charlatães. Vira meio que este mercado ilegal de drogas, nada que se compare, a furtos ou desvios para ganharem dinheiro, muito dinheiro ilegal. O pior de tudo isso é a pirataria e a falsificação do remédio. Como tivemos no Brasil remédios para câncer de próstara que eram feitos sem efeito nenhum e vendidos caros e anticoncepcionais feitos de farinha.

Marcelo dos Santos - jornalista e terapeuta - livre pensador

 

Povo não tenha medo de lutar pelos seus direitos já que a baioneta está na barriga

Não vamos largar nossos Direitos nas mãos de quem não respeita nossos direitos. Não tenhamos medo de sair às ruas e gritar, colocar para fora tudo que precisamos, emprego, renda, vacina, comida, somos brasileiros e acima de tudo cidadãos desse planeta

A situação no Brasil é das mais caóticas. Os preços da comida, até mesmo dos gás de cozinha e das tarifas públicas, principalmente da água e da luz, dispararam em aumentos sucessivos. A gasolina e consequentemente o óleo diesel, aumentam a carestia e o desespero do cidadão, principalmente do povão, desempregado de salário mínimo, sem carteira assinada, sem esperança até de chegar vivo ao fim da Pandemia, dentro de seu controle, programado de 2 vacinas para cada brasileiro eletivo e em tempo.

A pressão para que o cidadão fique cordeiro e abaixe mais ainda a cabeça diante de tanta exploração e incompetência administrativa, programada por que sabe os efeitos de seus atos tanto na economia quanto na política e na política econômica do pais, que não está à deriva, ao contrário, como os economistas de universidades e até doutores de Unviersidades de fôra do país, concordam e passam critérios que o povão entende. Ou seja, o que isso quer dizer, absolutamente, nada. É, que quem está no poder está puxando a corda, chutando o o banquinho e com a baioneta calada apontada para a barriga de todos que avançarem um passo, é possível que se fira ou leve um balaço de borracha, hoje, antigamente era chumbo grosso, mesmo, tanto dóia quanto matava, hoje pode cegar, pode deixar marcar e mágoas de ver a razão suplantada pela força, ignorância, corrupção e acima de tudo, a loucura do poder pelo poder.

A ansiedade dos brasileiros(as), dos cidadãos é grande que, na verdade, é tudo aquilo que ninguém pode sentir, porque a grande maioria, depois de gerado pelas glândulas hormonais, é imaginação. O medo, é imaginação, exarcebada e é isso que o Bolsonarismo lida diariamente com o país, colocou mais de 14 milhões de pessoas no sub emprego, lutando e brigando, entre si, catadores de papel ou reciclagem, outros que furtam fios para vender o cobre ou outros metais. Ladrões e mais ladrões, de celular, imaginem, virou moeda nacional nos shoppings populares do país de norte a sul. Os camelos, que vendem toda a espécie de bugingangas, algumas úteis, falsificados na China e os preços, todos dolarizados. Isso mesmo, a moeda Real que antes era de R$ 1,00 para US 1,00 agora vale quase 0,001% nossa sociedade está Zero a esquerda nas mãos dos bolsonaristas, dos Paulos Guedes, ou Chicagos Boys, a Universidade que inpirou Delfim Netto e seus boyfriends da Ditatura Militar que depois virou Guru do Lula Paz e Amor, que vem como candidato postulante, de fato e direito, pelo seus desastrosos oito anos de Presidente do Brasil, mensalão, petrolão, Correios, Ambulâncias, tantas corrupções que a ética e moral, e a individual, foram suplantadas pela defesa demente de que como o deputado federal, preso, condenado Paulo Salim Maluf sempre fez de si e que outrens bravejavam: Paulo Salim Maluf rouba, mas faz ou o máximo bordão, "Fale mal de mim, mas falem de mim, nunca deixem de falar de mim...". Até onde chegou o Brasil, agora sabemos, ao fundo do poço com a presidência e a eloquência de Jair Messias Bolsonaro, todo eloquente é meio louco, não, é todo louco, somente não surtou, não foi medicado, internado e encerrado como faziam antes com os alienistas ou alienados.

O ditador alemão Adoltph Hitler é dos personagens da história que escapou, dentro de uma sociedade, que na sua época estava mais para a loucura do que para a sanidade. O resultado foram 6 milhões de almas no "cheol", desesperadas, sem saber o porque de sua morte, "vingança", "ganância" e outros 20 milhões de inocentes estes morreram em nome da pátria, para defender suas mulheres, mães, pais velhos e seus irmãos.

No Brasil, não é mais o povo sem trabalho, sem renda, muitos sem moradia digna e comida na mesa, sem falar na vacina no braço, quem clama por LIBERDADE, é a Federação das Indústrias, como a de Minas Gerais, que clama por Liberdade de Expressão, mas para ter essa liberdade de expressão, que nada mais nada menos, a dos bolsonaristas de armar a população, armar os ruralistas, contra a reforma agrária, contra a defesa do direito dos indíginas terem e protegerem suas terras, para terem água limpa, caça e terra para plantar e colher seu alimentos de agrotóxico, com a seleção natural que a natureza oferece. O Brasil, não vai aguentar ser o celereiro do mundo, terra nenhuma aguenta, é como o corpo humano que terra é, metal é, água é, esgota, cansa, morre. O mundo é um só mundo, não é Amazônia, é o planeta, e todos precisam de todos, com verde e amarelo, e principalmente, com todas as cores, o branco, da paz, da alegria, do amor e da compreensão e visão com a conversa e solução de todos os problemas.

Por isso, precisamos ir para as ruas, sem medo, vamos também comemorar o 7 de setembro, sem emprego, sem comida, de qualidade, sem dinheiro para pagar aluguel, sem perspetiva, mas vamos, gritar, sorrir e colocar para fora tudo quanto está nos incomodando, todos precisamos de fazer isso, é nosso Direito, é Constitucional, não podemos morrer com o grito entalado dentro de nossa garganta e sufocando nossa peito, não podemos deixar o medo nos matar, antes de morrermos lutando pelos nossos direitos, de irmãos, sem preconceitos, sem racismo e acima de tudo, pelo direito ao trabalho, ao pão, a paz e a liberdade, verdadeiro e que abranja, todos os sentidos imediatos dos seres humanos, afinal não estamos sozinhos, por mais solitários que tenhamos nascidos, e que sejamos.

 

Marcelo dos Santos - jornalista -(MTb 16.539 - SP/SP- pensador - terapeuta )

 

 

 

Bhte, 23/08/2021

O Presidente se perdeu no tabuleiro político ou deram-lhe tantos xeques mates que seu rei e sua rainha estão presos

O Brasil está encrencado com o Centrão, não adianta, eles voltaram e agora com mais voracidade ainda e estão em todos os cantos do país e aprontando. Os deputados são os mais visados e agora não fazem mais mesuras vão direto ao pote e alguns se lambuzam deste mel e quando acaba, é o melado, farto do erário público de todos os brasileiros, principalmente os carentes. O Jair, está refém de sua política ideológica de quartel, de armamentismo, lock down ou confinamento total para que as pessoas peguem Covid 19 e os que estiverem forte se escapar ai sim teria vacina, remédio: Cloroquina, Hidrocloroquina, Ivermectina(vermífugo, que sempre é bem vindo e faz bem no combate a vermes), Azitromicina, este antibiótico consagrado no meio medicinal para outros fins, na Covid foi nova, lançamento de Laboratório Bolsonarista de plantão. Ele de fato não pode mais dirigir o país, está atado pelo Centrão, pelos militares que ávidos de vencimentos melhores em todas as patentes, fazem o que podem para deslanchar seu governo. Mas, ele não manda, mas pode aprontar, desorganizar o país, colocar tudo de cabeça para baixo, instaurar o caos, o pior é se ele não conseguir restabelecer a Ordem e o Progresso no país como está escrito em nossa bandeira e o que norteia nosso povo há muito.

Há governador como Dino do Maranhão que está tão afoito com este problemaço que pede, sugere que Bolsonaro deixe o cargo para o vice Mourão devido ao estresse psicológico que não lhe deixa governar e ele culpabiliza o STF-Supremo Tribunal Federal, em disputa que começou pelos seus filhos com bravatas, que ele mesmo veio pedir para que esquecessem e os filhos tinham passado dos limites.

Mas, depois ainda fundaram dentro do Palácio do Alvorada o escritório do Ódio e ainda seus militantes, dentre eles, milicianos, bolsonaristas começaram a agredir jornalistas, mulheres, foram várias até com bandeiradas de plástico grosso calibre na cabeça e corpo e com ofensas morais como a Patrícia da Folha de São Paulo e outros profissionais.

A mais nova façanha dos bolsonaristas capitaneadas pelo Presidente da República, são as motociatas, que inconstitucional, porque ele a faz com fito de repetir em estilo de Caravana em todos os Estado do Brasil, e estamos nos aproximando de ano eleitoral com verba escandalosamente extorsiva e que vai sangrar o erário público nacional, mesmo que sejam os R$ 4 bilhões de reais para a eleição executiva do ano de 2022, é muito dinheiro, visto que as eleições legislativas levaram R$ 1,8 bilhões e o dinheiro sobrou, as despesas foram pagas e a eleição sucedeu de forma elegante, democrática e republicana como alguns gostam de lembrar.

Ele já repetiu que não renuncia e que não sai do governo. Os presidentes do Congresso e Senado, que pertencem ao centrão, mesmo que não participem diretamente de sua base de apoio não encaminham e tampouco pedem seu Impeachment querer levar até as elições a desgovernança presidencial e a governança dos governadores e prefeitos, que falham em suas bases, o caos está lançado no país.

 

Bhte, 18/08/2021

Humanidade desumanizada que caminha para o extermínio climático, tipo dinossauros


"O futuro pertence à jovem guarda porque a velha está ultrapassada". palavras de Erasmo Carlos, cantor, lembradas de Vladimir Lênnin, revolucionário russo, morto precoce.


Malala está em Camapnha contra o Taliban foi vítima direta de atentado atroz e sem precedentes. O mundo é dos jovens, da Jovem Guarda, ela queria estudar. Como a Gretta Tunberg que , mesmo tendo de aceitar e dominar, doença autoimune, começou a lutar, todas as sextas-feiras pelo Meio Ambiente, desmatamento, efeito estufa ou gás carbônico na atmosfera. Tudo isso é prenúncio de que algo haverá de mudar e que o mundo não pode ser da China ou dos USA, melhor ainda na Europa da Alemanha ou Inglaterra.
O planeta é que vai ditar o que deve ser feito não será Taliban e tampouco a Grande Muralha da China, ou os asiáticos, ou orientais. Este domínio do homem sobre homem é histórico e milenar e a humanidade está a se perder em erros, fracassos e olha do retrovisor, corre assustada, pelo final que está tão próximo que as Pandemias agora estão, sistematizadas em séculos e sazonadas em décadas de surtos, epidemias. Leia-se o aparecimento dos vírus HIV, Ebola, MarBurg e tantos outros como o que devasta o planeta da família do Coronavírus ou SarsCov 2, isso mesmo, tanto homens quanto mulheres, mentes brilhantes e intelectualizadas sabem que o desafio da humanidade é o Meio Ambiente, gás ou gases venenosos que soltamos na atmosfera é que são nossas inimigos fatais. Como os venenos que geram gases voláteis para o ar e para a terra, leltais para todo o planeta e contamina terra, animais, o ar, plantas e o homem e a mulher.


É o caos, os governantes não querem ceder. As mentes brilhantes e os iluminados, ou luminares pensam que eles são providos e como tais provedores da ciência, da sabedoria e do total e irrestrito controle de tudo e de todas, quem consegue controlar e erradicar a bactéria que se tranforma em vírus e se retroalimenta com sua proteína, animal, preferencialmente. E, a grande disputa da humanidade, entre ser carnívoro e herbívora, onde grandes homens da história no fim de suas vidas, alguns, optaram pelo vegetal do que pelo animal, não apenas pelo caráter de saúde, mas do preservacionismo.


Essas jovens que lutam para estudar e outra que luta para que o os homens que nos ensinam o beabá olhem também para suas "Cartilhas" de lição que não conseguem ler, ou não entendem, ou se fazem isso não conseguem de maneira nenhuma nem falar, e colocar em prática, impossível começaram a falar e a lutar pelo simples e inalienável, direito e foram, barbaramente caladas, a Gretta pelos meios políticos e governamentais de vários países. Aqui o energúmeno presidente Jair Bolsonaro a chamou de pirralha. Porque ele da altura de seus quase 70 anos, com filhos de 45 anos e na política, comendo do Erário Público e envenenando às lavouras de norte a sul do país e desmatando terras indígenas, invadindo Quilombos e aculturando negros, como o Sérgio Camargos, que segundo lideranças culturais afros como Martinho da Villa, a destrui, tanto que pensa-se em construir outra entidade que represente a cultura e a africanidade do negro brasileiro, ou do afro-brasileiro.


A Malala foi, praticamente trucidada, se salvou, foi feliz, no entando, dentro da mente e do peito, no fundo do seu coração há uma enorme pergunta, como esses homens podem ser chamados de homens, civilizados, pertencerem a humanidade, terem filhos, serem pais? As respostas podem vir uma atrás da outra, sem solução para o problema, sem que ao menos a taxa de 70% de "vacinação em massa" para que a Epidemia e depois a Endemia, doenças que ficam durante décadas, dentro de sociedades populacionais, e que precisam de práticas higienistas ou sanitárias, como medicação, vacinação, voluntários médicos, enfermeiros e outros. Para assim salvar a humanidade, salvar vidas e ainda poderem sorrir com seus filhos na certeza que haverá futuro para eles, água limpa, boa para beber, sem ser contaminada e sem faltar por períodos que temos notícias onde o Nordeste brasileiro já viveu secas históricas de mais de sete anos, e como a inauguração e permanência de novos desertos, que somente com muito trabalho podem voltar a ter água, vegetação, vida novamente. Mas, isso interessa para essa gente, ou a moto, o carro e o sofá venenoso com o aparelho de TV gritando "Loas" empresto a palavra da lembrança da música de Caetano Veloso ..."dos quasares gritando loas...". O ser humano não é o culpado, o cidadão, também não como pontua o Paulo Artaxo, quem não conhece e nem sabe, é cientista, este "jurássicos" seres imaginados sempre em laboratórios com fórmulas malucas, eles existem e falam e sorriem e são seres humanos, igualzinho a todos nós.


A curto prazo ele pensa que a Grande China, se organiza melhor, com combustíveis não fósseis, e que dominam o mundo, como Alemanha e outros países. No entanto, não resolve o Grande problema da humanidade e da natureza que somos todos, seres finitos como a natureza, pegar, tomar emprestado que seja e não devolver ao menos, 50% do que se retirou da natureza é a fatalidade para a geração próxima, ou seja, nossos filhos e até mesmo nós mesmo poderemos assistir e passar todos os tormentos da fome, da miséria, da falta de água, das guerras pela sobrevivência, se imediatamente o planeta de seres humanos que precisam estudar, trabalhar, sonhar, viver não tiverem a liberdade de ter fontes renováveis, inteligentes e permanentes. Para tanto, precisamos multiplicar as Malalas e as Gretas e colocar no seu devido lugar, do ostracismo, os Talebans da vida, os septuagenários Jaires, Putins, Joes, Angelas, Nathanyrou, inclusive nós, os escribas e tantos outros que julgam tão poderosos e acima de tudo e de todos. Há alguns, sem piada de mal gosto, que se acham Deus e por conseguinte, reis, inspirados pela Divindade eterna.

Marcelo dos Santos - jornalista - MTb 16.539 - SP/SP - pensador livre - terapeuta

Bhte, 17/08/2021

Guerra insana por guerra insana, os Talibãs aplicam o terror, arbítrio e ensanguentam seu "povo" ou sua gente, irmãos

Fato condenável o ultraradicalismo, nacionalismo e implementação de regime que retira totalmente a liberdade individual das pessoas. Embora há muito suplantada por diversos regimes desde URSS ao EUA.


Os políticos internacionais estão apavorados porque as ditaduras se expandem mundo afora e nunca deixaram o oriente, mesmo com governos chamados e interpretados como democráticos, como Israel.
Agora cabe ao povo ou sociedade do Afeganistão e muitos outros países destruídos pela Guerra Insana, onde não há respeito por parte dos revoltosos, insurretos e tão pouco pelos países que por motivos geopolíticos e petrolíferos e até mesmo pela ideologia atacaram o povo ou a sociedade durante décadas. Desde 1979 o Afeganistão é o inferno para todos, soldados e habitantes e há resistência, dentro e fora com os Talibãs, que são organizados e carnificistas tal qual o Exército contratado e pago a preço de ouro, petróleo. Argumentam que somente para os EUA essa guerra custou U$$ 3 a 4 trilhões e esse dinheiro saiu de todos os países parceiros dos EUA, quer seja em homens para o exército, em contratos vantajosos e outras maneiras de negociar que o Tio Sam domina mundo afora.


Tanto, é fato, que não houve resistência por parte do presidente em exercício e pelo Exército nacional e querem colocar na conta dos EUA essa carnificina e a implementação do regime duro, que diga-se, o oriente está habituado e não de agora. As punições sempre foram as piores, não há Três Poderes, não existe a justiça com que o ocidente se habitua e tenta exercer em sua plenitude, é a Lei do Alcorão, deturpada, do Antigo Testamento, olho por olho, dente por dente e dedo por dedo.


O que é lamentável é o já era, o banho de sangue, doença, lágrimas, perdas, e a certeza que talvez caiam outras ditaduras como a Síria de Bachar al Assad, em torno, e que outros tipos de governo com a expansão dos árabes no mundo dos negócios possa influenciar para que a sociedade se organize e melhore esses tipos de regimes, violentos e sanguinários, ditatoriais e autocr

Os corruptos voltaram, como as andorinhas, até nas vacinas ganham em negociatas eleitorais

Vacinas Pfizer a queridinha do povo brasileiro, a vacina é pública, e há aqueles que escolhem laboratórios, porque de vacina, que não é remédio, e sim, imunizante, não entendem nada

Ah! Minas Gerais quem lhe conhece não esquece jamais... Na política não é diferente, quem vai tomar vacina, atualmente, porque, a economia nacional, girou em torno de vacinas, compra e não compra, aprova e não. E, se pública e também partiicular. Com a política, das piores, a política suja e partidária do centrão, das coligações, de todos os raios que partam, o cidadão, presumivelmente, inocente, até se provar o contrário, porque a classe média, infelizmente, no Brasil, não gosta de política, não gosta de futebol, não acompanha a economia, porque, também não gosta.


No Brasil estão a escolher vacinas, e isso, serviu de pretexto, PF-Prato Feito, e cheio, para os políticos fazerem suas intervenções políticas, já à cata de votos para as eleições de 2022. E, o Centrão, estes deputados federais, os 40 deputados... que fazem a cúpula do bolsonarismo para que este aprove suas diabruras e loucuras na Câmara, como Lei de Armamento, com 6 pistolas para cada cidadão e 300 projetis, dá para matar mais gente que a Covid 19, que ele não quis comprar a vacina Pfizer que agora é a queridinha, acredito dos bolsonaristas, e dos Postos de Saúde, que mandam para o fundão, ou bairros longincuos daqueles que a pessoa é cadastratada e, às vezes, se tratou, bem ou mal, quando tinha médico, quando tinha remédio, zoonose e outras coisas essenciais para o atendimento decente e constitucional.


Estes cidadãos, na ótica, do centrão, massa de manobra, como também da plutocracia, que se instaurou no Estado de Minas Gerais, a eleição de Romeu Zema, do Partido Novo, que sofreu severa derrota na Assembléia Legislativa, porque os deputados que compõem essa política suja mineira, que voltou com o esfacelamento da Operação Lava Jato e impunidade do deputador federal Aécio Neves, e a absolvição de Lula, de alguns processos, até mesmo Eduardo Azeredo, se viu livre e agora toma suco de laranja com maracujá, em sua mansão ou triplex em BH ou na fazenda, menos numa casinha de sapé. Não se pode esquecer que, Fernando Pimentel, o pior governador do Estado de Minas Gerais, que deixou, segundo Romeu Zema, o Estado de MG, falido, derrocado, pela onda de erros jurídicos e de jurisdição, que o medroso Edson Fachin admitiu, com o viés e fachada, de derrotar o "monstro" tautológico, enfadonho isso, Jair Messias Bolsonaro, que todos os dias dá tiro no pé. Assim , o Lulismo voltou, o PT-Partido dos Trabalhadores, um dos mais corruptos da América Latina, como um dos maiores já construídos, talvez perca em mazelas de corrupção somente para o MDB, do também, incrivelmente, perdoado, Michel Temer que correu humanitariamente para o Líbano, quando explodiu a bomba de amônio no cais de Porto, que sorte, e quanto dinheiro perdido, que seria multiplicado e vendido para a Europa afora.


O cidadão, a cidadã, não acredita que a PBH, está politizando a distribuição de vacinas em Belo Horizonte, e Romeu Zema, no Estado de Minas Gerais. Não acompanham política, muitos sequer sabem o que é centrão, PSD. Mas, o prefeito de Betim, por exemplo, quer rasgar o Meio Ambiente de Contagem e de Betim, com um corte no meio da Bacia Hidrográfica de Várzea das Flores, com o Rodoanel que vai ligar Icaivera a Betim, mas desabrigar, muitos que já estão ao relento, por falta de trabalho e renda para pagar aluguel, desapropriar, provocar a maior especulação imobiliária do século, na área, compra e venda de lotes e terrenos que serão superavaliados, construções que serão erguidas da noite para o dia para receberem indenizações maiores. Afora, o desastre ecolóogico e, até mesmo tuirísitico, que uma área sem suporte algum pode vir a ter com grande afluxo de carros, motos e caminhões que não tinha e não estava preparada. Porque, é impossível fazer obras perfeitas, destruir a natureza da Mata Alântica, que precisa ser preservada em nome das chuvas e contra as secas, que podem ser diminuídas, obviamente nunca o homem terá controle do tempo, como ele pretende, controlar, o espaço, o sol, a lua, as estrelas, vão filosofia pragmática, materialista, modernista e egoísta. Não enxerga, a humanidade, a unidade, o ser humano.


O que tem a ver vacinas com meio ambiente, nada. Isso mesmo, como dizem os grandes e luminares, escritores ou jornalistas brilhantes, é o samba do criolo doido. Tem a ver, sim, com a política e com o Centrão, e quem é o centrão, como disse são 40 deputados, a maioria do PSD do Kassab, outro anjo de candura que carregava, inocentemente sacos de dinheiro do Detran de São Paulo, para seu apartamento, para guardá-los dos ladrões do PCC, e outros malfeitores paulistas, também perdoado pela Justiça e agora depois de apoiar Dilma Rousseaff, na política suja implantada pelo PT-Partido dos Trabalhadores, PSDB e MDB, agora comanda o Centrão e apoia o Jair Messias Bolsonaro e causa mal estar em todos os brasileiros, de norte a sul, leste a oeste, quiando se descobre que o líder do governo, deputado paranaense de linhagem de política, de pai, mulher que foi governadora do Paraná, isso mesmo Ricardo Barros, está envolvido no escãndalo de compra de vacinas de mais de R$ 1,6 bilhões da Covaxin, que Jair Bolsonaro, ontem disse que ele ia depor na CPI da Covid 19 do Senado Federal e que tudo ficaria esclarecido e que depois ele teria uma conversa com ele, Ricardo Barros, uma fala que preanuncia ou sim ou não, chuta, como ele fez com todos os seus seguidores, muitos foram parar na cadeia por causa do centrão como a Sarah Winter e outros, e como a sua fama, seus opositores e correlegionários, como o deputado Luis Miranda, de seu ex-partido, que lhe elegeu, PFL, "Não confiem no Jair Bolsonaro, que ele não respeita e queima todos que se opõem ao que ele quer e manda.".


O centrão está espalhado por vários partidos e em várias diretorias do país, onde chamam de Segundo e Terceiro escalão. O Deputado Federal Arthur Lira, é do centrão, e quando se compôs, o centrão no Brasil atual de Jair Bolsonaro ele já nasceu com a merreca, a mesada ou mensalão, secreto, de R$ 3 bilhões de reais para custeio e manutenção das bases, ou seja, os deputados federais ou senadores que defenderem o governo, contratualmente, de gaveta, apalavreado, estará garantido nas próximas eleições ou seus correlegionários, os suplentes, aqueles que estão nba vanguarda do processo, menos expostas, menos tostinha pelo toma lá da cá, ou seja, a corrução que voltou, porque se tem alguém que voltou, e totalmente demais, no país com todos os políticos algozes do país no passado, essa é a famigerada CORRUPÇÃO.


O Brasil, corrupto e corruptor, é o pior, senão os pior dos países em vacina. Dos Brics, Brasil, Rússia, Índia, China e África do Sul, perde para todos. A ìndia e África do Sul, nem na disputa estão porque, enquanto que a ìndia fez e era líder em produção de vacinas, para vender para o mundo, e não vacinou, sua população, numa atitude criminosa e desqualificada, contra sua população, que é bastante heterôgenea, e quem sabe, o que acontece na China, talvez, desculpe a pilhéria, nem Deus.
E, a desculpa, de Jair Bolsonaro, centrão, de muitos bilionários, ou a plutoclassia brasileira, que quer mandar no país e não quer, não rende 800% de juros em 18 meses, em então não é bom negócio para a bolsa...A desculpa era que não tinha vacinas para comprar, hoje tem 400 milhões da doses de vacina da Barath Byotec e estão discutindo a corrupção na licitação e os por fora que alguns migues ganharam e o contrato não se efetivou. Mas, o Jarir Messias Bolsonaro colocou nas mãos a bagatela de R$ 1,6 bilhões, isso mesmo igual o dinheiro da Contribuição Social do INSS, que nunca é investido e pago em benefícios do INSS e sempre dá prejuízo ao Brasil, falimentar.


É, a Guerra Civil, calma, é o golpe militar do Exército de Branca Leone, de Jair Messias Bolsoanro, acreditam todos os democratas, todos os políticos, luminares e célebres analistas, que não. Os juristas, possuem a certeza de todos os cesáres, não. Porque, o país já vive, não de fato e de direito, o retrocesso democrático, autocrático e discricionário, com as policias a trabalhar para a plutocracia, para os políticos poderosos, para os governadores que lhes dá frota de veículos, armamento e salários melhores. O Brasil e a democracia, já foram para o saco, como gostam de usar essa expressão chula, há exatamente, uma década. Os corruptos voltaram, como as andorinhas, mas fortes, robustos do que nunca, só que o tempo, o carrasco de todos, o juiz severo de todos, e a Pandemia da Covid 19, também, e muitos não passarão.

Marcelo dos Santos - jornalista - terapeuta - livre pensador - (MTb 16.539 SP/SP)

 

Bhte, 08/07/2021

 

ARTIGO

Marcelo dos Santos


Por que o Ministro Braga Netto, das Forças Armadas e Jair Messias Bolsonaro e seu Exército não aplicam o Golpe Militar tão sonhado e os AIs, retornam


Impressionante como O Bracorrupçãosil se posiciona perante os escandâ-los, financeiros, de ética, moral e acima de tudo de humildade e reconhecimento de erros, onde o governo federal e seus ministros são infalíveis e as Forças Armadas e as policias, competentes, justas e honestas. Quando, todos os fatos, apontam e demonstram, o contrário, extremos, entre a mentira e a verdade, pólos opostos, que não possuem luz, energia, mentira, negacionismo, discricionarismo, a verdade, energia, esperança e na Pandemia, vacinas no braço dos brasileiro e fim de conversa.


O Exército de Jair Bolsonaro e Braga Neto, o general que liderou por 12 meses forças do Exército no Rio de Janeiro e conseguiu, prender e não punir nem um miliciano. No entanto, o atirados do Exército conseguiu matar um catador de papel e um músico. E, a bandidagem continuou, os milicianos prosperam e até prédios edificados por eles caíram e nada, o mal feitor está foragido.
É, o exército de BrancaLeone, baseado no Exército que Miguel Cervantes, pensou e escreveu na Idade Média, satírico, ironia e fraco e sem força para nada. Porque, é sabido por todos que Jair Messias Bolsonaro, é fascista, negacionista e, atualmente, é chamado, até em Londres, nas projeções na Torre de Londres, de GENOCIDA. Há, ainda, processo no Tribunal Internacional de Haia, onde a conduta de Jair Bolsonaro frente a Pandemia, que diz respeito a todos os países do planeta terra, ele ainda, responderá por crimes de responsabilidade humanitária com todos os países, ataques, injúrias e, agora, conforme se evidencia na CPI da Covid 19, promovida pelo Senado Federal e através de aprovação de requerimento de dois Senadores Randolfe Rodrigues e Kajuru, que ele chama a CPI dos 7 bandidos.


As Forças Armadas foi instada, provocada e acidulada a se voltar contra a fala, a declaração, e até mesmo, desabafo do senador Omar Aziz que é criticado do Zézinho à Mariazinha, e justamente, pela galera do Fake News e do pessimismo, de que a CPI iria virar pizza, que a CPI tinha virado Circo, e que no último ato, prisão de ex-funcionário do Ministério da Saúde, indicado pelo padrinho, este sim, processado pela Receita Federal pela falta de declaração de R$ 2,2 no Imposto de Renda, Líder do Governo na Câmara Federal e líder do Centrão, algo em torno de 40 parlamentares, que sustentam o governo, no famoso e corrupto, (Toma Lá da Cá), Ricardo Barros, figura carimbada do governo e do Estado do Paraná, de família de políticos, casado com ex-governadora. Enfim, a honestidade desde deputado federal em quinto mandato duvidoso, sempre com mais de 100 mil votos.


Essa equipes de "fake news", ou mentirosos, que é feio usar esse termo, disse que a CPI esvaziou e que vai rachar. E, essa mesma CPI, que prendeu o Ricardo Dias, não prendeu Dominguetti, Cabo da PMMG e até o general do Exército Eduardo Pazuello, em respeito à família dele e do general, àss Forças Armadas, porque ele mentiu, como agora o MPF-Minstério Público Federal, está declarando publicamente, que o minsitro Eduardo Pazuello faltou com ética, moral e que, sim, há provas que ele atrasou a compra de 70 milhões de doses da vacina do laboratório Pfizer, que poderiam estar nos braços dos brasileiros, de alguns, que morreram, da trágica lista de 528 mil mortos, que na epóca, era em torno de 132 mil e aumento, mais de 10 vezes durante o período que ele foi o ministro: "Ele manda e eu obedeço" onde o Ele manda é o 01, que a ex-cunhada e a mulher de Queiróz, a Márcia, se referem em áudio e vídeo, o 01 da rachadinha, que demetiu seu irmão porque ele não devolvia todo o dinheiro, somente R$ 2.000,00 ou 3.000,00 e nunca os 6.000,00 de rachadinha de 2018 a 1999 que Jair Messias Bolsonaro, recebia de todos seus Assessores que pode ter chegado a 60 ou 80 e até mais. Ele não pode ser imputado por isso, porque é presidente, mesmo assim, ainda há tramitação que pode instar o STF-Supremo Tribunal Federal, em plenário a analisar e dar um parecer se ele pode ou não esclarecer, essas somas que podem ser de milhões, fortuna. Sabemos, ainda, que ele não vai responder nem a carta do senado, da CPI da Covid emitida pelo senador Osmar Aziz.


Nessa missiva Aziz pergunta ao presidente se o deputado Luiz Miranda mente ou se ele fala a verdade sobre a compra das vacinas junto com a empresa Precisa, que é empresa atravessadora, não há nada de ciência no seu trabalho, junto a Covaxin, essa sim, laboratório indiano (Anvisa reprova laboratório- Bharat Biotech da Índia que produz a vacina ...). Ao valor de R$ 1,6 bilhões, o que daria para comprar, centena de mansões que o senador Flávio Bolsonato, comprou em Brasília, ao valor de R$ 5 milhões. Não foi pago, porém, muito grave, importante e que ninguém liga, o dinheiro saiu dos cofres públicos, do BNDES e está parado, isso evidencia, que seria pago na transação de super faturamento de compras de vacinas Covaxin que saiu pelo valor mais alto do que a Pfizer que demorou mais de 10 meses para assinar o contrato e a dose sai a R$ 10,00 contra, 60 dias em média, com a dose R$ 15,00 cada dose aplicada no braço do brasileiro. Sendo que parte desse dinheiro, ou seja, R$ 5,5 ou 6,00 iriam para a Covaxin e o restante iria para empresas fantasmas Off Shore, como eles chamam, pelo mundo afora e depois, da rapinagem, algum tempo depois, como fazem os ladrões de banco, jóias, ladrões... fazem, roubam e aguardam 12 meses ou mais para gastar ou vender o produto do roubo. Lamentável saber que isso existe no Bra-corrupto-Sil, em plena pandemia, totalmente contrário, a todos os países do mundo, desde os organizados, aos mais desorganizados.


O pior de tudo isso, que a gancge, os bandidos, possuem de tudo para se proteger, e mesmo a CPI, que se esforça, esmiúça e toda a parafernália de comunicação e de tecnologia que se tem atualmente, não se consegue provar, com fatos, com declarações e denúncias, como a que derrubou Fernando Collor de Mello, o Ministro Antonio Palocci, ministro da Economia e da Casa Civil de Lula e de Dilma Rousseaff, e outros, onde se conseguiu a ponta do novela do emaranhado de linha que o Gato, embaranhou e deixou a sua dona sem a malha para o frio. No caso do brasileiro, sem vacina no braço, sem emprego e renda para sustentar seu aluguel, seu filho e filha, esposa, mãe e pai e sem comida no prato. E, até mesmo, a esperança, se foi para o ralo, para o esgoto que se formou no Brasil, em nome do poder, eleições, e principalmente, a chave dos cofres públicos.


Não é resposta, é intuição, é por isso que o Exército BrancaLeone de Jair Bolsonaro, dono de um Exército, dentro do Brasil, que se tornou armamentista e aprovou por Decretos 6 armas e 300 balas e um fuzil para cada brasileiro e brasileiro, enquanto falta arroz com feijão, carne, verduras e frutas na mesa destes brasileiros. Como o emprego e o salário que a maior distribuição de renda em vida útil que um trabalhador pode ter e luta por isso desde que o capitalismo foi implementado pela Revolução Industrial, e as sucessivas edições liberal, neoliberal, e outras que não vingaram.


O Expército ou as Forças Armadas de Jair Messias Bolsonaro e de seu ministro da Defesa Braga Neto, estão amarrados, no cipoal, que eles armaram e permitiram, para enrolar o Brasil e o brasileiro, na AmazÔnia com desmatamentos, onde hoje há gangues de bandidos, milicianos que lutam contra índios, mulheres e crianças e idosos. Contra a população que sofre com o desmatamento e venda ilegal de madeira e o garimpo ilegal e predatório de fauna e flora e envenenamento de rios, igarapés, enfim a morte, em nome de um falso e acientífico desenvolvimento sustentado para o agronegócio brasileiro que pode ter super safra e perder preço internacional e ainda, perder toneladas de alimentos por pragas ou secas. Como já perde algo em torno de 30% de alimentos desperdiçados no país.


A conclusão, que ninguém quer aceitar, e não provam também, há vacinas no mercado, havia vacina no mercado, e o governo federal não quis comprar para enfiar cloroquina e hidroxicloroquina, ivermectina e azitromicina na população que ainda estava atordoada e crédula nas promessas de um homem que parecia responsável e lúcido, com perfeito juízo para exercer a Presidência do Brasil, o que provou por várias vezes, ser irresponsável e até mesmo, afeito a frequentar o psicólogo e se aconselhar devido tantas bravatas e dizeres incoerentes com o cargo e com a Pandemia, que ele chamou de gripezinha e resfriadinho.


A Covaxi, se comprova, não vacinou os indianos, A ìndia, é a favor da quebra de patente, que está para sair no Brasil, talvel ainda este ano, com pagamento de valor simbólico, não totalmente gratuita, o senado deve rererendar em voto e caberá ao Jair Bolsonaro aceitar ou não. Mas, ele, com seu ex-minsitro do Exterior eram contra e rejeitaram inúmeras vezes, talvez, seja para passar essa boiadinha de R$ 1,6 bilhões que ou ex-ministro Ricardo Salles se referia, quando aumentou o desmate e abate de milhões de árvores, invasão de terras indígenas, e conflitos entre os povos isolados.


Então, a vacina existe, há no mercado. Os USA vacinaram 70% com a primeira dose, a maioria de sua população, enfrenta agora, os desafetos do governo Joe Biden e correlegionários de Donald Trump que perdeu as eleições, não era contra a vacina, porque comprou 100 milhões de doses para vacinar os norte-americanos e caiu devido a supremacia e suas declarações e denúncias de mulheres, e até mesmo, contatos com grupos Russos que participaram das eleições norte-americanas, bem como, o mesmo que Jair Bolsonaro faz no Brasil, duvidar das eleições, do voto eletrônico, de usa lisura. Que pode ter erro, mas nunca será de maneira que possa impedir um presidente eleito, nas ruas, pelas cores, pela fala, vontade, como em alguns países de índole ditadorial, como os bolsonaristas possuem e que foi conformada com a redemocratização do pais. Ditadura Nunca Mais, Batimso de Sangue, nunca mais. O Brasil, precisa ser livrar de homens e mulheres corruptos e começar a desenvolver a inteligência de seus cidadãos, na educação, na saúde, na ciência e tecnologia, na infraestrutura, nos salários, os contratos, sérios, nas prestação de serviço, correta, séria e competente.


A vida, o ser humano, a humanidade, gerações, a paz, o amor e o futuro. Tudo isso, é coisa, séria e não pode se deixar levar para a doença, para a idiotice, homens e mulheres sadios se tornando diariamente, parvos,. doentes e sem perspectivas de mais nada, nem mesmo, a morte que a Pandemia, anuncia, mas com todos os meios para se salvar as vidas que perdemos diariamente, lhes faz jus.

Marcelo dos Santos - jornalista - terapeuta- livre pensador.

 

Bhte, 11/06/2021

O PT - Partido dos Trabalhadores querem que a juventude que adere espontaneamente ao Movimento Fora Bolsonaro "carregue piano" para sua volta, ou de Lula, ao PODER

É espúrio e contaminante o que o PT e Lula estão promovendo com a esquerda legítima e militante "gratuita" no país, por amor próprio e, consequentemente, ao seu próximo.


Guilherme Boulos em São Paulo, em votação de bloco, creio, se for de premissa única, acredita-se que haveria até plenária ou Congresso, vai como anúncio, escantear, isolar a oposição em não apoiar o PT, que frisa-se, é uma dos maiores partidos do Brasil, da América do Sul, e riquíssimo em contribuição e de militância partidária. Não é como o Psol, expurgado do PT, em sua maioria de base, que militou para construir o PT de raiz de graça, cotizava com 10% do salário e organizava de Festas a Atos e reuniões e sempre as passeatas onde a vida ficava nas mãos do acaso e das balas da PM, ou melhor das rachadas de metralhadoras.


Marcelo Freixo, marco junto com Marielle Franco no Rio de Janeiro, vai para essa Frente Ampla e coloca o Brasil no maior risco histórico de cometer os mesmos, até piores erros, que levou o país ao Golpe de 1964, a discussão desgastada e mal acabada de Comunismo, de esquerdismo, que infantil e nocivo.


Lula poderia ter sido candidato, como foi indiretamente, mas foi preso, a ONU defendia isso, muitos defendiam, ele foi preso, e ainda restam mais de nove processos judiciais que ele terá que responder. E, sua candidatura que é para enfrentar o Bolsonarismo, que agora está colocado como monstro poderoso a ser combatido e que parece invencível, se não for Lula, para derrotá-lo, tese que aceito, porque tenho a certeza que vai dividir o país, e mesmo aqueles que não entendem de política, e julgam que Lula foi o melhor presidente do país, ou aqueles de Sampa que defendiam Paulo Salim Maluf, com o disto "Ele rouba, mas ele faz", infame e ultrajante para com o trabalhador e pai e mãe de família que defendem o pão de cada dia com seu trabalho e suor.


Ontem, participei como pessoa, como alguém que ainda dá valor a vida de meu semelhante, porque se não der este devido valor, não valorizarei a minha - [Fora Bolsonaro] #AOVIVO | 4ª Plenária das Lutas Populares rumo ao #19jForaBolsonaro-. Neste ato viritual fizemos uma saudável e unida e profunda discussão para o Ato de 29 de maio, que surpreendeu em 360 graus, a todos. Inclusive aos Partidos políticos constituídos que depois do ato estão Aparelhando este Movimento, que não é espontâneo, mas surge de outras cabeças, menos comprometidas com o tal do PODER. No dia 29 de maio, na av. Amazonas, ao lado do ex-cine Brasil, do carro de som, um petista, talvez certa lideranã de MG, gritava apoio ao PT, não vou vaiada, no entanto, recebeu gritos de que não era hora, o movimento era para FORA BOLSONARO, Impeachment, Vacina no Braço do Brasileiro, Renda Mínima e outras reivindicações do cidadão, constituído e de direito garantido.


Infelizmente, no jargão futebolístico, querem que carregue-se piano para eles novamente, e querem que a "ESQUERDA", genérica, e isso se faz pelas suas lideranças, que já destrói o que nunca conseguirão construir sozinhos pode passar séculos, por um momento de auto afirmação. Porque a História ainda cobrará a verdade aos partidos brasileiros que não deveriam ser partidos políticos devido ao alto grau de Corrupção na qual se envolveram desde seus militantes até sua legenda, o que é o PT, atualmente, partido de legenda eleitoral, eleitoreiro, como o PSDB, casos como o de Aécio Neves e outros, Democratas, PMDB, mudou até de sigla de tanta corrupção e tantos outros partidos menores como PP. Não deveriam mais existir como partidos constituídos, como no futebol, deveriam estar extintos ou na terceira divisão política, como não existe. Seria, o Fora partidos corruptos.


Lamentável, que numa reunião, como a de ontem, apenas para pontuar, ao invés dos discursos serem de organização, o uso da máscara legalmente conquistado, que Jair Bolsonaro coloca em risco com discursos que beiram a delírios, não vamos discutir apoio e assinatura de monção para a ex-vice de Haddad Manoela, não discutimos sobre segurança e pedido com carta ou desasagravo à PM de Pernambuco-Recife para que não se repita no Brasil, nunca mais uso de balas de borracha e gás lacrimogêneo, contra civis, desarmados, trabalhadores, velhos, mulheres, crianças. Porque isso não é coisa de homem, de instituição da envergadura da PM brasileira, isso é coisa de gente covarde de soldade de guerra e quem sustenta e paga essas balas que cegam, podem matar, são estes civis que estão sendo indenizados e nunca sua auto estima e confiança no ser humano e no brasileiro será resgastada. Não fizemos, uma carta pedindo que acabe com esse sigilo de bandidos de 30 anos, de 100 anos que matam, exterminam "bandidos", mas matam seres humanos, matam pais e mães e irmão juntos, com a dignidade, a auto estima e o amor.
Não o PODER fala mais alto, ficamos tão cegos quanto aqueles que defendem o poder pelo poder, de armas, mentiras e corrupção.

Marcelo dos Santos - jornalista- (MTb 16.539 -SP-SP-, terapeuta e pensador livre.

 

Bhte, 02/06/2021

Duas médicas Mayra Pinheiro e Nise Yamaguchi, especialistas, enrolam a CPI do Senado e ainda jogam para o futuro as mortes por cloroquina no Brasil, mais de 30 óbitos, diretos

Mayra Pinheiro levou um carrinho de documentos e artigos e enrolou de cabo a rabo a CPI de Covid 19 do Senado Federal, Dra. Nise Yamaguchi levou também calhamaços de artigos. Mas, na realidade dos 500 pacientes que trata com Cloroquina, 300 são reumáticos, possuem indicação até de bula para cloroquina. No entanto, 200 são Covid 19, que não possui e é um universo de pessoas, tratadas, muito pequeno para universalizar o tratamento no Brasil. Isso feito, morreram 26 pessoas em Manaus, Amazonas, não foi porque excederam na cloroquina, hidroxicloroquina, ivermectina, azitromicina é justamente a mistura destes medicamentos que competem em toxicidade entre si e aumenta ainda mais a toxicidade da cloroquina que provoca taquicardia, enquanto que a ivermectina destrói, a glândula mais potente do organismo, o fígado. Então essa associação é mortal para o coração e o fígado e outros.
Estudos sérios, publicados na Revista Lancet, de medicina e ciência, apontam estudos em mais de 50 mil pessoas, a cloroquina não passou no testes duplo cego ou randomizado, em todos ela apareceu como maior índice de taquicardia.


Dra. Nise Yamaguchi, traz em sua fala e teimosia em defender este tratamento emergencial, como Mayra, as características irresponsável de Jair Messia Bolsonaro que não quis comprar vacinas, aliás, ela disse em vídeo e não se arrependeu de que "...Não se pode usar vacinas em grupos de risco.", o absurdo está em que as mortes elas comentam como excesso de uso do medicamento e não pelo efeito do medicamento e afirmam ambas que precisam e mais estudos e que no futuro, talvez quando estivermos com 1 milhão de mortos e o pessoal da saúde extenuado, com as esperanças reduzidas ao pires da mão de IFA chinês, ou remessa de doação de vacinas dos USA, quem sabe, de um milagre feito pelos neopentecostais.
Tanto a dra. Nise quanto Mayra, não falam e nem lembram do Dr. Anthony Wong defensor da cloroquina e hidroxicloroquina que falaeceu vítima de complicações renais, o ano passado. Simplesmente, inclusive, fazia parte de todas as reuniões de médicos, como o que está preso do Egipto por Assédio Sexual e vai ficar preso, ainda, por mais de 3 meses, cumprirá a pena, ninguém fala nada em nome deles.


Não comentam, o médico pernambucano, com comorbidades, ele era diabético, que discutiu com alguns colegas e depois, mesmo com um parecer contrário ao uso, usou e horas depois sofreu uma parada cardio-respiratório e enfartou, não resistiu. Na televisão, havia pastor e apresentador de TV, que defendia o bolsonarismo e o uso indiscriminado da cloroquina, que chegou a esgotar nas farmácias, também veio a óbito, subitamente, usava e fazia propaganda, irresponsável, como Jair Messias Bolsonaro da cloroquina, hidro, ivermectina e outros. De todos eles os mais inocentes e com indicação em bula, é a Azitromicina, porque é da classe dos antibióticos, pode ser usado para inflamação e infecções, não se sabe se da gravidade das inflamações e infecções que atacam os pulmões e deixa a pessoa completamente sem respiração e sem vida.
Estes dados são de pesquisas mundiais sobre o vírus, apelidado Covid 19, e muito importante, porque não se deve e nem precisa usar remédios altamente lesivos e tóxicos como a cloroquina para a Pandemia de Covid 19, ou especificamente a infecção; "Estima-se que 80% dos quadros variem entre assintomáticos e leves, 15% sejam severos, com necessidade de internação hospitalar, e que os 5% restantes sejam críticos, dependendo de uma unidade de terap...

Leia mais em: https://saude.abril.com.br/blog/com-a-palavra/hidroxicloroquina-e-azitromicina-contra-a-covid-19-o-que-ja-sabemos/".
Com tantos efeitos colaterais, muito mais nocivos para a saúde e sem a certeza científica de associação de cloroquina ou hidroxi com azitromicina, é razoável que os médicos prescrevam esse tratamento aleatoriamente "Devemos ressaltar que tal medicação não é isenta de risco. Pelo contrário: arritmias cardíacas (potencialmente fatais), pancreatite, hepatite e problemas na retina são alguns dos efeitos colaterais.

Leia mais em: https://saude.abril.com.br/blog/com-a-palavra/hidroxicloroquina-e-azitromicina-contra-a-covid-19-o-que-ja-sabemos/?".
Na questão, muito debatida, onde Dra. Nise Yamaguchi, chamou a CPI de demonizadora da cloroquina e perseguidora dos médicos que prescrevem a cloroquina ou tratamento de kit emergencial. Os médicos, o pior de tudo, ela se respalda no Conselho Federal de Medicina, que se acovardou diante da pressão do Presidente da República e saiu com esse disparate que chega a ser socialmente um estelionato intelectual. Porque o médico não possui nem por lei e nem por direito, essa autonomia de prescrição. Quase todo o médico possui anuário farmacológico, onde é publicado tudo sobre o medicamentos, pesquisas, laboratório, uso, testes randomizados, efeitos colaterais e adversos.
Por certo, se o médico tivesse essa autonomia seríamos presas do alienista médico e todos estaríamos presos em manicômio como no conto de Machado de Assis, onde o médico psiquiátrico da cidade de Barbacena, encerra até ele, depois de caracterizar todos os municipies como alienados ou loucos. Já imaginou, se a categoria médica resolve pela sua autonomia de prescrição, prescrever medicamentos que saem da cabeça deles, que eles julgam porque trataram, 200 pacientes com relativo sucesso e sem provas materiais concretas de efeito do medicamento, em toda a população como a panacéia. Porque a cloroquina, hidroxicloroquina, viraram a panacéia para a Pandemia no Brasil, e, sabemos que não é, muito menos a teoria aceitáveil e plauzível da Big Farma, nem a eles, interessa que a cloroquina seja o medicamento ideal para controle da Pandemia.

Marcelo dos Santos - jornalista - MTb 16.539 SP/SP

A noite dos cristais moral, no Brasil, jornalistas vigiados

"Não é caminhada de um grupo que faz Impeachment andar". Como não é um presidente do Congresso, comprado, partícipe do Centrão, que todos conhecem na política brasileira, como carguistas e deletérios à economia, que faz Impeachment andar. A conclusão, é a ética, a moral, honestidade e acima de tudo; 'vergonha na cara', que na política brasileira bolsonarista, é para bem poucos. Onde a PGR - Procuradoria Geral da República, julga lícito presidência da República com a Abin monitorar jornalistas, vigiar escrita, fala e comportamento diante das irresponsabilidades do presidente acidentalmente Jair Messias Bolsonaro e seus ministros, que agora adotam a Copa América como desvio de opinião pública da Pandemia, em nome, de 4 estados e de sua economia, onde a infecção pode viralizar mais ainda para todo o país na Terceira Onda. Isso é a noite dos Cristais, moral, no Brasil. Nazismo puríssimo de alta qualidade.

 

Bhte, 28/05/2021

Breve história da Pandemia prova que não é a vacina ou medicamento milagroso a solução e a lógica prova

Resultado de imagem para penicilina Resultado de imagem para penicilinaResultado de imagem para penicilinaResultado de imagem para penicilinaResultado de imagem para penicilina
Acima a cadeia de produção da penicilina que combateu a Tuberculose e parou de morrer tanta gente boa como Noel Rosa...

Os cientistas não param de pensar e trabalhar para combater a Pandemia de Covid 19, parece, porém com o efeito das vacinas e a aplicação por países como USA e outros, os governos e sociedades se acalmaram e os medicamentos e o protocolo ficaram em segundo ou últimos planos de combate.


Mas, vamos enfatizar aqui a história, recente da Pandemia pelo Vírus Sars Cov 2, ou Covid 19, e o protocolo de Whan, vamos chamar assim: Hospital de base, com respiradores ou CTI atualizada ou completa, medicamentos usados e conhecido pelos médicos ou pessoal de saúde em geral, como farmacêuticos e laboratórios. E, por último, lock down ou confinamento, ou ainda, literalmente, todo mundo ficar dentro de casa, aeroportos, portos e rodovias, até mesmo farmácias, dentro de casa, ou fechados. Somente hospital de Campanha ou hospital especializado para Covid 19, Forças de Segurança Especializada, e trabalhadores exccialíssimos, onde não pode parar a mão de obra, comunicação, médicos, segurança pública(parte), supermercados ou alimentação, restrição para todos outros tipos, até mesmo sacolões.


Em São Paulo, segundo o dr. Dimas Covas que anunciou e informou aos Senadores da República do Brasil, sobre o sucesso do controle da Epidemia no município paulista de Serrana, os resultados oficiais saem, na semana que entra, ele adiantou que os resultados são excelentes, quanto a eficácia da vacina e a diminuição de internações e óbitos na população mais afetada no início e durante a Pandemia, os idosos de 70 anos em diante.
No entanto, a pretensão aqui não é relatar sucesso das vacinas. Isso quem acompanha os USA conhece os resultados fantásticos e os cientistas que quase enfartaram para produzir a vacina em nove meses, estão colhendo os parabéns e o orgulho de seus familiares, autoestima elevada. Os laboratórios tiveram suas ações elevadas.


O confinamento, dentro do mapa de contaminação e o período de vida do vírus em superfícies de 24 a 72 horas, em metais. Então sabemos algo muito importante o quanto vive o vírus. Como sabemos de imediato que ele exposto a base ácida como o álcool ou água sanitária, ele dura mentos ainda ou é eliminado, em poucas horas. Por isso, a higiene com água e sabão, é a primeira indicação e na falta, o álcool em gel, este para aderir e adentrar na pele de imediato e fazer efeito mais prolongado e rápido.
Como, os estudos demonstraram que há uma curva de transmissão do vírus Covid 19, não podemos esquecer que até agora os vírus, com alta letalidade, como o vírus HIV+, não tem cura, mas tratamento e a base de internação e medicamentos, curativo, mesmo.
Estes evidenciaram que as pessoas pegam o vírus através do contato humano direto e a maior tansmissibilidade é aérea. Então vieram as máscaras, rejeitadas, porque são incômodas e afetam a respiração de qualidade do ar e sua combustão. No entanto, não prejudica a saúde e nem tampouco a combustão que o ser humano precisa para viver, oxigênio, gás carbônico expelido, hemoglobina enriquecida e sangue vital circulando do coração ao cérebro e membros superiores e inferiores e nos órgãos e glândulas. Enfim, o milagre da vida e da engenharia do corpo humano.
A ciência, depois que italianos desobedientes abriram um cadáver e fizeram autópsia e constataram que o vírus atacava os pulmões, que havia trombos sanguíneos e que as pessoas estavam morrendo por falta de ar. Parece, que em Wuhan já tratavam as pessoas com entubação, a terrível e último procedimento.


Para parar a enrolação vamos direito ao assunto. Este período de 7 a 21 dias de contato com o Agente Transmissor, que somos todos nós, todos do médico à vovó, inocente em casa fazendo o delicioso bolo de fubá com queijo. Este período é o período que temos para descobrir o Agente Transmissor que sabemos que pode transmitir se ele não for identificado para mais 10 pessoas ou até 100 pessoas, e com a triste constação de casos raros, pessoas com anticorpos pode hospedar o vírus e até transmitir. Ainda tem essa, pode fazer o teste e no período de 21 dias testar negativo e ainda assim estar com o vírus e sem sintomas. São os chamados assintomáticos, que pode depois ter os sintomas, mas não precisar de entubação.


Bom, ao saber disso de novembro de 2019 para janeiro até março de 2020, os chineses fizeram sua estratégia para combater o vírus em Whan e, em toda a China, várias das cidades super populasas chinesas, tiveram o vírus. E, como foram os primeiros a dissecar cadáveres, a estudar o vírus. E, ainda, como sua estrutura política é de Partido Único, não vamos entrar no mérito ideológico, pegaram o lock down ou confinamento como a primeira ação de eficácia, devemos acreditar que eles usaram a estatística lógica para evidenciar depois de 60 dias, o resultado positivo. O confinamento ou LD, total foi feito e ninguém saia de casa, ninguém foi trabalhar, rezar ou meditar e acender incenso, ninguém foi em restaurantes, (este suspeitos desde o primeiro surto de outro tipo de Coronavírus, carne suína.).


A lógica é simples, é quase regra de três, ou estatística. Hora se tenho o vírus que vive 72 horas em superfícies, se tenho o vírus que dentro do ser humano devido ao Sistema Imunológico da pessoa se estiver ativo e forte pode esconder e combater o vírus por 7 dias ou mais. E se tenho outra certeza de que em 28 dias, tenho casos de contaminação pelo vírus através de sintomas, terríveis e que atacam, principalmente os pulmões, os dois que levam para entubação e este, em muitos casos, para o cemitério. Então o confinamento total é a minha primeira solução para Pandemia, não há outra, visto que vírus não há remédio, conhecido e que faça a prevenção. Aliás, todas as doenças conhecidas pela ciência atual não existe a prevenção eficaz, há como o profissional recomendar a vitamina C para previnir a gripe pelo vírus Influenza, como a nutrição com alimentos vitais, menos gordura para evitar entupimento das artérias, no entanto há calcificação. Bom, o confinamento. A lógica, se ficar com minha população confinada ao menos 30 dias e para ter certeza 60 dias, vou ter sucesso no controle do vírus, entrando com a medicação que conheço, mas com uma arma novíssima, os testes, setorizados e até de 4a. geração, importante para ter mapeado o raio de ação, dentro das possíveis 72 horas a 7 ou 8 dias de infecção ou de até 28 dias. Este período possui diferenças, entre 21 dias a 28 dias, mas está na régua.


É certo esté método como a vacina que depois de aplicada as duas doses e aguardado o período de 30 dias, o efeito ou anticorpos estão ativados e a pessoa que se contaminar não terá os mesmos sintomas fortes, poderá não ser entubada e até não morrer, como geralmente está ocorrendo. Não erradicou o vírus a vacina que temos e provavelmente, os cientistas não querem assustar a população recalcitrante, principalmente, teremos que tomar vacinas por um período que ainda ninguém sabe, somente o vírus e sua inteligência se ele se tornar forte e mutagenar pode ser que todos os anos por período de uma década a prevenção populacional mundial será a vacina contra as variáveis do Covid 19.


Então, é muito especial, que os governos, como o brasileiro, principalmente o Ministério da Saúde faça essa Campanha, ou tripé de Whan, dar certo aqui no Brasil que tem 6 menos população que a China, que controlou e agora está começando em ritmo acelerado, talvez, no caminho dos USA, a vacinar sua população. Porque a Pandemia que assolou todo o mundo e principalmente a Europa e USA, a China controlou com o tripé: Hospital de Base, Confinamento, Medicação. Depois veio a máscara e o distanciamento. Tudo em 60 dias de lock down total.
Na história, ainda, não podemos esquecer na gripe espanhola no remédio usado, entre 2018 a 2020, totalmente a base de planta natural, a mesma usada para a malária, chamaram de Grippina, espécie de Tintura Mãe feita da planta Quina, hoje muito estudada, descoberta e usada ainda na Homeopatia, com sucesso para a malária, obedecendo o princípio de mesmo elemento curando o semelhante. E, outros.


Ora, há lições históricas ainda. Por exemplo, vamos lembrar da tuberculose, essa devido ao bactéria gram-positiva Mycobacterium tuberculosis ou Bacilo de Koch, espécie de protozoário, ou um animal primitivo, calma que não é nenhum dinossauro, desculpe a piada de mau gosto. Tuberculose ainda mata milhões de pessoas e infecta outros milhões no Brasil e no mundo. E, ataca os pulmões. A penicilina, depois de descoberta pelo cientista Alexander Fleming, é que começou a melhorar a Tuberculose, como as campanhas de vacinação. Como se sabe, sarampo, coqueluche e outras doenças infecto-contagiosas, onde campanhas vacinais são obrigatórias até mesmo para viajar e entrar em determinados países, como a Febre Amarela, e outras.


Com isso, a conclusão é que, as drogas, sem ser misturadas, como coquetéis que se tentou com a cloroquina(ATACA CORAÇÃO), ivermectina(ATACA FÍGADO, SENDO QUE TODA DROGA ATACA FÍGADO E RINS), Azitromicina, antibiótico, talvez de classe não indicado e muito ou pouco potente contra a infecção. Enfim, os medicamentos usados em pneumonia ou doenças pulmonares graves, que podem resultar em tratamento, de longo prazo, dentro da curva de 7 a 28 dias as pessoas com sintomas de Covid 19 poderiam e acredito que estão sendo tratadas.


Em suma, a nutrição, acompanhada por nutricionista, as vitaminas sintéticas do complexo B e outras, quando administradas por médicos e de laboratórios excelentes em suas produção e miligramas, bem administradas e estudadas. Tudo, pode dar maior suporte ao Sistema Imunológico, e a pessoa, pode se infectar e os sintomas não fazer com que ela seja entubada ou venha a óbito. No Brasil, a nutrição está ameaçada pela ganância do governo federal, ministério da economia e agricultores que ficam milionários durente a Pandemia com os preços, jamais cotados em cotações em dólar no exterior, e aplicada na população, onde 457 mil pessoas perderam o direito para a Covid 19 e governo brasileiro de ter a vacina aplicada em seu braço, e a esperança de passar por mais uma provação terrena.

Obs. Não sou cientista, apenas terapeuta, antes jornalista, e todos os dados, são fatos históricos, onde a lógica destes fatos apontam, para o ápice, ou resumo, de que a Pandemia não é controlada apenas com vacinas e remédios "milagrosos" ou kit emergencial.

Marcelo dos Santos - jornalista - MTb 16.539 - SP/SP

 

Bhte, 25/05/2021

Dra. Mayra Pinheiro, alcunhada de capitã Cloroquina junto com Bolsonaro, o capitão, mesmo com boa intenção, não contribuiu em nada para o combate eficaz da Covid no Brasil, tumultuou e muito

Porque ela é tida como mau caráter, fake news: No áudio, Pinheiro dizia que "tudo deles envolve LGBT" e que "eles têm um pênis na porta da Fiocruz", que "todos os tapetes das portas são a figura do Che Guevara" e as "salas são figurinhas do Lula Livre, Marielle Vive".

Mayara Pinheiro - capitã cloroquina - durante depoimento à CPI

Qualquer pessoa pode criticar qualquer coisa. Precisa saber o que essa pessoa representa dentro daquilo que ela faz a crítica. Qual o interesse pessoal? econômico, moral e outros? A dra. Mayra, enquanto cientista farmacêutica, PHD, química e afins. Não possui, sequer canudo, vivência que lhe trouxesse experiência. E, ainda, usa frase do capitão cloroquina, cuja aliança fez o Brasil motivo de chacota mundial, por usar a Cloroquina e outros medicamentos não recomendados pela baixa eficácia em massa, pode curar uns ou outros, mas em massa é mais letal do que curativo.
OMS-Organização Mundial da Saúde, como a ONU, nunca e nem foi pensada e fundada para se imiscuir e gerenciar governos. Portanto, a rebeldia e falta de educação cultural faz com que a dra. Mayra Pinheiro seja incógnita científica no Ministério da Saúde, principalmente, por defender algo que a maioria, senão, todos os países do planeta, não recomendam e nem usam, a cloroquina e seus derivados e outros medicamentos. E, são palavras dela que médicos são perseguidos. São perseguidos os que são, mesmo, pelos óbitos, talvez pelo fantasma das pessoas que morreram.
Outro defesa da cloroquina, totalmente infundada e desarrazoada, que os senadores não percebem, é a dosagem tóxica à qual ela se referiu e matou somente em Manaus, mais de seis pessoas. Isso não existe, a droga quando sai do laboratório, quando sai o comprimido ele é de tanto miligramas, se passar, há todo o protocolo de se evitar a intoxicação ou a toxicidade falada e repetida pela doutora ou capitã Cloroquina, que título infeliz.
A toxicidade ocorreu também quando inalada que matou mais quatro pessoas no Rio Grande do Sul? Ela, é doente crônica e usa cloroquina e a hidroxicloroquina, para as doenças que conhecemos desde 70 anos, malária, reumatismo ou artrite-artrose, lúpus eritematoso.
A OMS cessou a pesquisa, porque USA, União Europeia, Alemanha e outros países de tecnologia de ponta, como a Índia, os indianos são da big farma mundial, um dos maiores produtores de medicamentos e vacina. Eles usaram cloroquina e/ou kit emergencial? Poderiam eles são os melhores na atividade e a sua população ainda não foi vacinada e agora começam e não mais querem vender para o mundo enquanto não vacinar sua população de nada mais do um bilhão e quinhentos milhões de alma, vivas, claro.
Essa senhora chegou a construir um "Construtor" ou aplicativo para praticamente administrar cloroquina e outros fármacos em que tiver com Covid 19, viajou para Amazonas e implementou e além disso treinou, obviamente, com dinheiro público, isso que não fica esclarecido, porque é tão evidente, essa aventura bolsonarista de cloroquina, foi feita por ela, que se diz professora, e pelo dinheiro público que jorrou das burras do governo que possui verba secreta para deputados e senadores da República de mais de R$ 3 bilhões de reais, enquanto paga a miséria de Auxílio Emergencial, salário mínimo, dos mínimos e custeia o desemprego de mais de 14.500 milhões de trabalhadores, se família, mais de 30 milhões de almas que passam necessidades de toda a ordem, inclusive, água e luz, cortados, moradias, despejos e desagregação familiar.

Como o ex-ministro da saúde, Eduardo Pazuello e o Jair Bolsonaro, presidente irresponsável do Brasil, eles não afirmam que são categoricamente pela pandemia de rebanho ou infecção por rebanho. Mas, literalmente, tudo que fazem, suas ações jogam a população uns contra os outros e para essa solução que nem solução é, mas sim desastre, e cadafalso para a morte, sem oxigênio, sem vacinas, sem testes e com a falsa ilusão e esperança de que a cloroquina salvaria as vidas daqueles que não aguentaram o contágio com o vírus e sucumbiram.

Mayra Pinheiro, ou a doutora, já possui tudo aquilo que ela merece. Já processada por Improbidade Administrativa, no entanto, ainda alicerçada pelo irresponsável Jair Bolsonário ela ainda é funcionária do Ministério da Saúde, porque o atual ministro não manda, ele também, é um pouco da turma de Pazuello, ele recomenda. Não é possível depois de centenas de pessoas em Manaus e interior do Amazonas, morrerem pela falta de direito de todo ser humano, ar, em doença pulmonar, o gás medicinal, oxigênio. Essa senhora, oportunista, por cargo, salário, notoriedade ainda se obriga, e é secretária de educação no Ministério da Saúde, é mesmo a desfaçatez da desfaçatez, não tem outra explicação. Existem, mesmo, variados tons nas cores e nas doenças mentais, não pode deixar de ser, não gostaram da comparação com o nazismo, mas o partido de Hitler, era nacional socialista, e falava somente em nome do povo alemão, e queria com uma guerra, colocar o povo alemão na direção mundial do planeta terra, dominar tudo, porque, segundo a eugenia, o povo alemão de olhos claros, pele branca, estatura alta, era mais inteligente, sábio e portanto eles pilharam os judeus e os mataram em câmaras de gás, em campos de concentração. A bondade, revestida de segundas e más intenções.

Marcelo dos Santos - jornalista - MTb 16.539 SP/SP

 

Bhte, 02/05/2021

Milicianos sustentam a base ideológica neoliberal de Jair Bosonaro e exploram o pobre, que está aniquilado

É tanto verdade que verdade isso que o general Braga Netto que foi comandante em Chefe para reprimir e eliminar as milícias do Rio de Janeiro, matou foi pessoas inocentes, mendigo, morador de rua. E, hoje, é Ministro da Defesa, em óbvio, pagamento aos serviços não prestados no Rio de Janeiro e investigação e aniquilamento das bases dos Milicianos que está justamente na PM e na Polícia Civil e até nas forças armadas, na época mesmo, foi pego um sargento que era traficante, com o carro cheio de maconha e cocaína, desmoralizou o Exército nacional e antes haviam pego um sargento da Aeronáutica e adido do avião que transporta o presidente e sua comitiva em viagens internacionais, outra desmoralização, está internacional.

Agora a ideologização da milícia vai muito além, ocorre quando eles começam a ostentar e a entrar para a sociedade civil novamente com o dinheiro que eles exploram dos pobres e favelados e dos que vivem na periferias que pagam o gás, a luz, a água suja e podre de algas, e até por apartamentos e terrenos onde podem construir seus barracões ou prédios que acabam caindo. Não é a milícia que constrói, a milícia é o garantidor com ARMAS e enfrentamento aos traficantes de que empreiteiros, ou pedreiros, vão fazer o serviço pesado, eles ficam com a maior parte do lucro, justificando a violência de matar seus inimigos, gerados por eles mesmos.

Sempre tive esse ideário é preciso fazer uma revolução de infraestrutura no Brasil, a começar pelas favelas de todo o país, isso gera emprego e renda e acaba com redutos de criminosos, muito pé de chinelo, que praticam pequenos furtos e vivem de oprimir desde a mulher, filhos e parentes e os vizinhos próximos, mas não são de nada, não passam de pessoas inseguras, sem objetivos de vida e que ainda se escondem atrás do pentecostealismo como "arrependidos e protegidos por Deus". Este cenário é perfeito para tudo: Máfia, todas elas, narcotraficante, milicianos, militares que fundam "esquadrões de extermínios", no Rio de Janeiro, parece que normal matar crianças jovens, chamam de "bala perdida" e reclamam algumas vezes na televisão e saem em manchetes de jornais e até abril já foram 6 crianças, um de dois anos de idade, mortos assassinados por bandidos ou policiais.

Os favelados, infelizmente, dado a estrutyura de abandono que fundou as favelas, pelo próprio estado, fazem alianças ou são "amiguinhos de bandidos e agora de milicianos, que colocam como moralizadores, homens de família, e a bandeira e outras é essa: O Estado falhou conosco. Nós não falharemos com vocês. Estamos aqui para garantir, casa, trabalho, gás, luz e tudo quando precisarem.".

Nesse ponto posso concordar que começa a se transformar em ideologia que vinha tem muito tempo com a tese do "Governo paralelo ou estado paralelo", mas como são PM e ex, Policiais Civis, aposentados e outros, a ideologia é fraca ainda, ai sim, recai em cima do bolsonarismo, que usa os milicioanos e espalha armas e terror pelo Brasil e afronta a organização do Estado e principalmente o Poder Judiciário que não consegue prender, julgar e setenciar estes milicianos protegidos e se sente ameaçado desde ao status quo e ao Direito de exercer o Direito e as garantias constitucionais que fala em DIREITO, os quais Bolsonaro e turminha de miquinhos adestrados falam sempre, "O brasileiro, ou pobre que passa fome, precisa escolher que ele quer DIREITOS ou trabalhar". E, ele já respondeu certa vez, há muito tempo, no meu governo ele não vai ter tanto direito como se tivesse trabalho, hoje estamos na marca terrível de 14,400 mil desempregados, entre famintos e miseráveis, que pede 0,10 centavo de esmola para comer de tomar cachaça e que não sonha com mais nada e não levanta nem o olhar para reclamar de nada. O povo brasileiro está sendo massacrado por bandidos e políticos malucos que cospem no prato que os alimentou e os fez ascender socialmente na vida.

Leia este estudo do professor Alckmin da PUC do RF e do deputado Marcelo Freixo do sobre este assunto, e o mapa de onde Bolsonaro tira votos: https://diplomatique.org.br/matriz-ideologica-da-milicia-e-o-fenomeno-bolsonaro/

Marcelo dos Santos - jornalista.

 

04/04/2021, Bhte

Afirmar que a vacina era falsa e liberar de pena os Empresários é na Força do dinheiro, mesmo, vergonha nacional para a Justiça mineira

Obviamente que tinha que ser LIBERADA depois do maior HC da história da saúde em Minas Gerais. As vacinas apreendidas e todo o material são falsos. Mas, a vacina aplicada nos empresários, familiares e empregados do staff da empresa, eram verdadeiros. Esses empresários são ratazanas do Transporte Público, cobram e aumentam passagens e mandam fuincionários embora como estrume.

Em plena pandemia eles deixam carros no páteo e aglomeram sem condições de higiene mínima, ônibus lavados e horários regulares.

Agora vem me dizer que tomaram VACINAS FALSAS E A r$ 600,00 cada unidade, não se pode acreditar nisso. Essa mulher e seu filho levaram muito dinheiro para casa e no final esses tão alardeados 15 anos não darão em nada.

PARA OS EMPRESÁRIOS OTÁRIOS BRASILEIROS, QUE PAGAM IMPOSTOS PARA MORRER, E VOTAM NA DEMOCRACIA PARA SEREM ENGANADOS, A convicta liberdade do dinheiro que achegaram na Polícia Civil, advogados e até alguns DESEMBARGADORES ou juízes diretos. É escândalo esse processo e desonra a Justiça Mineira e a Polícia, também.

Leia mais sobre a soltura e as maracutais que estes empresários engendraram de um dos maiores frafrantes onde vizinhos filmaram a vacinação: https://www1.folha.uol.com.br/equilibrioesaude/2021/04/justica-concede-liberdade-a-mulher-que-teria-aplicado-injecoes-em-empresarios-de-minas-gerais.shtml

 

Bhte, 31/03/2021

Carta para Ana e todos aqueles que tombaram vencedores contra a Ditadura Militar safada e sangrenta

 

Grande Ana Miranda, arquivo vivo de 4 anos de cadeia, torturas e toda a Ordem de Abusos, conheci o presídio Tiradentes, era menino quando do golpe, 7 anos, mas cresci vendo e ouvindo presos no Dops da Estação Carlos Prestes, onde tinha a rodoviária ou jornal Folha da Manhã. Onde estouraram um carro e foi um estrondo e onde hoje, é a cracolândia, parece coincidência né, ou são os espíritos revoltosos da época...
Penso de tudo quanto sofreu e fala nessa entrevista que a você, me permita, parece uma menina de 16 ou 20 anos que começou a lutar pela verdade, justiça, paz e amor e não pelo dinheiro fácil da corrupção e poder.
Vejo que outros militantes cansaram e pararam de lutar e como os militares são organizações institucionais eles se mantém e ditam as regras. Nunca vão pedir desculpas, aqui no Brasil, nem com Lei, o "machão" brasileiro não pede desculpas.
Então esse desinteresse e áurea de militante, exilado, sequestrador e a volta e a redemocratização passou e todos se acomodaram e pararam de lutar, de organizar e pensam que tudo se resolveu e que as gerações que não sofreram tortura e nada tem por obrigação de mudar as coisas e como a senhor frisou agora são os negros, a ordem econômica manipulada para fazer com que as pessoas adoeçam porque se comem pouco ou alimentos sem vitalidade e que apenas engordam, ficam fracas e adoecem e morrem mais cedo.
Não estou culpando ninguém. Veja só, hoje fique contente e triste ao mesmo tempo. USa-Nova York aprovou lei de uso recreativo da maconha e depois da lei regulamentada todos os negros e latinos presos por causa da maconha, com penas, serão perdoados e estarão livres e ponde reiniciar a vida. E quando isso chegará ao Brasil, daqui uns 5 ou 10 anos, quando perdermos mais uma geração de jovens nas favelas e periferias abandonadas pelo Poder Público, ausente propositalmente e presente da propaganda política de prefeitos e governadores que dá nojo o tanto que eles roubam os impostos.
Por exemplo, o transporte público coletivo poderia ser autuado para colocar carros e os usuários usar todos com distanciamento. Aqueles que não quisessem que entrasse os perueiros ou Vans, iam controlar ou até acabar com o desemprego nesse setor. E até cassar concessão.
Este é o poder do Estado que tanto falou, opressor, na saúde, na educação, no tranporte e na comida.
Eu com 57 anos que tenho de entendimento político se é que posso colocar esses 57 anos que é o número do estúpido Golpe Militar de 1964, nunca vi Ministério da Economia proteger Exportador e colocar o dólar flutuante entre R$ 6,00 a 5,00 é a primeira vez nesses meus 63 anos que vejo tamanha sacanagem com o pobre, com o trabalhador, com o consumidor. Deveria ter a Lei de Compensação onde nós consumidores pudéssemos fazer tipo de associação e comprar nossa comida de fora, isso mesmo Exportar, que pagaríamos mais em conta do que no mercado interno.
Me solidarizo com a senhor e agradeço esse seu ato generoso depois de tudo que passou e de vir em público e falar de peito aberto e não se esconder atrás de memórias, filmes e solidão. Demonstrando medo para esses milicos que não são de merda nenhuma, são todos uns cagões, saíram do meio de uma mulher como a senhora, cheios de placenta, nojentos como eles são até hoje, que pensam que são donos da vida, que são donos da vontade das pessoas e das ideias e das ideologias e que eles são os maestros e os instrumentos dessa banda podre chamada Ditadura Militar feita por militares da Forças Armadas e por essa porca e feia PM-Polícia Militar, que até hoje é nojenta e porca, como a Polícia Civil, porque mata seus filhos, negros, mulatos, morenos, pobres, putas, viciados e tem aqueles que ainda acharcam as biqueiras, forjam prisões. A canalha, a escumalha o resto do coco.
Até a vitória Ana, sua luta não foi em vão, como a morte de Jesus Cristo, contra judeus ignorantes e bárbaros e romanos soberbos, militares bastardos que não sabiam o que faziam. Abraços e saudações...
Gosto
Comentar
Partilhar

Comentários


 

Bhte, 28/03/2021

É muita cara de pau desse Conselho, eles não são os brasileiros ou 38% que morreram ou morrerão sem assistência, carinho e tratamento

A discussão que deveria ter sido feita logo no início de fevereiro quando Amazonas colapsou totalmente e faltou oxigênio é na questão de voltar com os Hospitais militares ou não de Base com CTIs. É a única forma de dar dignidade para as pessoas, esses leitos mesmo de internação para não ficar nas filas de espera de 200 pessoas e ter um leito com enfermeiro e médico, medicamento e oxigênio se traduz em CARINHO, ATENÇÃO E SOLIDARIEDADE. Esse desprezo e descaso no setor público para com esse carinho aos pacientes, aos cidadões(as) é imperdoável, e ao meu ver até questionável juridicamente como foi feito em Modena na Itália depois da primeira epidemia. Isso mesmo processar a municipalidade, o estado, o governo federal sobre a OBRIGAÇÃO DE FAZER, estes hospitais de base militar ou não, é uma dos principais pilares, viga mestra do protocolo de controle de epidemia em Whan, alardeado mundialmente e que em 60 dias controlou a Epidemia que virou Pandemia.


Não é possível enxugar gelo todos os dias e semanas e ver somente o número de vítimas aumentarem e as autoridades em briga e discussão política de quem será candidato, e idiotas da imprensa em geral, das mídias modernas colocaram suas fichas no Dória, ou Lula, no Bolsonaro. Ora, o eleitor consciente, principalmente pós Pandemia, que contar 10 pontos ou fatos negativos de um Candidato a presidente da República, mesmo que conte, outros 10 positivos, não tem condição de votar com segurança e com a certeza que terá um governo que o país precisa e que o cidadão merece. Essa é a realidade desses candidatos atuais, todos venais, todos se apoiavam e se amavam e com a Pandemia viraram inimigos, mas do necessitado que levaram a condição de pedinte, de miserável.


A inflação da comida, da carne, da gasolina e do gás - com os caminhoneiros que poderiam ter feito uma paralisação na tentativa de controlar, lambendo e apoiando as botas dos generais e do capitão, que acha que é general. Como em Mianmar onde mandam matar até criança desarmada de 5 anos, civis desarmados onde espancam em ruas públicas e matam como formigas.


A ora é de salvar vidas, seja com Hospital, oxigênio, respirador e vacinas, mas salvar vidas e acabar com esse quadro de aumento de mortes e pessoas se assistência. O quadro de horror e ainda publicam em letras garrafais, parece que exibem com orgulho que entre 38% ou mais pessoas mortas por COVID 19 não tiveram sequer socorro médicos e hospitalar, ou seja, não foram assistidas e nem receberam carinho, atenção. Quem é brasileiro nessa situação?

Marcelo dos Santos - jornalista - MTb 16.539 SP/SP - terapeuta e pensador livre

 

ARTIGO


Os países organizados investem em Infraestrutura e o Brasil há 50 anos não e pensa o normal aos brasileiros


Abaixo vou publicar trecho de projeto de um país que parece o Brasil, que precisa tem anos e anos a fio de investir em Infraestrutura básica de água, esgoto, lixo e não consegue porque não dá votos, imaginem isso, há décadas o país sofre com a falta de água para 40% das pessoas, ficam sem água, ou tomam pouca água, banho e cozinhar alimentos, tudo complicado e com as contas sendo pagas.


"Infraestrutura . A peça central do pacote é um conjunto de propostas para melhorar a infraestrutura do país, incluindo dinheiro para estradas, pontes, acesso à banda larga e casas e carros elétricos com eficiência energética. Muitas das provisões de infraestrutura estão “diretamente relacionadas à luta contra as mudanças climáticas”, disse nosso colega Jim Tankersley. “Os funcionários da administração veem essencialmente esses dois objetivos - construir uma infraestrutura do século 21 e fazer a transição para um futuro de baixo carbono - como inseparáveis.”
Não chamei a atenção, porque queria e lessem, essa preposição é para o governo de Joe Biden dos USA para seu primeiro quadriênio que precisa ser implementada no primeiro ano de governo. Não é política, é economia, milhões de empregos e de dólares investidos. E, algumas das infras, é de alta tecnologia, como carros elétricos, a energia sustentável que conta com a energia eólica e solar por placas voltaicas colocando o país no século XXII com energia limpa e renovável e com respeito à natureza que requer mão de obra especializada, bons salários, enfim o que faz e economia girar e melhorar a vida de todos.


No Brasil, precisam inventar a roda primeiro. Para começar a investir em Infraestrutura os políticos e governo federal sempre lança a ofensiva de aprovar pacotes bilionários primeiro de investimento de mais de U$ 40 bilhões, os quais todos sabem onde vão cair na sua maioria, quando não na totalidade, nas grandes e megas Construtoras.
O geração de empregos no geral, porque a cadeia de produção da infraestrutura mexe com empregos desde economista, engenheiros, indústria de base e agora a de alta tecnologia ou TI, onde a infraestrutura precisa colocar TI em todos os projetos para economizar e economizar, ou seja, tempo, dinheiro, dinheiro público e com isso aumentar a qualidade de vida, com mais saúde em favelas e bairros de periferias insalubres e regiões ribeirinhas onde as moradias de palafitas são verdadeiros criatórios de bactérias e de doenças para rios e peixes.
Sempre penso e afirmo, o país atualmente e com a Pandemia se reforça muito mais a tese, vai prosperar e até mesmo se desenvolver ou ganhar mercado e dinheiro, é com o resumo, a restrição de gastos, enfim sempre que gerar a economia para a economia, no sentido estrito da palavra, o país vai gerar riqueza para o país.

O maior exemplo, é o da saúde, cada R$ 1,00 lançado na infraestrutura de maneira responsável e de retorno imediato para as populações carentes, há retorno e economia de R$ 4,00 se colocar infecções, inflamações, internações, médicos e enfermeiros, exames e até cirurgias, em casos extremos. O investimento consciente, que se resume, na plancheta, na ponta do lápis, na matemática, traz ao país recursos adicionais tirados da sociedade que ele não tinha, somente quando coloca o jovem para estudar e sabe que ele vai ter emprego e com salário melhor e que ele terá onde trabalhar para prosperar o país. Isso mexe com gerações futuras e permeia o orgulho bom para muitas outras gerações, não ao contrário como fazemos hoje, onde promovemos corruptos e criminosos e o crime se justifica na religião e quer se perpeturar como alternativa C ou D, para a população carente e desassistida que que fôra expulsa ou nem frequentou direito o Paraíso de privilégios da Classe Média, que aupicia através de empregos melhores, educação e com seus diplomas muitos comprados ou financiados por cargos com salários melhores, apartamentos melhores em bairros com infraestrutura razoável autorizados pela Prefeitura local afoita em cobrar seu IPTU e outras taxas e emolumentos e a infraestrutura do imóvel, como saneamento básico, mini estação de tratamento de água, água de reuso em condomínios e até residências, a luz solar, com as placas voltaicas, que estão super em conta, com minis estações de energia para chuveiro, ferro de passar roupa, enfim quase toda a iluminação noturna e diária da residência. Assim, as empresas cuidariam da infreestrutura do interior e da rural, levando melhores benefícios.


Os USA, é a primeira economia do planeta, junto com a China, a segunda. É esse o projeto que os norte americanos vão perseguir e aprovar no Congresso e se conseguir implantar e aprovar o mínimo necessário estão reeleitos, porque quando o trabalhador procura ou é procurado para trabalhar e sabe que o único jeito de ganhar dinheiro honesto e de distribuição de renda em seu país é este, trabalho, criatividade com a iniciativa privada. Não a lenga-lenga que a classe média brasileira que gosta demais de privilégios, na tal de MERITOCRACIA ou seja, aqueles que tem QI, ou melhor sem piada nenhuma, o Quem Indica, o deputado, o vereador ou foi adepto ou correligionário de candidatos à presidência da República que venceu e por direito, qual? Em detrimento de todos os outros.

Com esses dados pesquisados na internet e oficiais de 2019 pode se concluir que o Brasil se transforma paulatinamente em uma Grande Favela, leia e reflita e em todos estes municípios começasse o Plano de Infraestrutura para o Brasil Crescer e Desenvolver: "Números evidenciam realidade. De acordo com a estimativa, em 2019 havia 5.127.747 milhões de domicílios ocupados em 13.151 mil aglomerados subnormais no país. Essas comunidades estavam localizadas em 734 municípios, em todos os estados do país, incluindo o Distrito Federal.19 de mai. de 2020".


Então já imaginou! Faz rapidamente as contas que acabaríamos com os nossos 14 milhões de desempregados tão rapidamente que a nossa preocupação seria outra, a falta de mão de obra, o super reaquecimento da economia e o consumismo que deveria ser dirigido para a educação, saúde e outros bens além dos mais idealizados pela folgada e cúmplice classe média instalada e de pulo para a classe alta e a classe média insurgente dos picos de falsos crescimentos que o país projeta para enrolar e estruturas reptícias lucrarem e ficarem trilhonários com o erário público e o trabalho do brasileiro. Atualmente, com tantas mortandes pela Pandemia, se fosse pesquisado o universo de Pertencimento do brasileiro ao Brasil, como pátria e, principalmente como brasileiro, o brasileiro iria refletir e ficar indeciso quanto ao pertenciamento à nação Brasil, a dúvida em cada um que morre, sem oxigênio, sem leito, sem socorro, nos braços de filhos e parentes. Faz com que aqueles que olham sintam essa falta, como eu sou brasileiro se quando eu mais preciso não tenho a mínima assistência, não sou reconhecido com cidadão, ser humano que sempre foi e é útil ao pais, até mesmo ao planeta, enquanto natureza.


Quanto muitos lerem estes artigo pode ser que economistas e engenheiros e políticos venham a pensar e a publicar seu projetos. Mas, no mês que vem acaba tudo e tem ainda aqueles que ainda diante de todo esse quadro trágico vá dizer, olha essa conversa de Infraestrutura não é bem assim. Os países melhores organizados possuem isso tudo que se pleiteia e estão morrendo de Febre Amarela, Sarampo, agora na Pandemia, a Europa sucumbiu. Sim, mas não sucumbiu na fome, não promoveu e promove o caos e mais fome e miséria no planeta. Todos os países do Planeta que pagam salários justos para seus políticos, seus juízes e seus trabalhadores e empregam o Erário Público ou fruto da união de seus povos, resultam em países com crianças que possuem futuro, esperança é uma palavra que eles guardam para ocasiões solenes e graciosas e não como apelos Divinos para que o pior não venha se abater em todos, os brasileiros.

Marcelo dos Santos - jornalsita - MTb 16.539 SP/SP -, terapeuta, pensador livre

 

Bhte, 14/03/2021

Com Auxílio pago já teríamos vencido o lockdown " perfeito" fazem política e pagam em Abril

 

O Brasil é considerado atualmente pela OMS - Organização Mundial de Saúde, à qual Donald Trump cortou verbas, e o qual Jair Messias Bolsonaro, louvava, como país de risco e toda a semana afirmam suas preocupações para com o Brasil e não para no país notícias como a do Consórcio ou união dos Estados nordestinos de compra de 40 milhões de doses da vacina Spunick que é igual a novela política chinfrin de quanto será pago de Auxílio Emergencial com mais de 2283 mortes diretas por infecção de vírus Sars-Cov 2, por falta de leitos, equipamentos e profissionais treinados e aptos emocionalmente para tratar estes doentes quase que em fase terminal.

Como podemos chamar isso de país? Onde o presidente da República aglomerou quase que o ano inteiro, quando era preciso regular as viagens em portos, aeroportos e rodovias nacional, ele viajava e com vasta comitiva como a que foi para Israel e levou uma tremenda refrega, um ministro de Estado, sem advertido publicamente para que usa-se a proteção, ou a máscara enquanto estivesse em público junto com autoridades israelenses, que contraditoriamente estavam ensinando como eles tinha conseguido erradicar e controlar a virulência do vírus em Israel em nível acima da média mundial, e com vacinas, distanciamente, confinamento rígido e de todos, máscara, higienização de mãos e corporal e vacinas.

Donos do poder e da verdade

Enquanto que nos USA o pacote de U$$ 1,9 trilhão de dólares, seguro desemprego e ajuda emergencial de quase R$ 8 mil reais e na Inglaterra, segundo reportagem da Band, são R$ 20 mil reais de Auxílio Emergencial, sendo que com R$ 500,00 faz-se compras no supermercado para uma família de 4 pessoas e ainda de quebra leva-se a tradicional cervejinha para casa e assim relaxar no lockdown. Aqui no Brasil se discutiu e provocou a nação com R$ 250,00 que não serve nem para enfiar naquele lugar que não faria efeito algum.

Agora imagine enquanto na Inglaterra sobra um troco de R$ 19.500,00 depois de se alimentar e tomar uma cerva, aqui no Brasil R$ 175,00 ou 250,00 ou até 350,00 e sem exagero, porque tem a passagem de transporte coletivo caríssimo no país em plena Pandemia, que não para de subir, desculpa é a lata do dólar e da gasolina e diesel. Então, esse auxílio máximo que não se aprova e nem se paga, fica nos sonhos das pessoas que vai ter que enfrentar ainda a burocracia para atualizar a porcaria do Caixa Tem que tem tudo menos o dinheiro do Auxílio Emergencial, que nem merreca, esse dinherim não vai dar para comprar a Cesta Básica que está orçada em R$ 560,00 como disse acima, com o transporte caro de pelo menos duas pessoas, acabou os R$ 600,00 e não tem cervejinha, nem carne, nem peixe, nem costelinha com quiabo e angú. Que país é este estamos vivendo?

Com os comerciantes colocando os políticos que estão trabalhando por Força de decisão do Supremo Tribunal Federal, isso mesmo, fosse por razão e vontade destes políticos, olha o exemplo de um médico e professor em medicina na Universidade Federal de Juiz de Fora, renomada instituição de ensino federal no país, e Secretário de Saúde do Estado de Minas Gerais, que resolveu tomar a vacina contra Covid 19 e vacinar, nada mais, nada menos, mais 823 agentes concursados e lotados e não da Secretária do Estado da Saúde, como caracterizou em fala antes de implantar uma CPI, isso Comissão Parlamentar de Inquérito para uma sumidade política e da medicina, que morreu dizendo que tinha feito isso para servir de exemplo para a população brasileira, que segundo pesquisa entre 15 países está em 90% de afirmação para tomar a vacina. Os brasileiros estão ajoelhando e pedindo a Deus que chegue essas vacinas e que eles sejam vacinados.

Então nesse clima ainda tem comerciante chorando no Brasil todo que vão deixar de ganhar R$ 20 mil por mês, porque estão parados por 21 dias enquanto que o pai, a mãe deles, a filha ou a esposa podem estar perambulando por um leito de CTI e atendimento para seus entes queridos e sua mãe, avó ou avô que precisava tomar a vacina estava na vez dele não tomou por o secretário Carlo Eduardo Amaral Pereira da Silva, preferiu ele tomar e seus miquinhos imbecis que seguiram o secretário idiota e egoísta.

O Governador Romeu Zema, sequer se dignou a aparecer em cadeia nacional ou colocar seus assessores, todos mentirosos, que pode ter tomado do veneno, comida a maçã do paraíso que a Eva ou secretário da saúde, lhe ofereceu ou foi uma Conspiração de Estado onde o governador está no meio e também tomou a vacina e vacinou os seus, porque a vacinação foi na calada da noite à sorrelfa como se fala quando pessoas fazem coisas erradas, terroristas urdem seus planos malefícos de explodir seus corpos e gentes com ele em nome de Alá ou Maomé, ou de seu Deus único.

Então, seu Auxílio Emergencial pago e já gasto, o povo pobre e sem comida, sem carne, sem contas pagas e sem aluguel pago, sofre e se desespera e nada por eles é feito. Fazem política e quiça consiga esse povo sofrido passar por todas essas agrúras com Deus no coração e com a Fé nele mesmo que já passamos coisas iguais e quando sair forte, obviamente com essas perdas irreparáveis que choramos todos os dias como brasileiros irmãos. Venha se conscientizar e dar uma banana de braço para Jair Messias Bolsonaro, seu generais e militares, e ministros ladrões e safados, ladrões de índios, quilombolas, ladrões do dinheiro nos supermercados com dólar alto e gerando inflação, ladrão de carestia do preço da carne. Ladrões mil vezes ladrões porque roubam até a paz, o amor e a razão do pobre e sofrido povo brasileiro que é desmoralizado por goverantes neoliberais, que nem isso chegam a ser, porque são neoliberais para aumentar a fortuna de bilionários e as próprias fortunas.

 

Marcelo dos Santos - jornalista - terapeuta e pensador livre - (MTb 16.539 SP.SP)

 

 

Bhte, 07/03/2021

Refletir o vírus Covid 19 é mudar Este, qoe é mais fácil, é não, mudar por que?

A Pandemia e a covid 19 são chamados de desgaça. O ser humano não consegue enxergar o caracter de agente revolucionário que o vírus Sars-Cov 2 ou Coronavírus ou covid 19 possui em sua trajetória terrestre que parece que veio para ficar e isso incomoda muito mais do que a morte, renúncia da vida, na Pandemia dos revoltados que preferem um dia à eternidade da humanidade.


A revolução tecnológica, inegável com o advento da TI ou tecnologia inteligente, tanto que foi possível, ao ser empregada em larga escala, na sua totalidade, no estudo e fabricação de vacinas para combagter o vírus avassalador que pegou o planeta terra em longitude e latitude, isso de norte a sul, de leste a oeste do hemisfério sul ao norte, aos pobres, principalmente, aos ricos, aos jovens aos velhos, em predominância.


Revolução é mudança, e a quantos desagrada a tecnologia da internet, e outras. Como a Covid 19, sendo apenas um agente, porque já tivemos a Gripe Espanhola, levou esse nome porque na Espanha saiam notícias censuradas de mortes e mais mortes nos USA em 1918 a 1920, que não soube lidar com o vírus influenza ou N1H1 e que hoje também sofre e padece com o vírus Sars-Cov 2, e perdeu milhões de vidas diárias ao ponto de morrer oficiallmente mais de 4 mil pessoas todos os dias em 24 horas. Uma crise humanitária sem precedentes na história da humanidade no berço do capitalismo moderno, da democracia vigilante e ao mundo pos moderno.


Entretanto, que revolução é essa social, política, qual a sua classificação? Não existe porque somente o aspecto de mudança e com sofrimeto, com a desgraça que mentes desesperadas falam sem sentir o que falam. Porque traz, sangue, morte e muito choro, dúvida, enfim o terreno plano e fértil para a maldade ou maldades dos diabos, dos demônios.


Ora, noutro dia, certo amigo envia um post e nele o link para que ouça um iogue que resumindo fala em 12 minutos algo em torno de "Como posso mudar este se não consigo mudar este aqui. Não se consegue mudar este se não se mudar este aqui". Engraçado e é isso que ocorre com a Covid 19 e as pessoas em geral. Como você pode conseguir mudar a turma do nemnem, ou seja, Nem Estuda e Nem trabalha, e que ainda apoia Jair Bolsonaro e recita seu número de campanha e o analisa como uma pessoa que tem um jetinho de governar. Será que o benefício de Bolsa Família, para pessoas jovens que entram na fase produtiva e de já quase formar em alguma especialidade, pode sustentar todos os comprometimentos que a idade e o futuro dessa geração precisa e terá desafios enormes pela frente, ou se institucionaliza a pobreza, e a miséria e a dependência eterna do Estado Pai e Patrão, que muitas das vezes prefere uma boa rodada de toma lá dá cá e de corrupção do que levar o pão e o leite para casa e pagar o aluguel.


Não pode a Covid 19 ser agente revolucionário poroque o mesmo prefeito de Florianópolis, um dos estados mais bonitos, e que propagandeia mundo afora suas 56 praias cada qual mais linda e aprazível para turistas do mundo inteiro ir para Cancun nas suas férias programadas anuais.. Talvez cumprindo uma promessa para sua mulher e sua família e ainda sentindo o mesmo pensamento daqueles jovens que não recusam um corrida de moto, de carro, uma Rave, Balada ou comemoração do time que chegou à final ou galhou um campeonato envezado, que nunca deveria ter existido, mas existiu. Sim, o pensamento, vou morrer mesmo, então vou viver, talvez o último dia.


É porque o pensamento inrefletido só pode ser este, o da renúncia da vida humanitária, porque egoisticamente se renuncia a vida ao descartar o zelo para com o outro e a renúncia de prazereres que a posição e o dinheiro podem facilitar. O que não deixa de ser forma abstrata de suícidio ao saber a realidade mundial, o vírus anda, é volátil e não há droga para combater, somente vacina, pelo mundo todo como a mensagem que abre o Manifesto Comunista de Karl Marx que aterrorizou a Europa do século XIX: "Um espectro ronda a Europa - o espectro do comunismo. Todas as potências da velha Europa unem-se numha Santa Aliança para conjurá-lo: o papa e o czar, Metternich e Guizot, os radicais da França e os policiais da Alemanha.", forte, tão forte que burguesia treme até hoje e muitos governos de reis e rainhas, caíram prostrados à teoria marxista colocada em prática pelo comunismoo pragmático.


Então quando se fala em mudança ai fere a carne do homem e da mulher, o homemse julga até hoje, com todas as leis de matar em nome do amor, a mulher. O qual ele identifica como objeto seu, sem ter comprado, ter recibo, escritura, embora antigamente chegou a mesma humanidade a objtificar o ser humano com títulos de propriedade de escravos homens e mulheres negros, principalmente ou espoojos de guerras. Mesmo com o Código Penal, mesmo com os Dez Mandamentos, - Não Matarás -. O homem mata a mulher como os chamados terroristas matam e se explodem em nome de Deus.


Tudo isso teria solução se a mulher e o homem, paracem de mentir para si e para outrem para justificar erros, a traição então. Como pode a mullher se prostituit, roubar e ser casada ou namorar e ainda se impor diante da sociedade como alguém que requer todos os seus direitos e coage o mesmo homem a aceitar e a colaborar com ela e ambos se traem e transformam os desafios da vida e da existência meros joguetes em suas mãos que se tornam bambas, moles pelos vacilos, pelos anos e a velhice.


São apenas algus aspectos da vida, são fatos de que a Covid 19, como o Infleunza da Gripe Espanhola, veio para ficar como endemia, não vamos nos livrar dele facilmente com as vacinas, com remédios. Por isso, precisamos pensar na mudança, do Este aqui e do Este ai, para todos os Estes possam deixar aos Entes que já estão aqui algum mundo para eles poderem viver e construir.


É hora de renúncia, não é a fiscal que o governo nunca faz porque precisa sustentar o Centrão com o toma lá da cá. Ao entrar no governo o Centrão proíbe o Auxílio Emergencial de R$ 600,00 porque eles precisam de dinheiro para seus projetos em seus respectivos Estados. É assim, que o baixo Clero da política brasileira funciona, eles trabalham pouco no Congresso e muito na Ponte aérea indo mais de 4 vezes ao mês para visitar suas bases. Só que os fatos demonstram o diferente. Quase sempre as obras são super faturadas, ou nunca se realizam e não saem do papel somente o dinheiro dos Cofres Públicos para as empresas programadas para fazer a rachadinha com as proprinas para cada qual deputado federal ou político e partidos da esquerda à direita e do centro. É o caudal farto do dinheiro público que para os corruptos existe e pode aumentar a dívida pública e para o pobre não pode e este deve ficar sem educação, saúde e até mesmo passar privação de trabalho, de água e comida, a fome, a miséria para discursos ilustrativos de um dia de porvir.


Então, se não mudarmos, nossa visão e até sentimentos e com isso conseguir trabalhar também naqueles próximos a nós não vamos conseguir progredir. O principal caminho é terrível e chama-se união e divisão, até combina e não é poema, é realidade. O pensamento é mais poderoso do que qualquer vírus e pode vencer tudo. Por isso, que todas as sociedades discricionárias e ditatoriais fazem com a liberdade de pensar, a união, a solidariedade sem porão, seu calabouço para que as pessoas não despertem de seu sono eterno de glória que passou e que prejidicou milhões de pessoas e hoje mata e pode matar milhões de pessoas.
Quem leu e quem escreveu algum post para o rapaz que foi preso porque criticou de forma áspera o presidente Jair Messia Bolsonnaro em sua passagem em Uberlância, munciípio de Minas Gerais. Talvez, poucos. E, muitos já foram e são punidos, calados e doutrinados a apoiar o negacionismo e até mesmo genocídio de consciências livres, inquiestas e que ousam a pensar o melhor para si, mudar, e assim com a lição aprendida, exigir o melhor para todos, a vida, plena e com amor.

Marcelo dos Santos - jornalista - terapeuta - pensador livre.

 

Bhte, 01/03/2021

O Brasil não fez a Lição de combate a Pandemia e agora fala mal das matérias


O país repetiu no combate a Pandemia, faltou com os deveres: confinamento, hospitais de base equipados, máscaras, distanciamento, medicação errada e por último, as vacinas. E agora sai falando mal das matérias não aprendidas.

Há defensores de tudo quanto se pode imaginar e o pior é que eles ganham as mídias de programas para o público doméstico e feminino, na maioria das vezes e nas redes sociais. O escandalo da cloroquina e hidroxicloroquina foi financiado pelo governo federal e pelo Ministério da Saúde, fornecimento e propaganda vasta e paga, mesmo para âncoras consagrados do jornalismo brasileiro e médicos e médicas. Agora querem convencer que o confinamento não adianta nada e que não deve ser usado pelos governos.

No Brasil, a única coisa que está dando certo, na cabeça de Jair Messias Bolsonaro, é seu governo de generais, que sem aptidão para administrar a coisa pública a faz a trancos e barrancos e acusam todos os dias de que estão fazendo política com tudo e todos conspiram contra o governo de Jair Bolsonaro, principalmente a impensa.
Não se sabe de onde vem essa máxima, e estão atribuindo ao líder máximo da OMS - Organização Mundial de Saúde, Diretor-Geral da OMS Tedros Adhanom Ghebreyesus, essa máxima de que o lockdown ou confinamento deixam os pobres mais pobres e não salvam vidas. Mas, não é dele e parece que não é também da OMS e sim do dr. David Nabarro que já está sendo usado à larga pelos comunicadores no Brasil e entrevistados, muitas dessas entrevistas são combinadas, com pauta previstas.


No Brasil, sequer usaram o protocolo de Whan aplicado lá com total sucesso e onde em 60 dias dominou a situação fora de controle, onde começou a infecção pelo vírus Sars-Cov-2 ou Covid 19, muito apropriado seria ter usado este protocolo. No Brasil a cororupção para a construção e compra de equipamentos para os Hospitais de Campanha foi tão grande que em Belo Horizonte, nem precisou usar hospitais de campanha e no Rio de Janeiro foram usados apenas dois, que chegou a ser totalmente construídos e equipados, vergonha nacional que originou prisão de secretário de saúde do Rio de Janeiro e de governador com impeacment e tudo. E, mesmo assim, o país ainda não acreditou no poder devastador do Covid 19 e brincou com a população em todos os sentidos de gripezinha, resfriadinho, ao está chegando no finalzinho.


O país viu morrerem milhares de pessoas na Itália, antes mesmo de faltar oxigênio, gás e embalagem, no Estado do Amazonas, morrerem sem ar, sem respirador primeiramente e depois sem ar. Uma catastrófe atrás da outra. E, não fazia nada certo, e recomendava tomar cloroquina e hidroxicloroquina medicamentos que haviam sido pesquisados por vários laoratórios e até mesmo pela OMS e sempre com os mesmos laudos não é eficaz como preventivo à infecção, e também para o tratamento não possui eficácia comprovada, para alguns funciona para outros, não. Além disso, teve a Azitromicina, antibiótico já conhecido e largamente usado no país, e ivermectina, remédio paa vermes, que o próprio laboratório analisou e publicou não ser recomendado para combater a infecção por covid 19.


Parece, que nada disso, sensibilizou o governo federal, ea compra das vacinas não melhorou, não se fez novas estratégias para se comprar mais e tampouco acordo com países que estão com sua Campanhas de vacinas adiantadas, como USA que pode terminar a sua primera Campanha com êxito ainda em junho e assim poderia disponibilizar para o Brasil e toda a América Latina, suas vacinas que sobraram e a sua produção. É impressionante, como ainda vem esses magos, gurus de esquerda, direita ou saídos das montanhas com idéias tão geniais que espalham incertezas.
Ora Abrhaham Lincoln, leitor voraz da Bíblia, certa vez disse: "O que seria dos pobres se não fossem os ricos". Como completou e o que seria do rico sem o pobre. Ao aplicar isso no trabalho e na riqueza, onde o pobre é quem gera riqueza para o país e enriquece e preserva a sua riqueza, em muitos casos. Um precisa do outro, mas o rico muito mais do que o pobrre, porque ele vive do trabalho do pobre, que a fonte de sua riqueza. No entanto, a coisa fica mais complexa quando se aplica o capitalismo com técnica, capital, trabalho e a mais valia, do lucro.


Então manter o trabalhador em lockdown completo, obviamente que é prejuízo para o rico. No Brasil, a primeira coisa que se fez foi a demissão em massa, depois foram para cima do governo porque estavam perdendo a fonte de renda e exigiram que o governo pagasse parte do salário e livrasse de impostos, o que aconteceu e muitos empregos foram preservados com dinheiro público, de impostos. Agora, hoje, exatamente, o presidente da República, do congresso e do senado, discutem sobre o Auxilio Emergencial, como se fosse o livro da salvação, a mão que salva o afogado que está submergindo no rio bravio.


O Auxílio Emergencial junto com o boom na agricultura, o úlltimo provocou a dolarização da economia brasileira, para se vender mais e em dólar, principalmente para a China, ridículo, depois foi para referendar o Auxílio Emergencial pago em parcelas de R$ 600,000 somente 3 parcelas e depois 5 parcelas de 300,00 e agora serão 5 parcelas de R$ 250,00 e pontoo final, isso não se perguntou e não se analisou nada, sequer a Cesta Básica, que com a dolarização e pagamento de Auxílio emergenciall deu aos comerciantes de A a Z o direito de aumentar os preços de A a Z em mais de 100% e a gasolina, o gás, a luz e a água, também, em alguns estados entrou na ciranda cirandinha se estão aumentando os preços vamos também aumentar e acabou. A conclusão de tudo isso, o Auxílio Emergencial já está gasto, empenhado, as 5 parcelas. A cesta básica em São Pauo pulou para R$ 560,00 em média, sem hortifrutigranjeiros e a carne. Essa então virou artigo de luxo no prato do trabalhador, deste mesmo pobre que não pode ficar em casa porque vai ficar mais pobre e passar fome, que já passava, ela vai aumentar.


Alguns governantes investiram em Polícias do que em saúde, como Agentes para visitar domícilios e pesquisar sobre a infecção. Como o governador Romeu Zema, desfez o Hospital de Campanha e deixou o Hospital de Referência do Estado contra a infecção faltar médicos e Respiradores por mais de 30 dias. A fundação que ficou nas mãos de coronel da PM, da reserva, com irregularidades e até mesmo corrupção foi abafada e o Tribunal de Contas do Estado, também não se referiu em nada sobre a Fundação e os investimentos em Saúde no Estado que foram aquém do que é preconizado pela Constituição Federal, nem com os recursos liberados para o Estado, estes foram implementados para a saúde e pesquisa. Para se ter a ideia da desfaçatez desse governo o Instituto Ezequiel Dias, parou em produzir vacinas para meningite e não moveu uma palha para adquirir tecnologia para produzir Vacinas contra Covid 19 e está inerte e as desculpas do dr. Carlos, secretário estadual de saúde, foram todas, começou com o prazo de cinco anos para construir instalações para a produção de vacinas contra o vírus que se alastra e faz vítimas fatais por todo o país e Estados brasileiros. Chegam a pagar publicidade e propaganda referendando o governo em suas obrigações, como o estado onde menos morreram pessoas infectadas por covid 19, onde tem leitos e outras bravatas, todas de premissas falsas e que se destroem no decorrer da Pandemia, tanto aqui no Brasil quanto em outros Estados e países.


Então, para resumir, o Brasil não pode e não deve ficar em confinamento, este é um dos tripés, alicerce rápido, que usado em Whan e outros países organizados e cientes do perigo para sua população, economia e mundo, cercaram com testes PCR, o que o Brasil fez muito pouco e muito mal e o general salvacionista do presidente Jair Bolsonaro deixou encalhar mais de 10 mil unidades em Porto de Santos e jogou-se fora, incinerou sem usar.


Então, o confinamento, que alguns incompetentes que falam com o bolso cheio de dinheiro para falar asneiras, que não cura, não produz e esconde o vírus, por período breve e depois o solta, não é eficaz sozinho, sem outras armas de combate. Como é sabido por todos, ninguém jamais saiu para caçar um leão ou onça sem armas, com pedaço de pau ou pedra, ou já. Aqui no Brasil se pensarmos na fala desses homens parece que sim.


Além do confinamento, em primeiro lugar, os higienista aderiram de fora, do tripé, a lavagem das mãos e o uso do álcool em gel, prontagemente assimilado pela população e pelas empresas através de obrigatoriedades. Logo, veio o uso obrigatório e através de lei em locais públicos de máscaras. Pronto, bastou isso para que o agente do mal viesse em público para ir contra tudo: não usava máscara, promoveu aglomerações com correlegionários e começou a atacar as pessoas que eram contra e a se auto elogiar como atleta e pessoa preparada para pegar o Covid e sarar em menos de uma semana com os medicamentos cloroquina, hidroxicloroquina, azitromicina e outros. E, até hoje, é assim no país, a moçada ou rapaziada, aderiu e não parou festas, raves e as praias que antes eram um escape, voltou a aglomeração e sem máscaras com brigas, xingamentos até de desembargador, autoridades que deveriam ser exemplos. O país mergulhou no caos e ainda está agora com mais de 250 mil mortes e 2,5 milhões de infectados e com leitos e CTIs lotadas. Sendo que o confinamento lá fora, que se construiu e equipou hospitais de base para 1000 pessoas em 7 dias, em uma semana, frisa-se, foi justamente para não sangrar, não lotar a capacidade destas CTIs e destes leitos, bem como também não "matar" de cansaço físico e mental, os trabalhadores em saúde, que parece se tornaram, também invisíveis, porque, o confinamento, não é para deixar trabalhador em casa e vivendo do miserável Auxílio Emergencial, que os ávidos comerciantes tomaram tudo com seus preços aviltantes em nome da economia de sobrevivência. Sim, invisíveis, como aqueles brasileiros que não tinha um documento para receber a parcela chorada de Auxílio, eles existiam fisicamente, tinha digitais, mas não tinham o número, o CPF e assim não recebiam nem dormindo e acordando em filas enormes nas Caixas Econômicas Federais, do país que se arrogou de pagar, distribuir para os famintos e fantasmas brasileiros o dinheiro da salvação do Covid 19.


Portanto, o confinamento não é contra o pobre, nem contra o rico, e governo. Ele é estratégia para país desorganizado, como o Brasil, para campanhas saneazantes contra doenças, epidemias ou Pandemias como a que enfrentamos, Pandemia, que pode e parece que veio para ficar e se tornar endemia, como a Dengue, que a falta de investimentos e a incompetência de vários governos o Brasil, adotou e não conseguiu educar e sanear como no passado.
Confinamento, máscara, higienização e distanciamento são métodos de combate à Pandemia que devem e precisam ser usados, se todos que já ouviram e gravaram, antes, durante e depois da campanha em massa de vacinas, até mesmo em período de 6 meses. Depois, através de pesquisas e exemplos de outros países, o qu está ocorrendo lentamente, por exemplo, nos USA que estava com 4 mil mortes por dia à medida que a vacinação se intensificou as mortes foram sendo controladas e diminuídas e a tendência é de que somente as infecções ocorram quando todos os norte americanos estiverem vacinados.


No Brasil, como temos que relembrar, a compra e produção de vacinas está tão fraca e irritante e a entrega da encomendas atrasam porque políticos resolvem fazer campanhas politicas de reeleição e que enobreça seus partidos e feitos contra outros. E o povão fica no meio como sempre, massa de manobra, passando de mão em mão, de reunião em reunião e no final, muitos choram seus entes queridos e dormem e acordam agradecendo por mais um dia sem saber ao certo que vai se infectar ou não e sem trabalho, sem renda, sem auxílio, sem vacina. Fica, apenas a esperança, a fé de que um milagre há de acontecer para salvar o nosso amado e sonhado grande Brasil, e os brasileiros, certamente.

Marcelo dos Santos - jornalista - terapeuta - livre pensador

 

Bhte, 25/02/2021

PEC que protege políticos, dólar alto que protege empresários, se parecem como as inocentes aves de rapina que atacam, mas só para se alimentar

Produtos de higiene e limpeza sofreram aumentos abusivos de até 100% em 9 meses de Pandemia, crime nacional contra a economia popular

Os políticos e administradores brasilerios não querem proeger e elaborar políticas que prosperem o Brasil de hoje e tampouco o de amanhã, se preocupam com suas reeleições e com seus financiadores, empresários do agronegócio e outros do mundo maravilhoso e indecente das ações e das Bolsas voláteis de dólares.

A adversidade aponta para disputas e quando o ódio e a perda são colcadas na frente da consciência ocorre defesas imediatistas e na política não podemos admitir isso. A PEC pré-aprovada que blinda os políticos de serem presos, os 10 anos para a aprovação da Lei da ficha Limpa, e a destruição sistemática da Operação Lava Jato pelas erros cometidos pelos Procuradores e os juízes que participaram de início ao fim, e quem trabalha erra, e os erros precisam ser corrigidos.


O corporativismo dos políticos brasileiros é alarmante e intrigante, porque o corporativismo é ruim e faz mais mal do que bem, para as categorias produtivas, do país. Agora corporativismo pelo e para os legisladores, deputados estaduais, federais, senadores, vereadores. Isso é anti-constitucionais, aético e injusto e peça para a Justiça Internacionall, não pode obter vantagem nem cidadão frente a maioria, ou a outro cidadão, em nenhuma hipótese. A Justiça Militar não suporta criminoso, e não há como avaliar o peso desse criminoso, porque todos são presumivelmente, inocentes até que as provas, comprovem e haja julgamento e prova e contraprova e sentença. Então qual o motivo de regálias, de direitos acima dos demais.
Somente a Lei Constitucional sobre Imunidade Parlamentar lhe protege sim, durante seu trabalho, suas invervenções e sua ida e vinda, dentro e fora do país. O que não lhe protege e não poderá nunca proteger, caso contrário fere o Art. 5o. da Constituição Federal, por isso estão fazendo a PEC, que altera a Carta Magna que levou dois anos de Constituinte para ser elaborada e é uma das mais modernas do mundo em termos de Lei, chamada de cidadã, justamente neste Artigo onde prevê que nenhum cidadão pode ter Direito a mais, ou privilégio acima de outro cidadão. Ou seja, a Lei é e Deve ser aplicada justamente para todos. Se essa PEC fere a Constituição é inconstitucional e o Supremo Tribunal Federal deverá agir, dentro e fora do país, para assegurar que a Lei e a Ordem e Constituição prevaleçam acima de interesses menores do que a dos deputados ou políticos.
O atual deputado federal Arthur Lira, é político nordestino, e de certa forma recebeu a herança maldita de Fernando Collor de Mello e procura, em cima do muro, no centrão como são conhecidos, restabelecer a hegemonia do toma lá da cá, dentro da Câmara, a "farra dos nordestinos", onde deputado cobrava ágio de restaurante dentro do prédio da Câmara, quem lembra do Severino e do mensalinho? Pois, é, anteontem o Dr. Arthur recebeu a PEC e já a aprovou inusitalvemente e agora deve seguir o ritual vergonhoso e escabroso de proteger pessoas mal intencionadas, para não usar outros nomes, lembre-se de Pablo Escobar na Colômbia, que usou a política como deputado federal, senador da República e se tornou no maior traficante e contraventor do mundo e comprova polícia militar, civil, federal, juízes. Enfim, fez dos três Poderes, suas empresas para o crime e para amealhar fortuna em proveito de seus negócios escusos.
O pios de tudo isso e que os progressistas estão cegos de raiva, ódio pela perda do poder e dos caminhos que poderia consolidar projeto para o país e não discutem e tampouco organizam novamente a socidade em prol do futuro próximo e entram em todas as disputas judiciais ou não que estão sendo colocadas na arena. Com isso, oferec em aos golpisas, terreno fértil para que os militares que já estão no Poder lelgitime este poder em nome da Ordem, em nome da Justiça e da Lei e até mesmo da Ordem Pública da Nação. Tudo isso seria, a volta, que já se faz inviesamente, a volta do Regime Militar, de exceção e de pivilegios para a força, a truculência em detrimento da inteligência, da ciência e da Fé no futuro e na construçao da esperança na humanidade que deve e é construída dia após dia com políticas sinceras e de efeito de interesse de toda a sociedade.
O Estado não aguenta ser o pai-patrão, ele precisa delegar poderes para a sociedade, tanto civil, quando institucional precisam funcionar e para isso acontecer é preciso de instituições sérias e competentes com pessoas capacitadas e sob a Lei trabalharem e contriibuírem para o desenvolvimento sustentável de todos para todos, cada pagando seus tributos de acordo com seus atributos. A sonegação fiscal ou a cobrança exacerbada de impostos e de multas e juros é um absurdo e incorência democrática que se tornou deplorável em nossa sociedade, os sonegadores ficam ricos e a receita Federal pune é a classe média, é o trabalhador, com multas e correções de juros que voltam para os preços daqueles que sonegaram e enriqueceram e estão em paraísos fiscais e tranquilamente em suas bigs residências. Por exemplo, a Receita Federal, usa a Lei contra o trabalhador que lhe deve R$ 1.200,00 em prazo de 12 meses, R$ 272,00 de juros e correção dessa dívida e a dívida vai para a Dívida Pública, ou seja, o cidadão está perdido e não pode sair do país, ter emprego público e muitas outras coisas. Enquanto que o sonegador profiddional contrata contadores formados em nível superior e eles mesmo sonegam e criam empresas fantasmas ou abrem e fechem empresas pela país afora.
E, ao falar nisso, a farra dos liberais, porque agora querem provar para a scciedade, dentro desse ódio contra o governo ou Jair Messias Bolsonaro, que seu governo não é Liberal, somente porque ele demagogicamente interveio na Petrobras, que é hoje empresa nacional e internacional, funciona como multinacional, sustentada pelo BNDES quando via fazer investimentos pesados como o Pré-Sal, e no lucro, que o imposto governamental é caro e funciona como os juros e correção monetária que a empresa paga, ou melhor o consumidor, que é bitributado, porque financiou a empresa e paga mais de 40% de impostos "federais" para os cofres brasileiros, além do impostos estadual e do municipal.
Como o governo pode não ser liberal, se não compra nem vacinas, não tem projeto para o país frente a Pandemia e deixa municípios e governadores enfrentar à base de Liminas do Supremo tribunal de Justiça, para que eles comprem e produzam vacinas. Sendo que alguns estados estão totalmente paralisados com laboratórios improdutivos como o Ezequiel Dias, em Belo Horizonte, esgtado de Minas Gerais, adminsitrado porr Romeu Zema, aliado e bolsonarista militante no Estado e em Brasília. Totalmente liberal.


Como o governo não é Liberal, se concederam no Amapá para empresa norte-americana, a concessão de exploração de energia elétrica, e esta empresa não investiu e sucateou a rede e o Estado do Amapá amargou quase dois meses sem energia e de prejuízos. Como não é liberal com os projetos que tramitam no congresso de vender os Correios, o que não vai voltar nem a décima parte do dinheiro investido, principalmente no filet mignon que é a logística e infraestrutura de entrega de encomenda em todo o território nacional, que funciona plenamente e há anos. Como este governo não é liberal, se há projeto de desestaização da Eletrobrás e aqui em Minas Gerais, ainda não conseguiu, mas em parte é quase a mesma coisa, já recebe antecipadamente o governo por contratos das Minas de Nióbio, aprovado pela Assembléia Legislativa. Como se querem privatizar a CEMIG e a Copasa, água e luz, no Estado e de quebra a Eletrobrás, que poderia formar uma rede de interent nacional para as escolas particulares e públicas, principalmente para as aulas de laboratório de biologia através da rede Web.


E, a carestia nos supermercados, não recolhem os impostos diariamente, e sonegam diariamente desvinado para outras contas. Mas, desde a comida até a bebida, que já são ultra cobrados de impostos, sendo a cerveja e o cigarro a ter 76% de impostos governamentais, que não voltam para a sociedade, corretamente e vai para altos salários e projetos super faturados que muitos sequer saem do papel como o Metro de Belo Horizonte, vergonha nacional, Trem Urbano, administrado por empresa de Trens, com preço e ares, segurança e mão de obra de metro internacional. Até a limpeza e higiene estão superfaturados pela política liberal de Paulo Guedes e com a dolarização da economia, que é aplaudida pelos economistas e hurrada pelos agronegócios que ganham mais de 100% com exportaçlões enquando que repassam para a comida, a cesta básica preços aviltantes e inconstitucionais, porque se o dólar alto, favorece a Exportação na outra ponta ele enriquece certos setores da economia em detrimento da miséria e fome, da ponta mais fraca.

Marcelo dos Santos - jornalista - terapeuta - pensador livre

 

Bhte, 22/02/2021

O DESCALABRO DO AUMENTO DOS COMBUSTÍVEIS E GÁS

No dia 9 de fevereiro começou a valer o aumento de preço do gás de cozinha (GLP).

Mais especificamente, o GLP foi reajustado em 5,1% pela PETROBRÁS.

O aumento em questão acabou gerando um efeito dominó entre distribuidores e revendedores, cujo resultado, consequentemente, acabou impactando negativamente os consumidores mais uma vez.

Segundo consta, as revendedoras de GLP estão comercializando o botijão de 13kg por até R$ R$ 102 em São Paulo (https://agora.folha.uol.com.br/grana/2021/02/preco-do-botijao-de-gas-sobe-e-chega-a-r-90-em-sao-paulo.shtml).

De acordo com a PETROBRÁS, o GLP vendido para as distribuidoras nas respectivas refinarias representa menos da metade do preço do botijão de 13kg cobrado do consumidor, ou seja, algo em torno de 39% segundo estimativas realizadas para o ano de 2020. O restante do preço é composto por impostos estaduais, federais, custos e remuneração de distribuidores e revendedores.

Assim, o preço acaba se sujeitando às tendências do mercado, que por sua vez são pautadas pela lei da oferta e da procura.

As principais críticas em relação à essa questão são dirigidas à PETROBRÁS, cuja preocupação, ao que tudo indica, está centrada na proteção de seus acionistas, e ao Governo Federal, que tem se mostrado incapaz de garantir à população a manutenção de preços baixos e acessíveis de um produto tão essencial quanto o gás, principalmente em época de grave e notória crise econômica.

É bem verdade que o Governo Federal encaminhou nesta última segunda-feira (15/2/21) projeto de lei complementar que propõe mudanças no cálculo do ICMS sobre os combustíveis, para o estabelecimento de uma alíquota única e uniforme em todo o país. Porém, não há nenhuma iniciativa em relação ao GLP.

Cabe à ANP, na condição de agência reguladora e fiscalizadora do setor, fiscalizar e atuar preventivamente para reprimir toda e qualquer atividade nociva ao consumidor, porém, isso ocorre? Obvio que não.

Poderia haver algum indício de cartel? A ANP teria o dever de comunicar o CADE (Conselho Administrativo de Defesa Econômica) e à SDE (Secretaria de Direito Econômico), para que tais entidades, no âmbito das respectivas competências, tomassem as medidas cabíveis. Mas isso não vai ocorrer...

Caberia também uma ou mais Ações Cíveis Públicas para defesa do direito dos consumidores, legitimados na forma da Lei nº 7.347/85, isso sim, pode gerar algum efeito, pois estaria sendo iniciado por pessoas como nós, populares.

O Presidente da República para se isentar e demonstrar que não compôs com a cúpula do seu próprio governo para onerar o preço dos combustíveis, incluso o gás, encenou uma demissão do Presidente da Petrobras, algo impossível posto que, para tanto seria necessária uma reunião extraordinária do Conselho para consubstanciar uma demissão do condutor da empresa. Mise en scène, isto é, encenação.

Tal medida, errônea e como sempre medíocre fez com que as ações da Petrobras despencassem durante o dia 19 de fevereiro.

Combustíveis com altas brutais, próximos dos 40% desde o início da pandemia, crise econômica escancarada em nosso País, uma administração pública sendo feita por “paraquedistas”, tudo isso leva a uma definição obvia de que podemos esperar momentos de muita tensão pelos próximos dias.

ANTONIO CARLOS MORAD

JOSÉ RICARDO ARMENTANO

ADVOGADOS NO ESCRITÓRIO MORAD ADVOCACIA EMPRESARIAL

 

Bhte, 09/02/2021

Brasil na política é um país do Faz de Contas, Contos de Fadas, criminosos simplesmente esquecem seus crimes e fazem a sociedade sonhar...

Parece que crimes na Política, principalmente no Brasil, é como contos de fadas ou de faz de conta. Tudo fica esquecido, como os marquetólogos ou assessores afirmam 'está na hora de virar a página". O discurso de Cloroquina que lhe rendeu o jocoso apelido de Capitão Cloroquina, onde o Capital Cloroquina Jair Messias Bolsonaro, gastou mais de R$ 5 milhões com insumos, não se computou quanto ele gastou para fazer e embalar e na distribuição logística do Ministério da Saúde, ou de outro criminoso da República, o general quatro estrelas Eduardo Pazuello que no estado do Amazonas pediam e necessitavam de Oxigênio e respiradores e leitos de CTIs e receberam Cloroquina e aplicativo que orientava e ensinava como e quando ingerir os remédios chamados pelos genocidas, negacionistas de remédios emergenciais.
Não é possível isso acontecer e ainda vão explorar o que se construiu com muita luta, união e sangue e suor que são as Campanhas de Vacinação Nacional, não se fala em melhorar os Institutos estaduais, em investir em ciência e tecnologia e tampouco na Educação on line para o Ensino Público, tudo está no milagre e na merenda escolar, os cientistas do futuro de barriga cheia vão participar do Movimento de melhora do país em outras Pandemias?

E, não vamos falar sobre o inquérito que o Ministro da Saúde vai responder porque a realidade no estado do Amazonas, é até hoje, das mais cruéis, e de quem é a culpa. este general esteve lá e em Roraima na 1a. Onda e disse e ficou no Ministério da Saúde, como ministro civil e general, como o herói que debelou a Pandemia que explodira no estado, mas poucos sabiam que varreu o lixo ou a Pandemia para debaixo do tapete.

No Amapá não ficou diferente, também andou por lá, em Roraima fundou e ganhava R$ 6 mil de matrícula para Curso de Paraquedismo. O resultado, foi o apagão de mais de 45 dias com prejuízo e aumento da energia que agora vai para 15% e quem paga o apagão são os brasileiros que sã colocados a toda hora como bandidos onde os governadores seguem a cartilha Bolsonarista do ARMAMENTISMO, e ao invés de escolas com merenda, notebooks ou aparelhos para estudarem on line, PM e PC, isso mesmo polícia Militar e Civil, afora a Guarda Municial, que em Belo Horizonte já possui Delegacia junto com a Civil. Todas super equipadas com viaturas e armamentos para lutar na guerra contra a Pandemia, drogados, comerciantes revoltados, bêbados, prostitutas, ladrões pés de chinelo de celular. E, com o detalhe, salários reajustados e prêmios de descanso semanal remunerado e promoções fantásticas. Tudo para exercer o PODER sobre a sociedade carente de teste, leitos, remédios e agora VACINAS.

Países mais pobres que o Brasil, mas com menos, muito menos ladrões tanto políticos quanto empresários. Porque no Brasil, as gangues estão nesse sentido, onde o cidadão não encontra como eleger popularmente quem foi o melhor presidente civil da República brasileira. Todos eles derivaram de grandes golpes no Erário Púbico, sendo que o Michel Temer derivou pelo Golpe político e branco e seu ministro da Educação, hoje secretário de educação do estado de São Paulo, justifica êxitos com a volta às aulas em São Paulo, o quarto estado-país, do mundo, termo jocoso, pela pujança econômica desta capital, onde o estudante volta às aulas com a Pandemia e tudo e os pais dão graças a Deus por causa da merenda. Mas, não há um computador para os estudantes do ensino Público e sim elogios ao Enem onde se tornou um novo e tortuoso e tenebroso vestgibular para estudantes despreparados onde quem sabe menos pode entra pelo desnivelamento do ensino. Isso sem contar na brutal disparidade econômica, de protéinas, de estudo de idioma, onde as escolas sem laboratório não tem como aplicar estes nas aulas, e as aulasde biologia, enquanto que uma aluno de ensino particular sabe e decora a anatomia do corpo humano, o aluno da Rede Pública, sai sem saber onde está o fígado e o baço-pâncreas, talvez somente o estômago que deve roer de vontade de comer pelo excesso de ácido gástrico.

É revoltante o desnível nas vilas e favelas e periferia onde o Liberalismo econômico, pos golpe, colocou mais de 14 milhões de pessoas desempregadas à mercê de bandidões e bandidinhos que lhes mata a fome com aviões de droga, bicos em suas lajes e outros. Porque o liberalismo capitalista fez o exército de reserva de mão de obra, agora de drogados, onde depois da crise voltam a treinar e reempregar depois de todas as reformas trab alhistas, previdenciárias e com os salários mais arrochados e disciplinados ao capital externo, que na verdade é interno mesmo, desvios do erário público e exploração ilegal de minério de ouro e diamante na ordem de U$$ 5 bilhões de dólares da Amazônia, onde a "boiada passou" onde se queimou grandes e grandes extensões de terras para pastos, plantação de soja, onde estúpido do Datena, diz afagando o Jair Bolnaro na p[udica entrevista que o presideente Macron é que queria ter a Amazônia para plantar soja...

Quando o Brasil será um país sério e punirá estes políticos e empresários que brincam de contos de fadas, nada pueris e sempre com lucros exorbitantes para quem tem mais. No Rio de Janeiro fortunas se fizeram de U$$ 2 bilhões para quase U$$ 14 bilhões de dólares em cima da Pandemia, de Hospitais de Campanha e na compra de insumos para hospitais particulares e Publicos no Brasil, em tudo tem corrupção e ninguém paga, sequer publicam seus balancetes como era preciso para comprovar o pagamento em dia dos Impostos, se sonega nos supermercados hiper lucrativos, se sonega nos grandes conglomerados de eletrodomésticos e se desvia o pocuo do dinheiro de imposts que se paga no país. E, ainda, o chorado Auxílio Emergencial, é chorado e vira algo como esmola, que vicia e que o brasileiro não prec isa, mas estende a mão e aceita envergonhado e acabrunhado, porque sabe que está sendo roubado em seu tempo de vida, com tantas crises forjadas e agora a Pandemia mundial de Covid 19 que enriquece pessoas sem ética, moral e desclassficada.

 

Marcelo dos Santos - jornalista, terapeuta e pensador livre

.

Bhte, 04/02/2021

O PODER JUDICIÁRIO OU STF NÃO PODE SUCUMBIR ÀS INJUNÇOES POLÍTICAS DO PT OU DE JAIR BOLSONARO ALIADO A LULA OU QUAISQUER OUTROS, CASO CONTRÁRIO É O CAOS E A DEMOCRACIA TÉNUE BRASILEIRA CHAFUNDAR-SE NO FASCISMO LIBERAL

Luiz Inácio Lula da Silva - ex-presidente, vergonha nacional, Gilmar Mendes - Membro ativo do STF-Supremo Tribunal Federal, instância máxima do Poder Judiciário nacional e Senador Flávio Bolsonaro, vergonha nacional das rachadinhas e outras falcatruas contra o Estado de Direito, como escritório do ódio e outros.

O STF-Supremo Tribunal Federal deve atentar para o jogo político partidário que ocorre no Brasil e pelo jogo do Poder pelo Poder e analisar detidamente ou conjunturalmente as investidas dos advogados ou do sr. Luis Inácio Lula da Silva ou PT-Partido dos Trabalhadores, que agora apoia Jair Messias Bolsonaro, na Câmara do Senado, quase que incondicionalmente, na figura do político mineiro que derrotou simultaneamente o PT e os candidatos Dilma Rousseff e Fernando Pimentel, para a vaga ao Senado e estranhamente agora recebe total apoio da bancada petista na Câmara Federal e no Senado Federal.

Simultaneamente o Procurador Geral do Estado - PGR que havia detonado a Polícia Federal e queria sequestrar todos os processos da Operação Lava Jato e assim retirar sua autonomia, deflagrou a liquidação e ontem o encerramento das atividades da maior Operação de combate à Corrupção, principalmente política da América do Sul, e talvez do mundo, se pensarmos que ainda não houve esse trabalho em outros países, porque ou são mais organizados ou porque são ditaduras não declaradas e camufladas de ditaduras social-socialistas, onde há democracia de partido único e eleições manipuladas, onde a oposição é presa, ou morta, ou exilada. Como se sucumbir o STF neste instante face as incursões de Lula e outros há de vir, a democracia brasileira, mesmo tênue será jogada no ralo.

Tanto é verdade que a GAECO a polícia da PM-Polícia Militar, ou remanescentes, treinados como snipers, tipo os que mataram homem inocente no Rio de Janeiro sob o comando de Wilson Witzel, que comemorou quando o homem caiu morto com dois tiros, hoje esse governador corrupto é acusado e deve pegar sentença por desvio de dinheiro da saúde em plena Pandemia por Covid 19.

Não se pode esquecer que este ex-governador era aliado de Jair Messias Bolsonaro e que este também era amigo íntimo de Flávio Bolsonaro, Eduardo Bolsonaro e que ambos eram amigos de milicianos que empregavam em seus gabinetes de Campanha o sargento da PM, suspeito de assassinatos, Queirós que ficou foragido com a esposa e agora está em prisão domiciliar e acusa doença grave, Câncer e a esposa? Todos possivelmente envolvidos no crime contra Marielle Franco e Anderson Gomes, no Rio de Janeiro, em noite trágica onde escapou a assessora que está fora do país com medo de ser assassinada, também, deve saber alguma coisa, pista relevante que incrimine essa turba de malfeitores de rachadinha, laranjinha - este o ministro do Turismo - ele se desvencilhou dele, no final do ano, Marcelo saiu atirando, mas como deve mais do que tem crédito, quedou calado e ao anonimato dos vencidos.

O sr. ex-presidente como ele ainda tem direito a salário vitálicio, o que Dilma Roussef perdeu, a assessores, o que Dilma não tem, a aposentadoria como metalúrgico, o que Dilma não tem. A mesma Dilma que ainda lhe estendeu a mão para ele ser ministro da Casa Civil, possui tudo e todos os direitos de ter outro julgamento, mas contudo, não pode ter acesso geral e irrestrito às investigações da Operação Lava Jato.

Não se pode esquecer que João Santana, assessor ou marquetólogo de ambos os presidentes, afirmou que Lula, falava e atuava contra as decisões da presidenta Dilma Rousset e pretendia e às vezes interferia no seu governo em prol de empreiteiras, isso falou em bom sinal e som de TV, no programa Roda Viva, em 2020.

Como ainda, muito do que foi feito pela Lava Jato, que resultou errado, em excessos advém das atitudes ora incrédulos e ora intempestivas do PT-Partido dos Trabalhadores e do próprio Lula que recebeu intimações e não as cumpriu a contento e que se gabava de ser, soava e soa ainda, jocosamente, o homem mais inocente do Brasil, um anjo.

Quanto ao PT, os conchavos com partidos corruptos foi o seu fracasso quando se coligou com partido de direita franco e com visão do país, como foi o partido do empresário mineiro o senador José de Alencar, que permaneceu exemplarmente como vice em dois mandatos de Lula, o qual, são considerados um dos melhores governos pós ditadura militar e da redemocratização do País. Quando se aliou a Newton Cardoso, notório corrupto e que enriqueceu ilicitamente às custas dos cofres do Estado e ainda quando fez alianças espúrias com o PSDB de Aécio Neves, se afundou em mares de lama, corrupção e de derrotas eleitorais.

Portanto, o Poder Judiciário, não deve ouvir Gilmar Mendes, isoladamente, nem ler suas matérias ou notícias, mas analisá-las, porque são políticas e não jurídicas e isso pode mudar o rumo do País, pode oferecer o país ao grupo de aventureiros e golpistas que estão rondando à democracia brasileira, tem muito e muitos anos, a ultra direita, a ultra esquerda e até mesmo o terrorismo que age timidamente no Brasil, com crimes bárbaros com conotação de crime comum, que remete à necessidade sempre de repressão, mais violência para combater a violência, mais armas para dar segurança para o cidadão, mas, a verdade ensina e estimula o cidadão de bem e comum a matar e a odiar o seu semelhante ao invés de amar seu próximo e saber que a sua prosperidade depende da de todos.

Marcelo dos Santos - jornalista - MTb 16.539 SP/SP

 

26/01/2021

Privatizações ou Desestatizações

Privatizações ou Desestatizações ou Reformas durante a Pandemia é entregar a sociedade ao Carrasco do lucro fácil


Em Minas Gerais, o governador Romeu Zema e seu governo diferenciado quer privatizar duas empresas estatais que são renomadas empresas no setor nacional e até internacional, a Cemig e a Copasa. A discussão sobre a Copasa ocorre essa semana na Assembléia Legislati a. Enquanto que a Cemig segue exemplo do Amapá, onde permanece a privatização, mesmo amargando quase 60 dias sem abastecimento de energia, cara e obsoleta.


A comparação de valores em reais, chega a ser escandalosa entre o estado de Minas Gerais e o estado do Amapá, segundo discusões e comparações entre contas de energia entre os dois estados, relacionados com famílias de 4 pessoas, chega a quase 400% enquanto que em Minas Gerais, uma família acima referida gasta em média R$ 200,00 o que é muito visto o salário mínimo vigente e se considerar o desemprego e a situação de renda familiar que pode ser afetada com marido e mulher sem emprego e vivendo de bicos ou sub empregados.


Já no Estado do Amapá, é quase uma salário mínimo, o fornecimento de energia para essa mesma família, de pai e mãe e dois filhos, o valor está em torno de R$ 890,00 mensais de conta de energia e sem o fornecimento adequado e a distribuição correta para todas as regiões. Quem acompanhou viu o enorme prejuízo que donas de casa e estabelcimentos comerciais tiveram quando perderam mercadorias e deixaram de quitar fornecedores e abastecer as residências. Um caos, que será distribuiído para todos os brasileiros.


Isso mesmo, a sociedade brasileira através do Ministério Público, AGU Advocacia Geral da União, ou organismo que for, precisa se organizar devido esse prejuízo, no Amapá, entrar na Linha Vermelha, que se inicia com a desculpa de falta de chuva, de água e portanto a tarifa fica mais onerosa para todos os brasileiros, nessa conta o prejuízo será rateado e diluído para todos os brasileiros. E, o mais alarmante e agravante, o lucro para a empresa norte ameriana, que comprou ou arrendou os dideitos de Exploração de Abastecimento de Anergia do Estado do Amapá, que está, obviamente ligado ao sistema da Eletrobrás, ao sistema de geração de energia de Usinas Hidrrelétricas,

Termoelétricas, sendo que ainda este Estado não desenvolveu sistema de energia eólica, ou energia solar.
Esse escandâlo deas privatizações ou desestaizações precisa ser colocada em discussão com a sociedade brasileira, o industrial e o setor doméstico, comercial e até mes de entretenimento e ainda hospitais e outros setores públicos vtais. Não pode o Brasil fazer como o Petróleo, quando atinje a alta suficiência do óleo in natura, dolalariza, envia para fora para trazer gás, gasolina, querosene, nafta e outros derivados para produzir plásticos. O que emprega e organiza outras economias e desorganiza a brasileira com 14 milhões de desempregados, que se desqulifica, e fica sem renda e muitos viram marginai, dentro do pais, e diga-se um dos mais ricos em recursos naturais.

A privatização ou desestatização pode ser feita, mas quando a economia estivesse organizada e sem Pandemia, até mesmo Reformas Fiscal, Tributária e Administrativa, dentro do cenário, atual, é totalmente estapafúrdia e oportunista e não vai agregar nada em combate à economia da Pandemia, que não se pode negar existe, é branca, é farmacêutica, insumos básicos, o IFA - Ingredientes Farmacûeticos Ativos, é agronegócio, porque, o sistema imunológico, que recebe certo reforça com a nutrição, não pode parar de se alimentar, e em contrapartida, outras indústrias produzem e circulam em torno dessa economia satelizada à Pandemia, que infelizmente está estupidamente dolarizada, e atrelada à pandemia lucrando o governo federal com impostos diretos e indiretos e os bilionários brasileiros, exportadores, indústrias de insumos agrícolas: pesticidas, adubos, fertilizantes, maquinas operatrizes, e a mão de obra, que é cada vez menos no campo dado a mecanização que já ocorreu nos USA desde à década de 70 para 80 e agora tomou conta e superou no Brasil. O curioso é que lá produziu excedente, que virou vergonha para o norte-americano super alimentado enquanto que mais de 1 bilhão passa fome pelo mundo e agora com quadro totalmente inverso, dentro dos USA há população de 30 milhões de norte americanos que passam fome, segundo Joe Biden que serão socorridos no pacote de 2 trilhões de dólares que dever ser votado no congresso nacional em breve.


Bom, empresa estatal, como a Cemig e a Copasa, recebem dinheiro do governo, e o valor de venda não devolve esse dinheiro para a sociedade de nenhuma maneira. Ao contrário, as tarifas, tanto de água quanto de energia, tendem a ficarem mais onerosas e ser menos justa o saneamento básico e a hidreeletrificzação de regiões mais longes dos grandes centros desenvolvidos industriais ou agrícolas. A política de desestatização é válida, mas economias avançadas ou mais organizadas, possuem estatais que trabalham organizadamente para o bem e para a segurança do pais e do seus habitantes, é sim um meio, de distribuir a riqueza do país entre os brasileiros, como é o petróleo, se der certo, pode ter investimentos maciços na Educação na ordem de 26% e na Saúde na casa dos 12% anuais, fazendo com que o binômio, saúde-educação, promova uma sociedade que consiga racionar para a distribuição de responsabidades, direitos e deveres onde todos possa viver bem e sem sobressaltos de despejos, cortes de água e energia, falta de ter o que comer, doenças, o aumento da fome, da miséria.

Marcelo dos Santos - jornalista - terapeuta - pensador livre-

Bhte, 17/01/2021

Impeachment de Jair Messias Bolsonaro, não pode deixar para depois da Pandemia, que segundo ele está no finalzinho

Impeachmente, continuo a defender e cito exemplo de Donald trump, que sofreu impeachment quando caminhava para um conflito nunclear e era alvo de denúncias até mesmo de assessores, secretários e de ter fraudado as eleições com espionagem feita pelos Russos. Ele aquietou-se e depois agora, saiu da casinha novamente, como o Jair e o Jair Messias Bolsonaro, que sucumbiu aos escandalos dos filhos e correligionários fascistas, missiânicos e ele próprio que se ancorou em cima da podridão do m militarismo que visa ganhar dinheiro e prestígio sendo ministro, secretário e outros cargos como presidente-diretor da Anvisa, Enem, general recém morto e até mesmo jornalistas e mais de 10 mil médicos para anunciar e administrar cloroquina e hidroxocloroquina, azitromicina e irvermectina.


O impeachment é pelo negacionismo, desrespeito ao Protocolo de Wuhan no início da pandemia, o que obrigou o STF, defender a constituição, o impeachment é pelo não uso da máscara, por incitar diversas à violência de seus correlegionários com cartazes de invasão e surras ao STF, o impechment é por discutir em nível

mundial e mentir sobre a preservação da Amazônia e o desmonte que ele e ministro do Meio Ambiente fizeram no ICMbio, Sarah Winter e outros. Impeachment devido ao irresponsável Armamentismo, onde seus filhos precisam de pão, escola, saúde e ele está dando armas, munição, seus filhos estão precisando de trabalho honesto e salários dignos, e ele está aconselhando a se armarem para defender o patrimônio de bandidos, que ele coonstrói e preserva com essa política de vingança e ódio contra os brasileiros e a humanidade.


Impeachment porque ele deixou de receber U$$ 3,5 bilhões de dólares para a Amazônia, por que? ele tinha contrato com Donald Trump de exploração agropecuária na Amazônia, pois a invencidou, encheu de grileiros, iposseiros, desalojou índios e quilombolas, houve de matança a queimadas, exploração de índios, de riquezas naturais, como ouro e pedras preciosas e minérios. Impeachment, sim, agora, já para salvar o que ainda resta, a dignidade de um povo, de uma nação, de uma pátria, chamada Brasil.

Impechment pelas mentiras, pela falta de empenho de resolver 14 milhões de desempregados, largar a economia na mão de empresários gananciosos que aumentaram a inflação para os pobres em mais de 30%. Por não se empenhar em resolver o assassinato brutal de Marielle Franco e Anderson Gomes.

Marcelo dos Santos - jornalista

Bhte, 16/01/2021

Devemos admitir e seguir o mundo

Este está vacinando seus habitantes, e ainda agir rápido para ajudar os retardatários, vacina, já!

A endemia chamada Dengue, relebrando transmitida pelo Aedes Egipty, que solapa e aterroriza o país desde 1992, quando antes estava controlada, não tem vacina. Nenhum laboratório se interessou em estudar uma vacina, embora se tivesse notícias que haviam estudos e que estava próxima, mas faltou verba, dinheiro do governo federal, interesse de governadores e prefeitos.
O inseto ou mosquito, como preferir é da família do mesmo que transmite a malária, não é porque ele é ruim e contra a humanidade é o ser ou seres que invadem seu habit, tipo a historinha do barbeiro e a doença de Chagas.

Vejam que engraçado ou coincidência, o que não é nem um e nem outro, a Malária, que dá febre, dor no corpo, delírio, tristismo, passa e volta. É transmitida pela fêmea do mosquito anophelles, e o agente infectante chama-se Plasmodium.

Desculpe, essa pequena aula, é para dizer que o uso da Cloroquina e Hidroxicloquina, que se mostrou eficaz para o tratamento da Malária, descoberta diga-se de passagem, por Samuel Hannemann, pai da Homeopatia, que muitos não admitem que funcione dado as gotas ou esferas de farinha adociçadas. Isso é outra coisa. Ele usou nele a planta chamada Quina e fez através dos resultados dos sintomas que a planta causava no organissmo, remédio, que como quase todos os fármacos, são do reino vegetal, alguns animal, sintetizados, ou seja, quase clones, nas fórmula de química.

Sars Cov 2 ou covid 19, é um vírus, como o Influenza, este mesmo conhecido como Gripe Espanhola, que matou milhares de pessoas em 1918 a 1920, hoje ele mutou e para a sorte da humanidade, ou ela reforçou seu sistema imunológico ou conseguiu com as vacinas enfraquecer este vírus. É o mesmo que se fala do Covid 19, salvo a virulência de um e de outro, essa igualdade não que dizer similitude total, pensam os cientistas que em menos de dez anos, o vírus da covid 19 será menos virulento e afirmam que será como resfriado, o que não o faz menos perigoso, visto que as camapnhas para vacinar os idosos, é justamente para prevenir que o vírus desencadeie doenças fatais, mesmo, assim todos os anos morrem muitas pessoas por um motivo ou outro, de doenças agudizadas por resfriados e gripes.

Então, a lição que podemos tirar de tudo isso, nós que não somos cientistas, farmacêuticos e nem interessado em fazer as pessoas a tomar remédios, isso mesmo, grandes médicos, conversam com seus pacientes e escondem o talão de receitas e somente medicam quando é a última ação a ser feita. Todos sabem que o corpo humano possui 109 elementos químicos ou mais e estes equilibrados mantém todo o sistema humano em pleno funcionamento, se desequilibrado pode colocar a vida em risco, com trombose, isquemias e ataques fulminantes, tipo AVC-Acidente Vascular Cerebral e outros.

Então, os cientisras mundiais, debruçaram sobre a matéria e a urgência da humanidade e os governos reconheceram a ignorância que cometeram em negligenciar a saúde e os investimentos em pesquisa e saúde e resolveram desenvolver a Vacina contra a infecção causada pelo Vírus. Conseguiram e estamos assistindo com alegria e pesar, porque muitos países ainda não recebram doses e nem sabem quando vão receber essas doses salvacionistas de agora, porque ainda precisa continuar, parece que a Covid 19, é endêmica, até chegar a ficar fraco como o vírus da gripe, que não preciso lembrar, o Influenza, mata muita gente, e de preferência de idade, por isso a campanha no Brasil que vacina anualmente 80 milhões de pessoas com 80 milhões de doses e imuniza muita gente que poderia ter broncopneumonia ou pneumonia, engraçado que é causada por bactéria e se em tempo, curada com antibiótico de alta qualidade na veia por sete dias ininterruptos, muitos se são bem assistidos sobrevivem, mas grande parcela da humanidade, sucumbe, geralmente os mais carentes.

Precisamos, agradecer todos os médicos e cientistas, jornalistas como Alexandre e até ao Presidente da República, Jair Messias Bolsonaro, pela lição do que não devemos tomar remédio, qualquer remédio, porque todos os remédios dão efeitos colaterais e adversos e cloroquina e hidroxiclorquina, está nessa lista infame que nenhum laboratório do mundo conseguiu driblar porque o organismo humano, como a terra, o planeta, precisa de cumprir seu ciclo, trabalhar e descansar, desenvolver mas com respeito às leis naturais, como dormir à noite e acordar durane o dia e trabalhar, se divertir, a higiene dietética, ingestão de bebidas alcóolicas, mas

moderadas, as drogas legais e ilegais, o agrotóxico na lavoura e consequentemente na mesa de todos. A renda, os baixos salários para a maioria e altos salários para grande minoria, que causa desequilíbrio fiscal, e na saúde em geral da sociedade brasileira.

Desta forma, a discusão fica acalorada porque pode sim estes remédios para uma parcela fazer efeito, mesmo que ele seja para plasmodium, bactérias e não para vírus, mas é infecção, inflamação. Mas, para os sensíveis, ou, com comorbidades, ou seja, que possui pressão alta ou hipertensão, diabetes e outras doenças, ele pode ser agente desencadeador de arritmia cardíaca, ora se o vírus ataca órgãos nobres como coração e pulmão e consequentemente os rins, como um medicamento pode fazer efeito por longo tempo e até curar se ele também podem causar problemas cardíacos e agudizar estes problemas.

Certamente, que fosse o laboratório mais ganancioso que existisse na face da terra, que fosse perder bilhões, mas se ele visse que iria salvar milhões de vidas, algo em torno de mais 2 milhões, com certeza, não iria entrar para a história como vilões de uma realidade já chamada de peste negra, gripe espanhola e não seria o Anjo da Morte, ao invés de ser o Anjo da Vida, nunca.

A coerência ensina que não precisa ser grande cientista para aprender rápido com a história e com os exemplos, aliás, gransdes cientistas sempre se ilustraram na arte, na história, no teatro, na dramaturgia e tragédias para explicar a vida, as emoções e como podemos sair de emaranhados sem precisar de usar de violência, de medicamentos, de cirurgias, às vezes, necessárias e providenciais.

Os medicamentos que o presidente da República, Alexandre Garcia, e muitos outros médicos querem que os brasileiros tomem, deveria ser a vacina, mas a vacina não foi defendida por Donald Trump que patrocinou nos USA o uso de drogas não convencionais(até água sanitária saiu em seus discursos alucinados contra a covid 19) para o covid 19 que é vírus novo, que a humaninade se surpreendeu e até agora não que se dar por vencida, não aceita o distanciamento, o confinamento então é a falência de tudo, econômica e atté mesmo de todos os órgãos no sentido figurado, sequer querem usar máscaras, antes era tudo que todos queriam, se esconder de alguma situação, não dar bom dia para ninguém, passar desapercebido e ignorar esse mundo que não lhe entende. Porém, hoje, não, é balada, sem máscara, praia, sem máscara, de preferência todo mundo junto e misturado rumo ao Novo Normal.

Os medicamentos não estão descartados no tratamento da Covid 19, no entanto, o grande número de casos, a rapidez e a violência com que o vírus se espalha e contamina os organismos das pessoas não se pode vacilar. Antes dos remédios como faz agora este governo que entra no USA, defende pacote de U$$ 50 bilhões para compra de testes, outros 20 bilhões para vacinas e outros tantos para os desempregados e para a economia que precisa reanimar todo esse investimento, é na vida, no ser humano é no amanhã, pensando no futuro do País e do planeta porque assim poderá ajudar outros países exigir que outros façam o mesmo.

O que precisamos depois da dura e dramática lição do Estado do Amazonas, em Manaus, onde crianças precisavam de balões de oxigênio não de cloqoquina e hidroxicloroquina, é pedir clemência para a ignorância, perdão para a prepotência e arrogância de quem manda sou eu, e todos obedecem. Certa vez li em livro de auto ajuda, não sei se foi de OG Mandino, algo que me acompanhou por muito tempo na vida, mais ou menos a frase era essa: "Quando não se sabe o caminho a seguir, não se tem conhecimento, sabedoria, a luz não vem, imite, mas de forma criativa de jeito que retire algo da lição que copiou", isso é como assistir um filme ou peça de teatro e purgar, aprender alguma coisa, e dizer não para aquele caminho e sim para outro e juntar os dois, talvez e tirar algo novo, seu, melhor que tenha interesse para muitos ou que lhe faça sentir bem e feliz.

Hoje, agora, nesse instante, o caminho a seguir é o mundial, é a vacina. É o que todos os países estão fazendo e passam e passaram por episódios piores, muitas mortes, desespero e dúvida. No entanto tiveram a humildade de seguir protocolo, de exigir da população o confinamento, e de pedir desculpas, perdão pelos erros e pelas perdas de vidas e mais vidas. A vacina, os testes, a higienização com água e sabão, hipoclorito de sódio 1% ou água sanitária, distanciamento, os banhos de higiene, a nutrição adequada, com vitaminas e sais minerais. Enfim, o maestro e a orquestra, tocando e ouvindo a soma de um duro e harmonioso trabalho, obviamente através dos instrumentos.

Marcelo dos Santos - jornalista, terapeuta e pensador livre

 

Bhte, 14/01/2021

Os Estados esqueceram o Protocolo, que inclui Hospitais de Campanha

A corrupção moral solapa os recursos, a vacinação não é salvação, a imunização de tebanho deve demorar atá 12 meses

Belo Horizonte, Minas Gerais, parou na covid 19 e aguarda, talvez, a vacinação para controlar a Pandemia no estado. em BH os leitos particulares de CTis e Públicos estão em sua capacidade total, como as enfermarias se esgotaram. A porcentagem de 87% é o limite devido ter os profissionais de saúde que adoecem e precisam, também de tratamento.


A conclusão é que o desmonte dos Hospitais de Base, sua estrutura, dispensa de funcionários treinados, até mesmo médicos, foi precipitada e não pensada, não seguiram no Amazonas o protocolo internacional, e o resultado na primeira Onda foi terrível, como aqui em Belo Horizonte - Minas Gerais, que não seguiu nada em nível Estadual, apenas monitorou regiões e ainda chegou a manipular resultados e atrasou dados para a imprensa em geral. Participou do pensameto de Jair Messias Bolsonaro e Pazuello, o general ministro da Saúde, da imunização de rebanho, como pensou a Suécia, o que fez o Primeiro Ministro Sueco, pedir perdão, desculpas, várias vezes mundialmente, devido ao erro de avaliação onde perderam milhares de vidas. O que ocorre no Amazonas atualmente com quase 1000 pessoas enterradas, ontem(13/01/2021), uma quarta-feira treze para os amazoninos, que ainda estão apreensivos.


Mas, tudo isso não resulta em lição para o Estado de Minas Gerais, seu governador e secretário de Saúde, sempre foram omissos e vinham em público minimizar o aumento e sempre afirmando que havia curva de nível de baixa e que a estabilização seria factíviel em dias e até mesmo influenciava grandes redes de comunicação, como a Rede Globo e principalmente, a rede Banderantes de Telelvisão, mais críticas, mas acopladas atualmente, como outras emissoras, à direção do Estado.


Esse pensamento é retrógrado devido que mesmo com a vacinação em massa que deve ocorrer em 25 de janeiro de 2021, segundo o grande Guru do Ministério da Saúde, o general Pazuello, digo guru, porque ele não entende nada de saúde e suas falas, intervenções chegam a códigos da Segunda Guerra Mundial, onde os ataques iriam ser no Dia D e na hora H, para enganar os escutas espiões alemães, italianos e japoneses, a aliança do Eixo, permitida para lutar e destruir o comunismo com Hitller que pensava era dominar o mundo e aplicar a ditadura nazista.


Isso é história, como é história a Pandemia de 2018 a 2020, com a gripe Espanhola ou Influenza, como ficou conhecida que começou nos USA e e foi proibida a imprensa local de cobrir e noticiar para os norte-americanos e consequentemente para o mundo. Matou no Brasil, mais de 50 mil pessoas, o que para época era muita gente. Assim como não se conseguiu a erradição por rebanho, agora mesmo com a vacinação, não se vai conseguir em 90 dias ou até em 180 dias essa tão sonhada erradicação por rebanho.


A noção, sob análises constantes de outras Pandemias, é de que a Covid 19 será endêmica e que Campanhas vacinais anuais, devem e precisam ser pensadas, e o pós vacinação em massa nos países que já começaram, vão comprovar esse pensamento, tese ou antítese e a síntese, que temos no Reino Unido, que já chegou ao Brasil e 50 países é que o vírus é mutagênico e pode, como as bactérias frente aos antibióticos, criar eles mesmos "anticorpos" e ou enfraquecerem que é o que se pensa com a imunização de rebanho, ou então, ficarem mais fortes e mais virulentos, ou seja, os sintomas serão mais fortes e mais contaminados e mais mortes, se no período de menos virulência não se conseguir tratamento e medicamentos eficazes.

E, o temos atualmente, e pode melhorar, é o Protocolo de:
- Higiene de mãos e corporal com água e sabão.
- Hipoclorito de Sódio 1%
- Álcoolo em gel
- Distanciamento
- Nutrição com vitaminas e sais minerais balanceados
- Em agudização de casos, Confinamento parcial e total.

Os governos que apostaram suas fichas, porque isso foi um jogo, menosprezo à população através do negativismo da Pandemia, se o vírus é chinês, se foi desenvolvido pela conspitação mundial, que afirmam ter sido desenvolvido em laboratório, se é o fim do mundo

Enfim, todas as conjecturas que pensam e falam em todos os lugares, o correto é que todos os recursos são precisos e nunca são demais.

Os hospitais de base militares poderiam estar sendo usados no país todo. Os hospitais de base feitos pelos governos onde a corrupção campeou e muitos, como nos Rio de Janeiro, sequer foram inaugurados, porque poderiam ter recebido paciente do Amazonas na primeira onda da Covid 19 e de todo o país. Em Minas Gerais, não trouxeram ninguém do interior para tratar no Hospital de Campanha, que teve Fundação irregular dirigida por coronel da Policia Militar do Estado de Minas Gerais, uma instituição arrogante e hoje acoplada ao governo de Romeu Zema e o ficou abafado, nem o Ministério Público se pronunciou até agora sobre a corrupção e ilegalidade dessa Fundação e desse coronel, que não agiu sozinho.


Orfandade e barbarismos


O Covid 19, chegou até nos presídios de Minas Gerais e fez vítimas, imagine, guardas e carcereiros contaminados, e a infraestrutura prisional, correndo risco, a conlusão foi de colocar na rua até mesmo assassino que cumpria sentença. É a logística de general, que dirige, "secretamente", porque nunca veio em público explicar nada, o general Lúcio, Secretário da Justiça do Estado de Minas Gerais. Em Jair Bolsonaro, quer colocar generais na Policia Militar, ou diretamente do exército ou criar cargo de general, em plena Pandemia.


A coisa desorganizou a tal ponto que o Tribunal do Crime, como chamam populares, que ouviram também, está escolhendo que vive e quem morre, na segunda feira passada pegaram um homem à noite, na av. Antonio Carlos, a primeira avenida de Belo Hoorizonte, e o acusaram de estupro de mulheres em condição de rua, amarram ao poste, antes devem ter surrado o homem e não contentes com a punição, atearam fogo. O homem morreu sob o efeito das pancadas e queimado. Linchamento, justiça com as próprias mãos. Essas pessoas são todos drogados em crack, cocaína, maconha, álcool ou o que vier eles usam e aterrorizam a poulação dos bairros Laoginha, centro, Concórdia, Cachoeirinha e outros e muitos se contaminam com a Covid 19.


Essa orfandade da sociedade, é devida ao negacionismo do presidente da República que ganhou tal qual o prefeito de Belo Horizonte, que fez Campanha em cima de Cesta Básica que chegou nas mãos até de noiados que vendiam para comprar a pedra. O Jair, foi o arauto do Auxílio Emergencial, pagou chorando, inclusive com muitos economistas que justificam e acatam a alta dos preços de até 100% e em média 20 a 30% da alimentação que afeta os pobres, desempregados e os miseráveis que já estavam em condição paupérrima. Para elevar o dolar a quase R$ 6,00 para facilitar aos exportadores, quem ganha com isso, o governo Federal, e parcela da sociedade brasileira, que muitas das vezes sonegam impostos e recebem altos investimentos do BNDEs ou incentivos diretos.


Enquanto que nos USA o incentivo à sua população está em torno de U$$ 2 mil dólares, o Brasil não é USA como também não é Japão, como ainda não é Viletnã, que controlou a Pandemia em 60 dias com apenas, 19 mortos e 300 infectados e distribuiu para a população quase R$ 3 mil reais, mas a confinou de fato, todos mais de 30 dias, conclusão, sucesso, sem discussão entre estados e muncípios, nem discussão de cloroquina, hidroxicloroquina e compra de 5 milhões em cloroquina para fazer remédio e obrigar as pessoas a tomar nos hospitais por indicação de cima pra baixo, ou seja, o Ministério da Saúde.


Nessa semana falaeceu o general Souza, direitor do Enem, de Covid 19, ainda novo, por certo seguiu infelizmente este protocolo heroicamente e não se deu conta que essa infecção é muito forte e ainda desconhecida pela ciência e que as drogas que temos são atenuantes, e não se sabe a virulência da doença e se ela é até mesmo insidiosa, ou seja, pode matar a pessoa, silenciosamente, com sintomas leves como resfriado, com contaminação que vai ocorrer depois de várias semanas e a pessoa pode mesmo morrer até mesmo dormindo por parada súbita do coração ou parada cardiorespiratória.


Portanto, é preciso que as autoridades usem de todos os recursos possíveis, e o Brasil precisa começar novamente a aplicar o Protocolo internacional e aguardar que faça efeito e passar pela campanha de vacinação e reeducar a população para as festas, campos de futebol, aglomerações e isso com campanhas em todos os meios de comunicação de massa e pontualmente com contratação e treinamentos de agente de Saúde, médicos e enfermeiros, técnicos e outros para atuarem na saúde. Não pode fazer economia "burra" ou digamos, impensada para que colher cadáveres, doentes, críticas e dúvidas no futuro, aliás ele é agora e o que precisamos acora, é carinho, atenção e tratamento que passa por leitos e pessoal treinado, orientação e medicamentos.

Marcelo dos Santos - jornalista - terapeuta e pensador livre

   

 

Bhte, 04/01/2021

Prefeitura de Belo Horizonte dá cesta básica para cidadão e R$ 4 milhões para Tubarão do Ônibus

É isso que se conclui ao ler o texto onde o Ministério Público investiga tanto a licitação quanto à auditoria feita em 2017 que obviamente burlou o sistema e projetou tarifa de R$ 6,80 para conseguir os atuais R$ 4,50 e ainda abriu brecha para a Casa de Caridade Pública dos Impostos Municipais abrir mão da bagatela de R$ 4 milhões de reais para salvar os empresários do transporte Público do municipio de Belo Horizonte, MG, Esse cidadão, será que ele ainda é cidadão, fez campanha no primeiro turno demagógica onde andou pela primeita vez de ônibus, como se a última bolacha do pacote de MG e nunca tivesse andado de busum, e prometeu, falou a exaustão que iria mudar e baratear o transporte público coletivo de BH.

 

Ainda foi reeleito pelo Sistema de Caridadade de Impostos municipais, nas perifas de BH, doando como, me desculpe, a Mãe Tereza de Calcutá, cestas básicas e outras benesses que ainda não sabemos. Com o detalhe, como estamos em Pandemia, Estado de Calamidade, e outras concessões. Até este momento, não li, não vi e nem ouvi sobre prestações de contas da PBH e nem se o prefeito corrupto teve 25% de seu salário de Prefeito sequestrado para pagar dívidas da construtora da família Erhkal. Isso é a Belo Horizonte de Minas Gerais, Oh! Minas Gerais, quem não lhe conhece... E a conhece não vai querer ver jamais, o que os mineiros e belohorizontinos estão passando nas mãos do presidenciável Alexandre Marcelos Kallil, que ainda está na corrupya e aprovada licitação para a Construção do estádio do Atlético Mineiro, que ainda bão foi analisada, e as obras estão a todo vapor enquanto morre de um a meia dúzia de pessoas no ANEL RODOVIÁRIO por mês.

Mas, o pior de tudo é que acaba tanto Ministério Público quanto Tribunal de Contas aprovando tudo e põe Guarda Municipal e PM armadas até os dentes para dar cacete e prender gente inocente, trabalhador e desempregado.

Leia mais na íntegra matéria do O Globo: https://g1.globo.com/mg/minas-gerais/noticia/2021/01/04/ajuda-de-r-4-milhoes-da-prefeitura-de-bh-as-empresas-de-onibus-e-investigada-aumento-de-passagens-em-2021-e-incerto.ghtml

 

Bhte, 02/01/2021

A juventude, a exemplo, aumenta a violência contra cultural, na Pandemia Covid 19

Fiz a indagação porque os jovens estão seguindo à vida como se estivessem indo para a última batalha? Querem ignorar o vírus Covid 19 que está mudando sua gênese produtiva, que já o fazia, como Coronavírus e outros vírus, como o da SIDA- Imunodeficiência Adquirida, a AIDS e a Zika que afetou cérebros de recém-nascidos. E a Dengue, que virou no Brasil Endemia e estava controlada, até meados de 1992 e o Chikungunha, e tantos outros que não conhecemos?
A resposta não veio, nem depois de tantas imagens e tantos fatos, rojões e bombas, impressionante colocar bomba em cachorro, explodir e dilacerar parte de seu focinho, é coisa tão frívola e sem nexo, que a falta de amor, amor próprio, a autoestima, o caráter é a resposta, mais imediata.


Há ainda, as drogas, isso mesmo, farta, bebidas alcóolicas, maconha, cocaína, bolinhas ou balinhas alucinógenas como Ecstase, que parece velha no mercado. O crack, este perdeu o controle sobre a sociedade que agora está à mêrce desses drogados e se sente ameaçados de todos os lados, dentro de suas moradias, nas ruas de dia e de noite. Sem controle nenhum, de quando em quando da Polícia.


É, o exemplo, vem dos mais velhos, da cultura do permissivo, do controle social e da desigualdade cultural, econômica e tudo isso piora mais ainda a situação do País, que mergulha em várias crises ao mesmo tempo e se desespera para mais violência. Porque o que esses jovens fizeram indo para Raves, Baile do Pancadão ou Funk ou queima de fogos de artíficio, foi depressivo, ato de violência contra a sociedade como um todo e contra eles, também. A Polícia Militar com batalhão de pré-choque foi para cima em vários locais do país e usou até Bombas de Gás Lacrimogeneo ou de efeito moral, recrudescendo, ainda mais a violência, com justificariva de preservar a Lei e a Ordem.

O movimento pela Saúde, Educação de qualidade, Saneamento Básico não sai nunca, é tão impressionante quando desanimador, precisamos evocar Revoluções e transformações sociais, que parecem em desuso, desgastadas, desacreditadas e, mesmo, humilhadas pela famigerada corrupção, de caráter, moral, economofinanceira. Não é pagar esculacho, lição de moral e vida, é reconhecer que os hospitais estão lotados de pessoas doentes, ver,


ouvir, enxergar que perdemos vidas todos os dias, e é desesperador saber que estão ignorando tudo isso, propositalmente e sem objetivo algum de mudança para melhor e sim para o imediato, ocaso, a destruição de algo que poderia se checar, falso, mas que pode e poderá ser mudado um dia, com conversa, leis, mudanças estruturais, como é a explosão de casos de racismo no país, que estão todos lutando contra o racismo e contra o racismo que existe dentro de cada um, problema cultural, reconhecer que tivemos 360 anos de escravidão e que ainda encontramos tratamento de neoescravidão, que há pouco tempo meninos trabalhavam em carvoarias produzindo carvão ou pedia dinheiro no semáforo para seus pais tomarem cachaça, o mais nefasto, já de tenra idade, viravam assassinos e as pessoas em situação de rua estão virando isso também, porque estão matando o cidadão que tem Direito, ao menos a dignidade, a saúde, a paz e ao amor, ao tudo de maravilhoso e bom que existe para a vida ser vivida em sua plenitude.


Chegamos à conclusão que somente através do trabalho se faz a construção, o alicerce de vida segura, que a Pandemia alterou isso de forma desonesta, brutal e que apavora, pode ser este pensamento que desnorteia as pessoas, vou morrer mesmo, vou me infectar, sou pobre e os hospitais estão lotados. E, depois, preciso trabalhar, ganhar dinheiro e quem sabe posso pagar saúde particular, onde o SUS-Sistema Único de Saúde, todo exaurido, de muito antes da Pandemia, que iria ser fechado, onde o Ministro da Saúde, afirmou que não conhecia, porque ele não existia, não funcionava, ou ele não conhecia como era a engrenagem universal de direito à saúde básica, como defendem os médicos que trabalham no Sistema.


Encerra-se, para que o enfadonho e tantos outros negativos não interfiram, a saúde é tão importante que ele está presente em todos os evangelhos, religiões e sem saúde não se consegue trabalhar, produzir e se conseguir será de forma precária, a vitalidade, a paz e o amor, são sinônimos de saúde, a paz espiritual e tudo que é positivo e que energiza e une tudo, corpo e mente, órgãos vitais e glândulas. A fraqueza é a desconstrução de tudo isso, é o fracasso, é a corrupção, é a morte.

 

 

Marcelo dos Santos - jornalista, terapeuta, pensador livre

Bhte, 19/12/2020

Pobre diabo e os que o acompanham na sua sanha de insuflar a violência e o ódio, a colheita será farta, sangue, mortes

Desculpem o termo, mas o Demônio em Chefe Jair Bolsonaro volta a atacar. Ele fez campanha e venceu impunhando fuzil para atirar e matar pessoas, brasileiros, como ele conseguiu no próprio Rio de Janeiro, com Witzel autorizando fuzilar um doente mental, desarmado que sequestra-la um ônibus e queria se entregar e muitas crianças e pessoas por bala perdida e fuziladas pelo Exército brasileiro que matou um músico e um catador de papel no Estado do Rio de Janeiro.

Insatiosfeito luto com todas as forças junto com o ex-ministro Sérgio Moro e quase conseguiram aprovar o DIREITO DA PM OU DA POLÍCIA matar e não justificar o crime imediatamente e somente depois, o que poderia se usar armas trocadas, que já fazem hoje, vão bas biqueiras de drogas e exigem armas em troca de liberdade e matam outras facções que não estão colaborando com a Lei e a Ordem imposta por eles, a da PROPINA.

Esse homem levou uma facada, tem gente que incréduto desconfia que ele e seus comandados, todos de inteligência mediana, forjaram essa facada para que ele ganhasse a opinião pública, porque

Jair Messias Bolsonaro, sempre foi médiocre, foi como militar, foi ao aceitar ir para a reserva como capição para depois particiar do RETORNO da escumalha, do restolho da DITADURA MILITAR, porque os líderes, o generais que dirigiram o país, todos morreram, e muitos outros.

Ora, nenhuma o DEMÕNIO que havia adormecido em Jair Messias Bolsonaro salienta o valor e o preparo de Políca científica, ao lado do cidadão de bem, indistintamente de sua cor, profissão, condição social, PM, principalmente, prestativa e produtora de conteúdo e de soluções sociais no dia a dia, em praças, ruas e avenidas lotadas de desempregados, sem casa ou em estado de moradia na rua, drogados, adictos, viciados em grack e ladrões, prostitutas, bêbados, alcoolistas crônicos. Enfim, e a Polícia que investiga e descobre o verdadeiro bandido e assaltante, antes dele cometer o crime, onde está essa PM, essa polícia. Bem, sabe quem está envolvido nessa gtrama de bolsonaristas, misturados com fascistas, alguns policiais militares das forças armadas de antigamente, 50 anos atrás que justificam perseguição e tortura, delação e matança como amor a pátria e defesa da pátria contra a invasão comunista.

Para tomarem o PODER e hoje aprofundar e afundar o Brasil, na maior desgraça de sua história, a dúvida, a incerteza, o desemprego de mais de 15% oficiai, a inflação e o dólar alto e enriquecendo quem já era rico e propiciando a corrupção de milionários brasileiros e internacionais, com a telefonia ou telecomunicação do pais, toda ela nas mãos estrangeiras, com as mecanização do campo, toda nas mãos estrangeiras, a a rede farmacológica e a produção de medicamentos, caríssimos, todo nas mãos estrangeiras e ainda o corte em Tecnologia, em Pesquisa Universitária de Ponta, na Cultura, nas Artes e se dá ao desfrute de colocar um general, que não entende nada de Saúde, sequer sabia da existência e funcionamento do SUS-Sistema Único de Saúde, que é outra praga e sai apenas quando queima, assim os roceiros faziam no Brasil, porque agora as queimadas são criminosas e feitas por bolsonaristas ávidos por terras, madeiras, pedras preciosas e ouro. Este homem, Jair Messias Bolsonaro, é tão incompetente que ele como um pai que deixa faltar na casa, carinho, amor e até o pão precisa achar um BODE EXPIATÓRIO e às vezes ébrio de poder ou de álcool, espanca o Bode, ou sua mulher, e filhos, no afã de se fazer respeitado e senhor da situação, podemos apenas dizer, pobre diabo...

 

Leia mais: https://noticias.uol.com.br/politica/ultimas-noticias/2020/12/18/bolsonaro-ataca-imprensa-e-poe-pm-contra-jornalistas-sempre-contra-voces.htm

 

2020: o ano em que a ciência foi ofuscada pela política, achismo e ambição

Se você estiver lendo esse texto no seu smartphone, tablet ou computador, agradeça à ciência. Tudo a sua volta é fruto de estudo, metodologia aplicada no desenvolvimento e reprodutibilidade, portanto, há ciência ao seu redor. As coisas que você está utilizando não foram criadas aleatoriamente, por acaso e na primeira tentativa. Houve desenvolvimento e as melhorias vieram justamente após a pesquisa para implementar a otimização.

Este ano, como profissional de saúde e com formação científica, fiquei preocupado com a quantidade de agressões que a ciência sofreu. Ela foi distorcida, deturpada, transformada em algo duvidoso, chegando ao ridículo em perder credibilidade. A ciência não é o problema, a politização, a ignorância mãe do achismo e a ambição alimentaram a deterioração da sua imagem. Temo que isso provoque um impacto negativo nas próximas gerações. Vejo como principal alerta desse possível prejuízo, o surgimento da antítese do que deveria ser o ensino e divulgação da ciência, que é o surgimento de movimentos anti-vacina e dos terraplanistas. A existência desses dois grupos é reflexo de uma ignorância crescente, fruto de ano após ano de má educação. Já parou para pensar como serão os debates e as ações de gerações futuras frente a outras pandemias?

Em um ambiente que está divido entre lados políticos opostos, as frases “pseudocientíficas” são utilizadas convenientemente de forma errada, falsa e sem nenhum efeito prático. Estamos esperando uma solução que nos tire dessa situação, vamos agir rápido. Porém, agir rápido por gerar ações que beneficiem de alguma forma seu adversário político, logo, não vamos agir assim. Não interessa a saúde do povo, interessa se eu vou beneficiar meu grupo e interesse de poder político. Política não se mistura com ciência, obrigado 2020, aprendemos. Será?

Em uma época de acesso a informação e comunicação nunca antes experimentada pela humanidade, lemos e temos contato com todo tipo de pseudoespecialista. Do milagroso e definitivo ao técnico que domina e já sabe a cura não só da covid-19 como de outras doenças. Isso existia em anos anteriores, mas de forma inofensiva, hoje já alcançou patamares graves. Teorias conspiratórias que deixariam os roteiristas do próximo filme do James Bond desempregados. Fora isso, os profissionais que ignoram o que aprenderam em ambiente acadêmico e agem como pseudoespecialistas, mas não são, apenas agem movidos pela paixão e cometem erros, levando muitos a errarem também.

Nunca prestei muita atenção nos noticiários sobre bolsas de valores e ações, sempre fui muito do meu mundinho da ciência. Mas em 2020 aprendi sobre especulação no mercado de ações. Foi uma aula simples, percebi que de forma muito esperta, uma coisa simples que é o respeito as fases de desenvolvimento (fase I finalizada, dados analisados, inicia-se então a fase II do desenvolvimento e assim vai até a fase final de desenvolvimento de medicamentos ou vacina) pode ser utilizada para valorizar, devido a demanda e necessidade da situação, o valor das ações de uma empresa. Anunciar os avanços de desenvolvimento com tanta demanda, sem apresentar oficialmente os dados para comunidade científica, é suficiente para que invistam comprando mais ações de uma empresa. A população ansiosa por uma vacina consome a notícia, acredita no que ainda não foi finalizado e muitos lucram com isso. Preste bem atenção, lucram sem o produto estar finalizado, pura especulação, isso é impressionante.

Fica aqui meu desabafo, isso não é ciência, não é culpa da ciência, os cientistas não são incompetentes. Somos vítimas da política, do achismo e da ambição. Somos vítimas, mas quem paga o preço amargo é a população. No final quem vai salvar o povo dessa situação é a ciência, não os políticos, os falsos sábios e os empresários, a ciência e sua paciência e metodologia vai salvar o povo.

Será que dessa vez a ciência irá receber os louros ou ajudará políticos, web celebridades e poucos empresários?

 

 

 

Autor: Dr. Benisio Ferreira da Silva Filho é biomédico, mestre em Ciências da Saúde, doutor em Biotecnologia e coordenador do curso de Biomedicina do Centro Universitário Internacional Uninter.

 

Bom dia, gente brasileira, a Vacina Pfizer Biontech deu alergia lá, Donald Trump, manda aprovar no FDA

Isso mesmo são dois casos de pessoas que tomaram a vacina Pfizer Biontech que parece foi aprovada para uso à toque de caixa de Infantaria que marcha para a batalha final, o resultado deixa, aquela pulga atrás da orelha, ou as caspas virando pipoca...Porque o universo de aplicação é muito pequeno para se ter reação alérgica severa e tão rápida. O início de vacinação no Reino Unido ou Inglaterra foi em 08/12/2020 e no dia 10 já circulavam notícias sobre os efeitos.
Em contrapartida, mesmo com os efeitos de reação alérgica em dois funcionários da saúde, os USA forçaram, praticamente o FDA - Federation and Drugs and Alimentation a aprovar a vacina Pfizer Biontech, que a princípio pertence ao consórcio entre Inglaterra e Alemanha, mas com compra de mais de 100 milhões de doses pelo governo de Donal Trump. A situação é desesperadora para os norte-americanos que enfrentam a onda crescente, ainda na primeira Onda da Pandemia do Covid 19, eles não conseguiram deter, equilibrar, planejar e conter a Pandemia dentro dos 50 estados norte-americanos e sofrem por mais de 3 mil mortes diárias com milhões de infectados e quase 1 milhão de pessoas que morreram, diretamente ou indiretamente da infecção virótica. E, o pior dos piores, a economia não parou, foi compensada com generosa ajuda governamental de mais de U$ 6 mil dólares que injetou mais ânimo na economia e fez com a indústria

não existe nos USA como em outros países como o Brasil, Reino Unido, voltasse a discussão como o Care Obama Heath, ou o Plano de Saúde Público de Barack Obama destruido por Donald Trump, no seu curto e melancólico mandato de presidente da maior economia do Planeta e um dos maiores países bélicos, que se sustentam na hegemonia do planeta, através de intervenções de exército, na bala, na bomba e depois o diálogo dos vencedores com imposições e vantagens econômicas, principalmente no combustível fóssil, onde o mundo, já enxerga outras fontes de energia renováveis e menos poluidoras.

Os USA, enxerga depósitos, acúmulos de petróleo para não sucumbir economicamente, como pensam os analistas econômicos mundiais que estão na crista da onda com suas teorias infalíveis que ainda não conseguiram ser destroçadas pela filosofia da economia como lucratividade, do uso da natureza como um todo como renovação da natureza dentro do tempo de sua renovação não do consumo e do uso desenfreado da mesma.

Portanto, como a AIDS - Síndrome da Imunodeficiia Addquirida ou HIV positivo, que não tem cura, não tem vacina - não conseguiram ou não é economicamente lucrativo e produtivo, a vacina para a Covid 19 deve ser encarada como paliativo imediato para se conter as contaminações aritméticas e matemáticas, exponenciais. Não é a cura, não imunização em massa onde todos vão

se dar bem e ficarem protegidos por 90 dias ou mais, são necessarias duas doses, e ainda o período elástico de 3 a 6 meses de observação na massa que vier a fazer uso para depois se ter as análises concretas da vacina.
Agora, pode se vislumbrar que seja, não apenas VACINA PFIZER BIONTECH, mas todas as vacinas, o nicho econômico do momento, onde governos e laboratórios e fortunas e fundos de investimentos vão tirar o pé do atoleiro da desgraça para os capitalistas que tem sido a Pandemia e a revolução social que tem sido para a sociedade que querendo ou não, precisa mudar de conceitos, padrões, pensamentos e começar a pensar em outros modos de vida, de produção, enfim, há uma mudança e a juventude que estimulada ainda pela industria do tudo bem e "Novo Normal", a incentiva em não reconhecer que algo ocorreu no século XXI e como no século XVIX que fez com que a humanidade pensasse e mudasse; como as duas guerras mundiais, a pandemia de gripe por Influenza, ou a conhecida gripe espanhola

.O grande lance, trunfo é que hoje temos a Comunicação, a rede de internet que ainda, toda moderna, necessita do cabo submarino que atravessa oceanos e liga os continentes para interligar o mundo como uma aldeia, tribo ao espaço, metrópoles ou o todo se comunicado com o unitário, disso talvez possa sair entendimentos futuros, a tal Torre de Babel, inversa e até mesmo perversa, onde sem falar uma língua se consegue entender o que fazer para que o planeta, a humanidade, os seres sensíveis, os animais, enfim tudo possa ter vida, vida plena, com saúde, alegria, felicidade, paz, amor.

 

Eleição que o voto multiplica políticos corruptos politicamente que vão amargar a vida

daqueles que eles corrompem

Em Belo Horizonte, a política suja e comprada por interesses difusos ao Social, é a tônica, e popularmente pode se chamar de política suja, de carta marcada ou chapa branca, quando se sabe de antemão, quem vai ganhar e como vai ganhar. E, a comprovação são em cima de fatos, mas os cientistas políticos, jovens acadêmicos ou acadêmicas, insistem na fabricação de fenômenos eleitorais e voto qualificado, traçando uma piada de mau gosto e acabada, daquelas, que quando acaba parece que falta alguma coisa e ninguém ri ou rí para agradar o humorista, pago, não é mesmo?


Partidos Políticos são agremiações ou instituições que precisam ser sérias e sempre pensar na sociedade, como um todo, mas como a religião, preferenciar os pobres, os menos assistidos, os deserdados, os mendigos, albergados, os miseráveis. Quando fazem o contrário e jogam no conforto da poltrona e dos cafés e sucos reglados, algo começa a se desenhar de ruim para todos.
O MDB, o PV e o PDT, são legendas partidárias conhecidas no Brasil, todos participam de campanhas eleitorais para presidente, governador, prefeito, deputados federais, estaduais e estaduais, vereadores. Com relativo sucesso nas urnas.

Mas, por uma inspiração do Divino Espírito Santo, ou uma tremenda "Chapa Branca" resolvem apoiar o candidato oficial à reeleição para o pleito de 2020 à Prefeitura do Município de Belo Horizonte.
Ora, só o uso da máquina pública diretamente ou indiretamente, verba pública que a torneira pública é aberta e a água chega para quem está na máquina pública.

Os feitos e desfeitos, principalmente com a Carta Branca oficial que obrigatoriamente o Supremo Tribunal Federal precisou emitir para que os Prefeitos e Governadores pudessem enfrentar a Pandemia de Covid 19, porque o País estava declarado em Estado de Calamidade Pública, portanto estes entes públicos podiam gastar a verba pública de maneira não tradicional e em alguns casos até mesmo sem o pregão em hasta pública ou a conhecida Licitação Pública.

Como pode prefeitos participarem de reeleição sem proceder acertos de Contas com o tribunal de Contas do Município e com o Estado de Minas Gerais, contas aprovadas, candidatura aprovada. Agora se acontecer alguma coisa vai para os

 

para eleição em 2022, que amargura política desde a ascensão e queda da política desde a ascensão e queda dos tribunais e como o prefeito está reeleito, começa a ciranda de cadeiras, de empregos, de nomeação de amigos, filhos, cunhados, primos e tudo quanto é parentalha. Isso é política? ou o nome disso é outra coisa, Corrupção?
O mais grave de tudo isso é a sombra da insensatez e do clientelismo e da Plutocracia, ou seja, eleitor comprado por Cestas Básicas, favores em Postos e Centros de Saúde, e UPAs e outros alijados do proceso normal de atendimento devido a Pandemia e os profisisonais em Saúde tendo que escolher quem é internado, quem é que pode ser operado e isso com muita briga com o Poder Público municipal, estadual e federal.
Tudo piora, mais quando entra em cena o homem mais rico do Estado, dono de Construtora e o Prefeito que em nome de certo time de futebol, desafia a sociedade mineira e belohorizontina e se joga na aventura, de em plena Pandemia, Construir um Estádio de Futebol, para o Clube em que ele e seu pai e família foram presidentes.


É óbvio que isso é pano de fundo para um dos maiores e melhores negócios do mundo, o que vemos, assistimos e lemos na Economia nacional direto e reto e tem anos, prática da Didatura Militar, ou seja, transferir o dinheiro dos Impostos que toda a sociedade brasileira paga para famílias abastadas, ricas, milionárias e bilionárias e multinacionais.

('Partido do povo', PSD de Kassab é fundado por políticos milionários Levantamento feito pelo 'estado' que patrimônios somados dos fundadores da sigla ultrapassam R$ 109 milhões.)

Ou seja, qualquer tipo de negócio, o dinheiro corre solto nas mãos dos políticos da situação e do Centrão, atualmente atendido pela sigla PSD, cujo dois prefeiros reeleitos em BH e Betim respondem pela Legenda somente coincidência e apoiam o Presidente da República, responsável pela Carta Branca, indiretamente concedida para Prefeitos e Governadores na Pandemia.
Apenas para lembrar, essa legenda nasce em São Paulo, pelas mãos de uns dos Prefeitos mais corruptos, depois de Paulo Salim Maluf que São Paulo já teve, em seu apartamento foram achados sacos de dinheiro oriundos de propina de cobrança indevida do DSV - Departamento de Sinalização Viária, de São Paulo, em um acordão dos mais bárbaros e inusitados da história político moderna, pos ditadura e na era da redemocratização, este homem conseguiu prescrever crimes e está solto e sem responder ou pagar nenhuma pena, ao contrário, seu partido aparece nessas eleições como o partido da vez, o renascimento do Centrão, que

está embalado no colo do presidente da república, que quer aprovar projetos PSDB via Eduardo Azeredo, Aécio Neves e outros em Minas Gerais, a comparação é estapafúrdia, porque o conteúdo é diferente e a trajetória, também, mas os métodos, são iguais, clientelismo, mandacionismo, troca de favores, nomeações indiretas de parentes e amigos, e hoje conhecemos os laranjinhas ou rachadinhas.
O grande equívoco dessa eleição e permitido pelo Superior Trilbunal Eleitoral foi o uso indevido nas propagandas políticas de publicidade da prefeitura de administração onde a obrigatoriedade da coisa pública se faz presente, em estatuto, em cronograma e no Orçamento Municipal, estadual votado e pela Lei Orçamentária Federal e a Lei de Responsabilidade de Gastos Públicos.

O funcionamento de creche, a merenda escolar, a reurbanização de ruas, avenidas e favelas ou áreas de risco depois de sinistros, chuvas ou desabamentos é obrigatoriedade e não devia ser usado em comerciais de propaganda eleitoral nunca, e ainda mais, tudo isso com dinheiro público, pago pelo Fundo Eleitoral de mais de R$ 1,8 bilhão de reais que com a compra de partidos de legendas conhecidas e de grande penetração participação na política, aumenta o poder de barganha e de compra e penetração em todas as mídias e até mesmo nas mídias de influência que são cosméticas e geralmente feitas por jovens que não deteem informação, formação e estudo e pensamento o suficiente para manipular as pessoas como eles manipulam, superficialmente e por direitos e vantagens imediatas. É, lamentável o resultado futuro para o Brasil, desorganizado, com 14 milhões de desempregados, oficialmente e extra oficial pode se dizer chega a 30 milhões ou mais e sem lembrar que os salários flutuam entre meio a um salário mínimo, sendo que no interior pode se pagar menos ainda que meio salário mínimo vigente, escândalo, escarro na sociedade brasileira, no ser humano e no futuro do País.

Construir estádio de "tutubol" com influência e dinheiro de bilionário, ou de ricos, é importante para o municipio de Belo Horizonte, ou qualquer outro que seja. Pode ser que sim, desde que não houvesse a mão direta do prefeito, o uso da influência de vereadores e outros para que essa obra seja feita. Há os interessados, os que estão sempre com a situação, os tais do Provérbio: Quem tem dinheiro manda, quem tem juízo trabalha e pega a esmola, ou a cesta básica de cada dia, ou aquele empreguinho para salvar a família da miséria e da fome e da humilhação de estender a mão para a esmola pública.

contato@jornaldeaude.gmail.com

Rua Além Paraíba, 191/201 - Bairro Lagoinha - Belo Horizonte - Minas Gerais - Cep 31210-120 - celular e what sapp - 31 - 97110-6665 e 9923-24188 - jornaldesaude.com.br - jornaldesaude@gmail.com - facebook.com/jornaldsaude - blogspot: jornaldesaude e twitter.com/jornaldesaudegoogle-site-